Valdemar faz inusitada proposta para convencer Pablo Marçal a desistir Valdemar faz inusitada proposta para convencer Pablo Marçal a desistir Valdemar faz inusitada proposta para convencer Pablo Marçal a desistir Pular para o conteúdo principal

Valdemar faz inusitada proposta para convencer Pablo Marçal a desistir

Na corrida eleitoral pelo comando da maior cidade da América Latina, São Paulo, os bastidores políticos fervem com negociações, alianças e reviravoltas estratégicas que moldam o cenário eleitoral. Recentemente, um dos episódios mais marcantes envolveu Valdemar Costa Neto, líder do Partido Liberal (PL), e Pablo Marçal, pré-candidato pelo Partido Renovador Trabalhista Brasileiro (PRTB), em uma tentativa de convencimento que agitou as águas da política paulistana. Costa Neto, conhecido por sua habilidade em articular acordos nos bastidores, tentou persuadir Marçal a abandonar sua candidatura à Prefeitura de São Paulo neste ano. Em troca, ofereceu-lhe apoio integral para uma futura candidatura ao Congresso Nacional em 2026. A proposta, revelada pelo Poder360, visava consolidar o apoio do PL em um momento crucial da corrida eleitoral, buscando fortalecer suas fileiras e ampliar sua influência política no estado de São Paulo. No entanto, os planos de Costa Neto foram frustrados quando Marçal recusou categoricamente a oferta, enfatizando que não possui intenções de concorrer ao Legislativo Federal. Em declarações ao Poder360, Marçal reafirmou seu compromisso com a candidatura à prefeitura, afirmando que está determinado a seguir adiante com seus planos eleitorais para o atual pleito municipal. Esta recusa destacou as divergências estratégicas entre os dois líderes políticos e deixou em aberto o futuro das relações entre o PRTB e o PL. Enquanto isso, outra peça crucial no xadrez político paulistano foi movida na sexta-feira, 21 de junho de 2024, com o anúncio bombástico da indicação de Ricardo Mello Araújo como vice na chapa do atual prefeito Ricardo Nunes, do Movimento Democrático Brasileiro (MDB). Mello Araújo, ex-comandante da Rota (Rondas Ostensivas Tobias de Aguiar), é uma figura polêmica e conhecida por sua atuação firme no enfrentamento à criminalidade em São Paulo. A indicação de Mello Araújo foi endossada pelo ex-presidente Jair Bolsonaro, líder do PL, que viu na nomeação uma oportunidade estratégica para fortalecer a base eleitoral de Nunes entre os setores conservadores da sociedade paulistana. Esta jogada política não apenas consolidou o apoio de Bolsonaro a Nunes, mas também intensificou as tensões dentro do cenário político regional, alimentando debates sobre segurança pública e direitos humanos. Após um almoço decisivo entre Nunes, Mello Araújo, o governador Tarcísio de Freitas (Republicanos) e Bolsonaro, realizado em 14 de junho de 2024, surgiram reações diversas dentro do campo político paulistano. Bolsonaro expressou sua desaprovação em relação a uma possível reunião entre Pablo Marçal e a bancada do PL na Assembleia Legislativa de São Paulo (Alesp), argumentando que tal encontro poderia comprometer a unidade interna do partido. Em suas declarações após o encontro, Bolsonaro afirmou: "A gente vai deixar chegar ao conhecimento deles [PL] de que somos um partido que tem que estar unido. Não tenho nada a falar sobre Pablo Marçal, que esteve falando comigo [...] disse que estava fechado com Ricardo Nunes e continuo fechado com ele". Essas palavras sublinharam a postura firme do ex-presidente em manter a coesão partidária e alinhar os interesses políticos do PL na corrida eleitoral. Contrariando as objeções claras de Bolsonaro, Pablo Marçal não apenas visitou a Alesp em 18 de junho, como também se encontrou com diversos deputados estaduais, incluindo membros da ala bolsonarista dentro do PL. A visita, organizada pela deputada estadual Dani Alonso, foi interpretada como um movimento estratégico para fortalecer seus laços políticos e ampliar seu apoio entre os legisladores estaduais paulistas. Durante sua visita, Marçal destacou sua relação amistosa com vários deputados estaduais, enfatizando que, apesar das divergências ideológicas, mantém um diálogo aberto e construtivo com seus colegas de partido. Suas ações foram vistas como uma tentativa de consolidar sua posição como um competidor sério nas eleições municipais, buscando atrair um eleitorado diversificado que abrange desde apoiadores fervorosos até críticos do atual governo municipal. Enquanto os líderes políticos traçam suas estratégias, uma pesquisa recente da Atlas/Intel em parceria com a CNN Brasil revelou insights valiosos sobre o atual cenário eleitoral em São Paulo. O deputado federal Guilherme Boulos, representando o Psol-SP, lidera com 35,7% das intenções de voto, uma vantagem significativa de 12 pontos percentuais sobre o atual prefeito Ricardo Nunes, que registra 23,4%. Pablo Marçal, por sua vez, figura em terceiro lugar na pesquisa, com 12,6% das intenções de voto. Seu desempenho reflete uma ascensão notável dentro do espectro político paulistano, capitalizando sobre o descontentamento popular com as opções tradicionais e apresentando uma plataforma que ressoa com os eleitores urbanos da cidade. A pesquisa entrevistou 2.220 eleitores de São Paulo, garantindo um intervalo de confiança de 95% e uma margem de erro de 2 pontos percentuais para mais ou para menos, conforme registrado no TSE sob o número SP-00609/2024.

