Jornal Brasil Online Jornal Brasil Online Jornal Brasil Online Pular para o conteúdo principal

Postagens

;

Nadadora trans perde ação e não poderá disputar na categoria feminina

A nadadora transgênero Lia Thomas enfrentou um revés em sua batalha legal para competir nas Olimpíadas de Paris em 2024. A Corte Arbitral do Esporte (CAS) rejeitou seu recurso contra a World Aquatics, que proibiu mulheres transexuais que passaram pela puberdade masculina de competir na categoria feminina. A decisão do CAS veio após intensos debates sobre a participação de atletas trans em competições esportivas. Lia Thomas, que anteriormente havia conquistado recordes em competições universitárias femininas, viu sua esperança de competir nas Olimpíadas se desvanecer diante da decisão da CAS. A World Aquatics, entidade reguladora de esportes aquáticos internacionais, justificou sua posição com base em conselhos médicos e legais de especialistas. A organização também propôs a criação de uma categoria "aberta" para receber competidoras trans, mas essa modalidade ainda não está disponível em grandes torneios. A reação à decisão do CAS foi mista. Enquanto a World Aquati

Pai é preso por abusar de filha na UTI

Um homem foi preso sob a acusação de abusar sex4almente de sua filha de 17 anos, que estava internada na UTI de um hospital em São Bernardo do Campo, São Paulo, após sofrer uma parada cardiorrespiratória. Funcionários do hospital gravaram a ação e fizeram a denúncia, levando à prisão do acusado no último dia 14 de maio. Além disso, o computador do homem foi apreendido pela Polícia Civil. Os vídeos feitos pela equipe de enfermagem mostram o momento em que o homem toca as partes íntimas da jovem por baixo do avental. A suspeita de assédio levou os funcionários a denunciarem o caso à polícia. A denúncia veio à tona através do programa “Profissão Repórter”, da TV Globo. De acordo com a Secretaria de Segurança Pública de São Paulo, o caso foi registrado no 2º Distrito Policial de São Bernardo do Campo como estupro de vulnerável e cumprimento de mandado de busca e apreensão. Após a confirmação dos abusos sexuais, o homem foi preso no último dia 14 de maio, e agora, ele permanece à d

Infame, ativista e ex-colunista do UOL admite rede criminosa contra Bolsonaro e sugere Janones para a Secom

A revelação de Denise Tremura sobre a disseminação de fake news pela esquerda durante as eleições de 2022 adiciona uma nova camada de complexidade ao cenário político brasileiro. Em uma sala de voz no Spaces, do Twitter/X, Denise afirmou que a campanha do então candidato Luiz Inácio Lula da Silva foi estrategicamente dirigida por André Janones, que teria orquestrado a comunicação e a disseminação de informações aos eleitores. O vídeo, publicado pelo portal independente The Incorrupt, mostra Denise sugerindo que Lula deveria nomear alguém com a habilidade de Janones para a Secretaria de Comunicação Social, destacando a eficácia de suas ações durante o segundo turno das eleições. Segundo Denise, o perfil de Janones era uma referência constante para aqueles que apoiavam Lula, indicando o que deveria ser repassado aos seguidores. Essa declaração, se comprovada, poderia reforçar as críticas de que a campanha de Lula utilizou táticas desleais e manipuladoras para influenciar o eleit

Lula acumula derrotas e clima começa a esquentar em Brasília

A gestão de Lula da Silva (PT) tem enfrentado uma série de dificuldades e reveses recentes que reforçam a posição da oposição. Os problemas vão desde cancelamentos de leilões devido a suspeitas de irregularidades até derrotas no Congresso e investigações criminais envolvendo membros do governo. Esses eventos colocam em evidência a fragilidade da administração petista e a incapacidade de resolver problemas sem se envolver em escândalos. Um exemplo notável foi o cancelamento do leilão de compra de arroz pela Companhia Nacional de Abastecimento (Conab). Após enchentes no Rio Grande do Sul, o governo anunciou a compra de arroz, mas o leilão foi marcado por irregularidades, incluindo a participação de um pequeno supermercado de Macapá, responsável por negociar mais da metade do valor total. O deputado Pedro Lupion, presidente da Frente Parlamentar da Agropecuária, destacou a inevitabilidade do cancelamento e a desnecessidade de importar arroz, o que reforça a percepção de má gestão

