O Koo faliu O Koo faliu O Koo faliu Pular para o conteúdo principal

O Koo faliu

A rede social Koo, que surgiu como uma concorrente do X, então chamado de Twitter, e rendeu muitas piadas entre os brasileiros no fim de 2022, vai encerrar suas atividades. Nos últimos meses, a plataforma vinha apresentado dificuldades para expandir sua base de usuários e gerar renda — a esperança do serviço era uma venda para startup Dailyhunt, mas a negociação fracassou, acabando com as chances da empresa.
Em um post no LinkedIn, os fundadores da rede social, Aprameya Radhakrishna e Mayank Bidawatka, afirmaram que, apesar das tentativas de parceria com empresas maiores, nada floresceu. No X, a companhia também realizou um post de despedida. O Koo conseguiu levantar mais de US$ 60 milhões (cerca de R$ 333 milhões) em investimentos, mas a quantia não foi suficiente para manter o negócio funcionando. Seria necessário um investimento de longo prazo para que a empresa se tornasse lucrativa, de acordo com os fundadores.
O Koo dava aos usuários a oportunidade de se expressar de forma semelhante àquela disponibilizada pelo X. Assim, era possível publicar fotos e GIFs, repostar vídeos do YouTube, fazer enquetes e gravar áudios, além de curtir posts, comentar e republicar conteúdo de terceiros. “O que está na sua cabeça?”, perguntava a plataforma, convidando o usuário a publicar seus pensamentos da mesma forma que faz o X. A empresa se inspirava abertamente no Twitter, tanto no estilo de microblog quanto no seu símbolo, que também é um pássaro — embora amarelo.
A plataforma ganhou popularidade na Índia durante tempos de tensão entre o Twitter e o governo indiano, quando a rede social desafiou pedidos de remoção de conteúdo. À época, o Koo aproveitou para se colocar como alternativa mais obediente, comprometendo-se com regulamentações locais. Isso acabou atraindo usuários à plataforma.

Postagens mais visitadas deste blog

Jovem Pan baixa a cabeça e demite Thiago Pavinatto, (Veja o Vídeo)

O apresentador Tiago Pavinatto, do programa Linha de Frente e Os Pingos nos Is, foi demitido da Jovem Pan nesta terça-feira (22). A demissão ocorreu após o advogado e comentarista político se recusar a pedir desculpas a um desembargador que foi chamado por ele de “vagabundo tarado”. Nesta segunda (21), Pavinatto comentou a decisão do desembargador Airton Vieira, do Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ-SP), de ter inocentado um acusado de estupro contra uma menina de 13 anos. Exaltado com a notícia, Pavinatto ofendeu o magistrado e, mesmo a emissora pedindo para que ele se desculpasse, o profissional se negou. – A direção da casa está pedindo uma retratação ao desembargador Airton Vieira e eu não vou fazer. E eu deixo claro aqui: eu não vou fazer uma retratação para uma pessoa que ganha dinheiro público, livra um pedófilo, e ainda chama a vítima, de 13 anos de idade, de vagabunda – declarou. E continuou: – Eu me nego a fazer. Estou sendo cobrado insistentemente a me retratar. Eu n

Thiago Pavinatto se pronuncia após saída da Jovem Pan

O apresentador Tiago Pavinatto, do programa Linha de Frente e Os Pingos nos Is, foi demitido da Jovem Pan nesta terça-feira (22) . A demissão ocorreu após o advogado e comentarista político se recusar a pedir desculpas a um desembargador que foi chamado por ele de “vagabundo tarado”. Em alguns posts nas redes o apresentador comentou o seguinte: "Essa é a versão oficial da minha saída da Jovem Pan. Eu jamais, JAMAIS, pediria desculpas por me revoltar contra um desembargador que inocentou um pedófilo septuagenário argumentando que a criança estuprada era prostituta e drogada. Não fui demitido: disse, com paz de espírito, que preferia perder o contrato a perder a decência. Essa é a versão oficial da minha saída da Jovem Pan. — Pavinatto (@Pavinatto) August 23, 2023

Herói sem capa: Policial enfrenta sozinho trio de criminosos que mantinham família refém e salva todos, (Veja o Vídeo)

Imagens de câmera de monitoramento mostram o momento em que um brigadiano sozinho salva um casal e uma criança feitos reféns durante assalto na noite de terça-feira (1º) em Estância Velha.  O confronto aconteceu uma agropecuária na Rua Walter Klein, no bairro Bela Vista. Nas cenas, o policial militar aparece armado em uma área externa da agropecuária. Em seguida, dois criminosos saem segurando as vítimas, que são seguidas por um cordeiro. "Foi uma situação inédita para mim", diz policial que salvou família refém de assalto em agropecuária de Estância Velha Criminoso que morreu após ser baleado durante assalto com reféns em Estância Velha usava tornozeleira eletrônica No momento em que os criminosos se aproximam de um carro estacionado em frente ao local, o policial se distancia em meio à rua. Os criminosos tentam embarcar com os reféns, mas o agente dispara um tiro em direção ao carro. O delegado de Estância Velha, Rafael Sauthier, explica que uma policial teria chegado