Postagens mais visitadas deste blog

Jovem Pan baixa a cabeça e demite Thiago Pavinatto, (Veja o Vídeo)

O apresentador Tiago Pavinatto, do programa Linha de Frente e Os Pingos nos Is, foi demitido da Jovem Pan nesta terça-feira (22). A demissão ocorreu após o advogado e comentarista político se recusar a pedir desculpas a um desembargador que foi chamado por ele de “vagabundo tarado”. Nesta segunda (21), Pavinatto comentou a decisão do desembargador Airton Vieira, do Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ-SP), de ter inocentado um acusado de estupro contra uma menina de 13 anos. Exaltado com a notícia, Pavinatto ofendeu o magistrado e, mesmo a emissora pedindo para que ele se desculpasse, o profissional se negou. – A direção da casa está pedindo uma retratação ao desembargador Airton Vieira e eu não vou fazer. E eu deixo claro aqui: eu não vou fazer uma retratação para uma pessoa que ganha dinheiro público, livra um pedófilo, e ainda chama a vítima, de 13 anos de idade, de vagabunda – declarou. E continuou: – Eu me nego a fazer. Estou sendo cobrado insistentemente a me retratar. Eu n

Thiago Pavinatto se pronuncia após saída da Jovem Pan

O apresentador Tiago Pavinatto, do programa Linha de Frente e Os Pingos nos Is, foi demitido da Jovem Pan nesta terça-feira (22) . A demissão ocorreu após o advogado e comentarista político se recusar a pedir desculpas a um desembargador que foi chamado por ele de “vagabundo tarado”. Em alguns posts nas redes o apresentador comentou o seguinte: "Essa é a versão oficial da minha saída da Jovem Pan. Eu jamais, JAMAIS, pediria desculpas por me revoltar contra um desembargador que inocentou um pedófilo septuagenário argumentando que a criança estuprada era prostituta e drogada. Não fui demitido: disse, com paz de espírito, que preferia perder o contrato a perder a decência. Essa é a versão oficial da minha saída da Jovem Pan. — Pavinatto (@Pavinatto) August 23, 2023

Herói sem capa: Policial enfrenta sozinho trio de criminosos que mantinham família refém e salva todos, (Veja o Vídeo)

Imagens de câmera de monitoramento mostram o momento em que um brigadiano sozinho salva um casal e uma criança feitos reféns durante assalto na noite de terça-feira (1º) em Estância Velha.  O confronto aconteceu uma agropecuária na Rua Walter Klein, no bairro Bela Vista. Nas cenas, o policial militar aparece armado em uma área externa da agropecuária. Em seguida, dois criminosos saem segurando as vítimas, que são seguidas por um cordeiro. "Foi uma situação inédita para mim", diz policial que salvou família refém de assalto em agropecuária de Estância Velha Criminoso que morreu após ser baleado durante assalto com reféns em Estância Velha usava tornozeleira eletrônica No momento em que os criminosos se aproximam de um carro estacionado em frente ao local, o policial se distancia em meio à rua. Os criminosos tentam embarcar com os reféns, mas o agente dispara um tiro em direção ao carro. O delegado de Estância Velha, Rafael Sauthier, explica que uma policial teria chegado