Mendonça vota para rejeitar queixa-crime de Bolsonaro contra Janones

O recente voto do ministro André Mendonça do STF para rejeitar a queixa-crime do ex-presidente Jair Bolsonaro contra o deputado André Janones por calúnia e injúria destaca a complexidade das disputas políticas e o papel da imunidade parlamentar no Brasil. A queixa-crime de Bolsonaro surgiu após Janones fazer postagens em redes sociais, acusando o ex-presidente de crimes como homicídio e chamando-o de "assassino", "miliciano", "ladrão de joias", entre outros termos. Bolsonaro argumentou que essas declarações eram falsas e injuriosas, ultrapassando os limites da liberdade de expressão e constituindo crimes de calúnia e injúria. No entanto, Mendonça votou pela rejeição da queixa-crime, fundamentando sua decisão na imunidade parlamentar, que protege os parlamentares por opiniões, palavras e votos proferidos no exercício do mandato. Ele argumentou que as declarações de Janones estavam conectadas ao desempenho de seu mandato e eram parte de uma disputa

Marçal, busca aconselhamento com Doria

O pré-candidato à Prefeitura de São Paulo, Pablo Marçal (PRTB), buscou orientações em um encontro com o ex-prefeito da capital paulista, João Doria (sem partido-SP). Segundo o jornal O Globo, a conversa ocorreu na sexta-feira, 7 de junho de 2024, na residência do ex-governador. Em uma publicação no Instagram nesta quarta-feira, 12 de junho de 2024, Marçal revelou que questionou Doria sobre os erros que levaram ao término de sua trajetória política. O empresário desejava conselhos sobre como replicar o feito de Doria em 2016, quando saiu de uma posição com apenas 3% nas pesquisas para vencer a eleição contra o atual ministro da Fazenda, Fernando Haddad (PT), ainda no primeiro turno. Marçal apresenta uma posição mais favorável nas pesquisas. No levantamento AtlasIntel, realizado em parceria com a CNN Brasil e divulgado em 28 de maio, ele registra 10,4% das intenções de voto. O deputado federal Guilherme Boulos (Psol) lidera a disputa com 37,2%, seguido pelo atual prefeito, Rica

Deputada aciona MPF contra Nikolas Ferreira e quer indenização surreal e absurda

A deputada federal Erika Hilton (PSOL-SP) apresentou uma denúncia ao Ministério Público Federal (MPF) contra o deputado Nikolas Ferreira (PL-MG) por uma declaração feita durante uma sessão da Comissão de Defesa dos Direitos da Mulher na Câmara dos Deputados. Além disso, Erika busca uma indenização de R$ 5 milhões por danos morais coletivos. O incidente ocorreu durante uma discussão entre Erika e a deputada Júlia Zanatta (PL-SC), quando Nikolas defendeu sua colega de partido com a frase "Pelo menos ela é ela" após ataques grosseiros da deputado afirmando que Júlia era feia,  ridícula, e ultrapassada. "Vai hidratar esse cabelo. Vai se cuidar, pelo amor de Deus.  Nikolas compartilhou o momento nas redes sociais com a legenda "Pelo menos…". Erika Hilton afirmou que Nikolas, já condenado por transfobia e por publicar vídeos de uma adolescente usando o banheiro, será processado. Ela destacou que não tolerará ataques transfóbicos, seja nas redes sociais ou n

