Tarcísio demite policial réu por ferir 5 e matar 1 Tarcísio demite policial réu por ferir 5 e matar 1 Tarcísio demite policial réu por ferir 5 e matar 1 Pular para o conteúdo principal

Tarcísio demite policial réu por ferir 5 e matar 1

O governo de Tarcísio de Freitas (Republicanos) demitiu o policial civil José Ricardo Gomes Ferreira, conhecido como Firmeza, de 53 anos. Ele é réu por atirar em uma aglomeração, ferindo cinco mulheres e executando um homem enquanto trabalhava como segurança no centro de São Paulo, em outubro de 2019. A demissão foi oficializada por meio de uma portaria da Secretaria da Segurança Pública (SSP) e publicada no Diário Oficial de São Paulo na quarta-feira, 3 de julho.
A defesa de José Ricardo afirmou ainda não ter ciência da exclusão do policial e alega que o homicídio foi cometido em legítima defesa. O Ministério Público de São Paulo (MPSP) denunciou Firmeza por homicídio qualificado, afirmando que a vítima não teve chance de defesa e que houve emprego de recurso que resultou em perigo comum. O Tribunal do Júri, responsável por julgar o caso, está marcado para março de 2025.
No momento dos fatos, o réu trabalhava na 3ª Delegacia de Defesa da Mulher (DDM) e fazia bicos como segurança para comerciantes na região da Rua 25 de Março e Parque Dom Pedro. Durante uma discussão no estacionamento da Praça Santo Ivo, Firmeza foi agredido e, para se defender, sacou sua arma e começou a atirar, afugentando os agressores. Firmeza perseguiu e baleou Vicente Souza dos Santos, de 34 anos, que já caído, foi alvo de mais três disparos a curta distância, caracterizando, segundo a Promotoria, uma execução.
O policial atirou pelo menos oito vezes no meio da rua, onde havia muitas pessoas, ferindo cinco mulheres. Como elas sobreviveram, ele também responde por tentativas de homicídio. Em sua defesa, Firmeza afirmou que os agressores tentaram roubar sua arma e que os disparos que atingiram outras pessoas foram acidentais, ocorridos durante a disputa. O escritório Omnis Advogados, que representa o réu, declarou acreditar na absolvição de José Ricardo por legítima defesa e disse que ainda não tinha discutido a demissão com ele por motivos de foro íntimo.
A decisão de demitir Firmeza reflete a gravidade das acusações e a necessidade de manter a integridade do serviço público, especialmente em áreas sensíveis como a segurança pública. O caso continua a ser acompanhado de perto pela sociedade e pelas autoridades, enquanto o julgamento se aproxima.

Postagens mais visitadas deste blog

Jovem Pan baixa a cabeça e demite Thiago Pavinatto, (Veja o Vídeo)

O apresentador Tiago Pavinatto, do programa Linha de Frente e Os Pingos nos Is, foi demitido da Jovem Pan nesta terça-feira (22). A demissão ocorreu após o advogado e comentarista político se recusar a pedir desculpas a um desembargador que foi chamado por ele de “vagabundo tarado”. Nesta segunda (21), Pavinatto comentou a decisão do desembargador Airton Vieira, do Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ-SP), de ter inocentado um acusado de estupro contra uma menina de 13 anos. Exaltado com a notícia, Pavinatto ofendeu o magistrado e, mesmo a emissora pedindo para que ele se desculpasse, o profissional se negou. – A direção da casa está pedindo uma retratação ao desembargador Airton Vieira e eu não vou fazer. E eu deixo claro aqui: eu não vou fazer uma retratação para uma pessoa que ganha dinheiro público, livra um pedófilo, e ainda chama a vítima, de 13 anos de idade, de vagabunda – declarou. E continuou: – Eu me nego a fazer. Estou sendo cobrado insistentemente a me retratar. Eu n

Thiago Pavinatto se pronuncia após saída da Jovem Pan

O apresentador Tiago Pavinatto, do programa Linha de Frente e Os Pingos nos Is, foi demitido da Jovem Pan nesta terça-feira (22) . A demissão ocorreu após o advogado e comentarista político se recusar a pedir desculpas a um desembargador que foi chamado por ele de “vagabundo tarado”. Em alguns posts nas redes o apresentador comentou o seguinte: "Essa é a versão oficial da minha saída da Jovem Pan. Eu jamais, JAMAIS, pediria desculpas por me revoltar contra um desembargador que inocentou um pedófilo septuagenário argumentando que a criança estuprada era prostituta e drogada. Não fui demitido: disse, com paz de espírito, que preferia perder o contrato a perder a decência. Essa é a versão oficial da minha saída da Jovem Pan. — Pavinatto (@Pavinatto) August 23, 2023

Herói sem capa: Policial enfrenta sozinho trio de criminosos que mantinham família refém e salva todos, (Veja o Vídeo)

Imagens de câmera de monitoramento mostram o momento em que um brigadiano sozinho salva um casal e uma criança feitos reféns durante assalto na noite de terça-feira (1º) em Estância Velha.  O confronto aconteceu uma agropecuária na Rua Walter Klein, no bairro Bela Vista. Nas cenas, o policial militar aparece armado em uma área externa da agropecuária. Em seguida, dois criminosos saem segurando as vítimas, que são seguidas por um cordeiro. "Foi uma situação inédita para mim", diz policial que salvou família refém de assalto em agropecuária de Estância Velha Criminoso que morreu após ser baleado durante assalto com reféns em Estância Velha usava tornozeleira eletrônica No momento em que os criminosos se aproximam de um carro estacionado em frente ao local, o policial se distancia em meio à rua. Os criminosos tentam embarcar com os reféns, mas o agente dispara um tiro em direção ao carro. O delegado de Estância Velha, Rafael Sauthier, explica que uma policial teria chegado