Bolsonaro não se intimida com a PF e detona o "sistema" em evento mundial Bolsonaro não se intimida com a PF e detona o "sistema" em evento mundial Bolsonaro não se intimida com a PF e detona o "sistema" em evento mundial Pular para o conteúdo principal

Bolsonaro não se intimida com a PF e detona o "sistema" em evento mundial

No último sábado (6), durante a abertura da Conferência de Política Ação e Conservadora (CPAC Brasil) em Balneário Camboriú, o ex-presidente Jair Bolsonaro demonstrou desdém pelas acusações e pelo indiciamento da Polícia Federal no caso das joias sauditas. Em seu breve discurso, Bolsonaro não se esquivou de atacar o Partido dos Trabalhadores (PT) e a imprensa, especialmente a Rede Globo.
Ao referir-se ao PT, Bolsonaro não mediu palavras e chamou a sigla de "partido do trambique". Essa crítica reflete uma linha contínua de antagonismo que Bolsonaro tem mantido em relação ao PT e ao governo atual, evidenciando a polarização política que marcou e continua marcando sua trajetória política. Bolsonaro também direcionou suas críticas à Rede Globo, uma emissora que ele frequentemente acusa de persegui-lo e de distorcer informações a seu respeito. Ao declarar que está disposto a ser sabatinado ao vivo em um canal de televisão, Bolsonaro enfatizou a importância das redes sociais na disseminação de suas mensagens e na defesa de sua imagem pública.
Ele sugeriu que tal entrevista resultaria na "maior audiência da história dessa televisão", ressaltando sua confiança na força de sua base de apoio e na capacidade de mobilização digital. A fala de Bolsonaro sobre não ter ambição pelo poder, mas sim obsessão pelo Brasil, visa reforçar a narrativa de que sua motivação é puramente patriótica, apesar das inúmeras controvérsias e investigações em que está envolvido. Ele busca se posicionar como um líder dedicado ao país, enfrentando obstáculos e adversidades em prol do bem-estar nacional.
Bolsonaro também mencionou que qualquer tentativa de desgastá-lo seria ineficaz devido ao apoio que recebe nas redes sociais. Essa afirmação sublinha a estratégia de comunicação digital robusta que ele e seus aliados mantêm, utilizando plataformas online para mobilizar seguidores e contrapor narrativas críticas veiculadas pela mídia tradicional. Essa postura desafiante e combativa de Bolsonaro na CPAC Brasil reflete sua estratégia de manter-se relevante e influente no cenário político nacional.
Ao ignorar as acusações e focar em atacar seus adversários, ele reafirma seu papel como líder da direita conservadora e continua a galvanizar seu eleitorado, que vê nele uma figura de resistência contra o que consideram ser abusos do sistema político e midiático. Em suma, o discurso de Bolsonaro na CPAC Brasil não apenas ignora as acusações que enfrenta, mas também utiliza essas circunstâncias para fortalecer sua narrativa de perseguição e resiliência, consolidando ainda mais seu vínculo com sua base de apoiadores conservadores e críticos do establishment.

Postagens mais visitadas deste blog

Jovem Pan baixa a cabeça e demite Thiago Pavinatto, (Veja o Vídeo)

O apresentador Tiago Pavinatto, do programa Linha de Frente e Os Pingos nos Is, foi demitido da Jovem Pan nesta terça-feira (22). A demissão ocorreu após o advogado e comentarista político se recusar a pedir desculpas a um desembargador que foi chamado por ele de “vagabundo tarado”. Nesta segunda (21), Pavinatto comentou a decisão do desembargador Airton Vieira, do Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ-SP), de ter inocentado um acusado de estupro contra uma menina de 13 anos. Exaltado com a notícia, Pavinatto ofendeu o magistrado e, mesmo a emissora pedindo para que ele se desculpasse, o profissional se negou. – A direção da casa está pedindo uma retratação ao desembargador Airton Vieira e eu não vou fazer. E eu deixo claro aqui: eu não vou fazer uma retratação para uma pessoa que ganha dinheiro público, livra um pedófilo, e ainda chama a vítima, de 13 anos de idade, de vagabunda – declarou. E continuou: – Eu me nego a fazer. Estou sendo cobrado insistentemente a me retratar. Eu n

Thiago Pavinatto se pronuncia após saída da Jovem Pan

O apresentador Tiago Pavinatto, do programa Linha de Frente e Os Pingos nos Is, foi demitido da Jovem Pan nesta terça-feira (22) . A demissão ocorreu após o advogado e comentarista político se recusar a pedir desculpas a um desembargador que foi chamado por ele de “vagabundo tarado”. Em alguns posts nas redes o apresentador comentou o seguinte: "Essa é a versão oficial da minha saída da Jovem Pan. Eu jamais, JAMAIS, pediria desculpas por me revoltar contra um desembargador que inocentou um pedófilo septuagenário argumentando que a criança estuprada era prostituta e drogada. Não fui demitido: disse, com paz de espírito, que preferia perder o contrato a perder a decência. Essa é a versão oficial da minha saída da Jovem Pan. — Pavinatto (@Pavinatto) August 23, 2023

Herói sem capa: Policial enfrenta sozinho trio de criminosos que mantinham família refém e salva todos, (Veja o Vídeo)

Imagens de câmera de monitoramento mostram o momento em que um brigadiano sozinho salva um casal e uma criança feitos reféns durante assalto na noite de terça-feira (1º) em Estância Velha.  O confronto aconteceu uma agropecuária na Rua Walter Klein, no bairro Bela Vista. Nas cenas, o policial militar aparece armado em uma área externa da agropecuária. Em seguida, dois criminosos saem segurando as vítimas, que são seguidas por um cordeiro. "Foi uma situação inédita para mim", diz policial que salvou família refém de assalto em agropecuária de Estância Velha Criminoso que morreu após ser baleado durante assalto com reféns em Estância Velha usava tornozeleira eletrônica No momento em que os criminosos se aproximam de um carro estacionado em frente ao local, o policial se distancia em meio à rua. Os criminosos tentam embarcar com os reféns, mas o agente dispara um tiro em direção ao carro. O delegado de Estância Velha, Rafael Sauthier, explica que uma policial teria chegado