Gleisi atinge o ápice da indecência e desmente a própria mentira

A presidente do PT, Gleisi Hoffmann, enfrenta críticas por sua aparente contradição em relação à situação de Thiago dos Reis, influenciador digital pró-PT. Inicialmente, Gleisi negou que houvesse um mandado de prisão contra Thiago, alegando que as notícias eram falsas e que o processo era na verdade contra o pai dele. Em seguida, ela confirmou que Thiago poderia ter evitado o mandado de prisão ao pagar três meses de pensão, mas se recusou a fazê-lo. Essa situação expõe várias questões problemáticas: Contradição: Ao primeiro negar e depois confirmar a existência de um mandado de prisão contra Thiago, Gleisi Hoffmann parece se contradizer. Isso gera dúvidas sobre a consistência e a veracidade de suas declarações. A falta de clareza pode ser vista como uma tentativa de confundir ou desinformar o público, algo particularmente grave vindo de uma figura que alega combater fake news. Transparência e Credibilidade: A contradição na declaração de Gleisi mina sua credibilidade e a do P

Secretário demitido põe a culpa do “ArrozGate” nas costas de Rui Costa

O DNA da corrupção está encrustado no PT. Tentaram arrumar um bode expiatório para colocar a culpa pelas mazelas do escândalo do arroz, mas Neri Geller (o escolhido para ‘bode’) está inconformado e resolveu esbravejar. Ex-secretário de Políticas Agrícolas de Lula, Geller disse que a organização dos leilões foi da Casa Civil (Rui Costa) e do ministro Carlos Fávaro, e que todos eles estavam cientes de que 78% do arroz do Rio Grande do Sul já tinha sido colhido e armazenado e o que faltava colher estava fora da área de inundação. Também disse que não pediu demissão. Foi demitido em ato assinado por Rui Costa. Coincidentemente, Rui Costa era o presidente do Consórcio Nordeste quando aconteceu o 'escândalo dos respiradores'. Parece que esse baiano é especialista em tramoia. O desgoverno bate cabeça... Jornal da Cidade

Cheio de dúvidas, Investigação do crime que chocou o Brasil e abalou a política no país chega ao fim

A Polícia Federal (PF) concluiu que Adélio Bispo foi o único responsável pelo ataque ao então candidato à Presidência da República Jair Messias Bolsonaro, ocorrido em 2018. Segundo as investigações, Adélio Bispo agiu sozinho no atentado. Adélio permanece condenado e preso. O relatório final foi apresentado, atendendo a novas solicitações do Ministério Público Federal, que agora aguarda a manifestação do Juízo. De acordo com a Polícia Federal, foram cumpridos mandados de busca e apreensão para nova análise de equipamentos eletrônicos e documentos. A investigação se estendeu ao advogado de defesa de Adélio, mas não encontrou ligação com a tentativa de assassinato do ex-presidente. O advogado de Adélio Bispo foi alvo de uma operação da Polícia Federal em Minas Gerais. Os investigadores também conseguiram o bloqueio de valores em dinheiro do suspeito. Segundo a PF, o advogado tem relação com o crime organizado, especificamente com o PCC, mas não com o caso da tentativa de assass

Líder do governo entra em ‘desespero’

Segundo informações da Folha de S.Paulo, durante uma reunião interna do PT, o deputado José Guimarães (PT-CE), líder do governo na Câmara, expressou preocupação com a falta de um “comando político mais estrategicamente centralizado” na relação com a sociedade, o Congresso e os estados e municípios. O encontro virtual, intitulado “Conjuntura Atual e Relação com o Congresso”, foi promovido pela CNB (Construindo um Novo Brasil), principal corrente interna do partido.  Guimarães mencionou que a responsabilidade de articular politicamente o governo na Câmara tem tirado seu sono. Ele destacou as tensões e desafios nos bastidores do Congresso para apoiar e aprovar matérias de interesse do governo. O deputado apontou um “não comprometimento” por parte dos partidos que compõem a base de apoio a Lula no Legislativo, o que tem resultado em reveses para o Executivo nas últimas semanas. Dado o tamanho minoritário da esquerda na Câmara e no Senado, Guimarães buscou formar uma base de apoio

