Sem ter o que fazer, Lula sugere nova data oficial da Independência do Brasil Sem ter o que fazer, Lula sugere nova data oficial da Independência do Brasil Sem ter o que fazer, Lula sugere nova data oficial da Independência do Brasil Pular para o conteúdo principal

Sem ter o que fazer, Lula sugere nova data oficial da Independência do Brasil

Na tarde desta quinta-feira (04), o presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) sugeriu transformar o 2 de Julho em uma data oficial da Independência do Brasil, além do 7 de Setembro.
A declaração foi feita durante o lançamento da pedra fundamental de um laboratório científico público em Campinas (SP). A proposta de Lula busca reconhecer a importância histórica do 2 de Julho, data comemorada na Bahia pela expulsão dos últimos portugueses que resistiam à independência brasileira em 1823, nove meses após a independência oficial declarada em 7 de Setembro. Lula participou das comemorações do 2 de Julho em Salvador e destacou que essa data simboliza uma luta significativa e heroica, inclusive com a participação destacada de mulheres na batalha pela independência.
Durante seu discurso em Campinas, ele ressaltou os potenciais do Brasil como nação e as dificuldades históricas que o país enfrentou, frisando a necessidade de reconhecer e celebrar todas as facetas da história da independência. “Tem a independência que foi o grito do imperador, que a gente nem sabe se teve o grito mesmo, mas está lá. E tem a verdadeira independência que foi o 2 de Julho. Ali houve luta e mulheres heroínas, muitas mulheres que lutaram pela independência do país.
Vou tentar transformar os dois dias com ato oficial da independência e vamos ter que contar a história deste país”, afirmou Lula. A fala do presidente sublinha a importância de incluir a narrativa de resistência e luta do povo brasileiro na construção da nação. A proposta de Lula não é apenas simbólica, mas também educacional, pois ele enfatiza a necessidade de contar a história completa do Brasil, reconhecendo todos os momentos e figuras importantes.
Ao valorizar o 2 de Julho, Lula quer garantir que o esforço e a coragem daqueles que participaram da luta pela independência não sejam esquecidos, oferecendo uma visão mais abrangente e inclusiva da história nacional. A inclusão do 2 de Julho como data oficial de comemoração da independência poderia trazer um maior reconhecimento da diversidade regional e histórica do Brasil. A luta pela independência na Bahia é um exemplo de como diferentes partes do país contribuíram para a construção da nação, algo que Lula parece determinado a destacar em seu governo. Essa abordagem também pode reforçar a unidade nacional ao reconhecer as várias narrativas e experiências que compõem a história do Brasil. Em resumo, a proposta de Lula de transformar o 2 de Julho em outra data oficial da Independência do Brasil busca não apenas ampliar o reconhecimento histórico, mas também educar e inspirar futuras gerações sobre a verdadeira diversidade e resistência que marcaram a luta pela independência do país.

Postagens mais visitadas deste blog

Jovem Pan baixa a cabeça e demite Thiago Pavinatto, (Veja o Vídeo)

O apresentador Tiago Pavinatto, do programa Linha de Frente e Os Pingos nos Is, foi demitido da Jovem Pan nesta terça-feira (22). A demissão ocorreu após o advogado e comentarista político se recusar a pedir desculpas a um desembargador que foi chamado por ele de “vagabundo tarado”. Nesta segunda (21), Pavinatto comentou a decisão do desembargador Airton Vieira, do Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ-SP), de ter inocentado um acusado de estupro contra uma menina de 13 anos. Exaltado com a notícia, Pavinatto ofendeu o magistrado e, mesmo a emissora pedindo para que ele se desculpasse, o profissional se negou. – A direção da casa está pedindo uma retratação ao desembargador Airton Vieira e eu não vou fazer. E eu deixo claro aqui: eu não vou fazer uma retratação para uma pessoa que ganha dinheiro público, livra um pedófilo, e ainda chama a vítima, de 13 anos de idade, de vagabunda – declarou. E continuou: – Eu me nego a fazer. Estou sendo cobrado insistentemente a me retratar. Eu n

Thiago Pavinatto se pronuncia após saída da Jovem Pan

O apresentador Tiago Pavinatto, do programa Linha de Frente e Os Pingos nos Is, foi demitido da Jovem Pan nesta terça-feira (22) . A demissão ocorreu após o advogado e comentarista político se recusar a pedir desculpas a um desembargador que foi chamado por ele de “vagabundo tarado”. Em alguns posts nas redes o apresentador comentou o seguinte: "Essa é a versão oficial da minha saída da Jovem Pan. Eu jamais, JAMAIS, pediria desculpas por me revoltar contra um desembargador que inocentou um pedófilo septuagenário argumentando que a criança estuprada era prostituta e drogada. Não fui demitido: disse, com paz de espírito, que preferia perder o contrato a perder a decência. Essa é a versão oficial da minha saída da Jovem Pan. — Pavinatto (@Pavinatto) August 23, 2023

Herói sem capa: Policial enfrenta sozinho trio de criminosos que mantinham família refém e salva todos, (Veja o Vídeo)

Imagens de câmera de monitoramento mostram o momento em que um brigadiano sozinho salva um casal e uma criança feitos reféns durante assalto na noite de terça-feira (1º) em Estância Velha.  O confronto aconteceu uma agropecuária na Rua Walter Klein, no bairro Bela Vista. Nas cenas, o policial militar aparece armado em uma área externa da agropecuária. Em seguida, dois criminosos saem segurando as vítimas, que são seguidas por um cordeiro. "Foi uma situação inédita para mim", diz policial que salvou família refém de assalto em agropecuária de Estância Velha Criminoso que morreu após ser baleado durante assalto com reféns em Estância Velha usava tornozeleira eletrônica No momento em que os criminosos se aproximam de um carro estacionado em frente ao local, o policial se distancia em meio à rua. Os criminosos tentam embarcar com os reféns, mas o agente dispara um tiro em direção ao carro. O delegado de Estância Velha, Rafael Sauthier, explica que uma policial teria chegado