Pablo Marçal entra na mira da PF após pedido do MPF

Na última quarta-feira (12), o procurador da República Athayde Ribeiro Costa solicitou à Polícia Federal (PF) que investigue o empresário e político Pablo Marçal (PRTB), pré-candidato a prefeito de São Paulo. O procurador acusa Marçal de usar irregularmente um broche exclusivo de deputados nas dependências da Câmara dos Deputados. Em consequência, Marçal será investigado por falsificação de selo ou sinal público, conforme previsto no artigo 296 do Código Penal. A pena para esse crime varia de dois a seis anos de reclusão, além de multa. No documento, o procurador afirmou: “Verifica-se que a conduta ocorrida nas dependências do Congresso Nacional, especificamente na Comissão de Ética da Câmara dos Deputados, pode, em tese, amoldar-se à conduta descrita no tipo penal do art. 296, § 1º, II, do Código Penal (…) Há, contudo, a necessidade de aprofundamento das investigações, a fim de comprovar a materialidade e a autoria do possível delito.” Marçal utilizou o broche no dia 5 deste

Hotel de Lula e Janja na Itália tem diária de R$71 mil

Nesta quinta-feira (13), o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e sua esposa, Janja, embarcam em mais uma viagem internacional luxuosa. Desta vez, o destino é a Itália, onde participarão de um encontro do G7, mesmo sem o Brasil fazer parte do grupo. Como de costume, o casal optou por se hospedar no Borgo Egnazia, um dos hotéis cinco estrelas mais caros do país, com diárias que ultrapassam os R$71 mil. A extravagante "Casa Meravigliosa" oferece uma suíte de 250 m², um jardim particular deslumbrante com pátio, terraço e uma piscina de dimensões impressionantes, medindo 15m x 7m. Além disso, o hotel disponibiliza o famoso Bar del Portico, com aperitivos gratuitos, e a possibilidade de jogar golfe. Um dos destaques da estadia é o banho romano, onde Lula e Janja têm o privilégio de desfrutar de 50 minutos alternando entre piscinas com temperaturas variadas. Comparativamente, o valor da diária do casal supera até mesmo a reserva de todas as sete suítes presidenciais de

Surge mais uma bomba de milhões contra o desgoverno

Segundo publicação postada no Twitter do respeitado jornalista Cláudio Dantas, em dezembro o presidente da Conab, Edegar Pretto, lançou edital para a compra de 12,7 mil toneladas de milho, um contrato de R$ 19,8 milhões. Adivinhem quem levou? A empresa ASR Locação de Veículos e Máquinas, uma das 4 suspeitas a vencer o leilão de arroz - agora anulado. Assim como no Arrozgate, a empresa foi representada pela Bolsa de Mercadorias do Mato Grosso e pela corretora Focus, ambas pertencentes a Robson Luiz Almeida de França, ex-assessor de Geller e sócio de seu filho Marcelo. A ASR, aliás, foi a única concorrente. O edital é assinado por Pretto e seu diretor de Operações e Abastecimento, o teólogo Thiago José dos Santos, também ex-assessor de Neri Geller. Com sede em Brasília, a empresa não tem histórico de atuação no comércio de cereais. Ela pertence a Crispiniano Espíndola Wanderley, sócio de Marcus Holanda, dono do PROS, e de Laylson Augusto de Almeida Campos, ex-assessor do

Flávio Bolsonaro escancara a tragédia que é quando Lula abre a boca

Nesta terça-feira (12), o senador Flávio Bolsonaro (PL-RJ) utilizou as redes sociais para criticar o governo do presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Segundo o parlamentar, quando o petista fala, “o Brasil derrete” e “o dólar dispara”. Flávio fez esse comentário em resposta a uma notícia do G1 que afirmava que o dólar havia se valorizado após uma declaração de Lula em um evento com investidores da Arábia Saudita, realizado no Rio de Janeiro. O presidente afirmou que estava “colocando as contas públicas em ordem para assegurar equilíbrio fiscal. O aumento da arrecadação e a queda da taxa de juros permitirão a redução do déficit sem comprometer a capacidade de investimento público”. Para Flávio Bolsonaro, os brasileiros nunca mais irão “apertar 13” nas eleições. – O Lula abre a boca e o Brasil derrete, o dólar dispara e o brasileiro passa raiva e perde poder de compra. Depois dessa temporada lulopetista, ninguém vai ter coragem de apertar 13 nem no micro-ondas – declarou. O