Uma das cenas mais patéticas da história do STF Uma das cenas mais patéticas da história do STF Uma das cenas mais patéticas da história do STF Pular para o conteúdo principal

Uma das cenas mais patéticas da história do STF

Na tarde desta quarta-feira (12), durante uma sessão crucial no Supremo Tribunal Federal (STF), o ministro Alexandre de Moraes fez uma brincadeira inesperada ao comentar a alcunha de "comunista" pela qual é chamado. Em meio ao julgamento de uma ação contra dispositivos de leis que tratam da correção dos depósitos do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS), Moraes aproveitou o que denominou como "momento socialista do plenário" para fazer um comentário irônico sobre a situação. “Aproveitando até esse momento socialista do plenário, eu, depois de muito tempo sendo chamado como único comunista desta Suprema Corte, hoje me sinto reconfortado aqui”, declarou Moraes, arrancando risadas dos presentes e demonstrando descontração em um ambiente por vezes tenso e formal. A ironia do ministro não passou despercebida pelos seus colegas de tribunal, que também entraram na brincadeira, tornando o clima da sessão mais leve e descontraído. Esses momentos de humor são raros no ambiente do STF, conhecido por suas discussões complexas e debates jurídicos intensos. Ao longo do julgamento, que trata da correção dos depósitos do FGTS pela Taxa Referencial (TR), Moraes e outros ministros discutiram diversos aspectos técnicos e jurídicos do caso. No entanto, a leveza proporcionada pelo comentário do ministro trouxe um respiro bem-vindo aos presentes, mostrando que, mesmo em meio a debates sérios, é possível encontrar momentos de descontração e humanidade. A alcunha de "comunista" atribuída a Moraes não é novidade e já foi mencionada anteriormente por seus críticos. No entanto, ao fazer uma brincadeira com o termo, o ministro demonstrou não levar a sério as acusações e, ao contrário, mostrou-se confortável com sua posição no tribunal. Essa não é a primeira vez que o STF é palco de momentos descontraídos. Em meio a debates acalorados e decisões que afetam diretamente a vida dos brasileiros, é importante lembrar que os ministros são, antes de tudo, seres humanos, passíveis de sentimentos e emoções. A sessão de hoje no STF certamente ficará marcada não apenas pela importância do julgamento em questão, mas também pela leveza proporcionada pelo humor de Alexandre de Moraes e seus colegas. Em um país onde a política muitas vezes é vista com seriedade excessiva, momentos como esse servem para humanizar os protagonistas das decisões que moldam o futuro da nação. Enquanto o julgamento segue seu curso e os ministros continuam a debater os pontos em questão, fica o registro de que, mesmo nos momentos mais sérios, é possível encontrar motivos para sorrir e lembrar que, no fim do dia, somos todos apenas pessoas tentando fazer o melhor que podemos. E, quem sabe, na próxima sessão do STF, possamos esperar por mais momentos de leveza e descontração que nos ajudem a enfrentar os desafios que estão por vir.

Postagens mais visitadas deste blog

Jovem Pan baixa a cabeça e demite Thiago Pavinatto, (Veja o Vídeo)

O apresentador Tiago Pavinatto, do programa Linha de Frente e Os Pingos nos Is, foi demitido da Jovem Pan nesta terça-feira (22). A demissão ocorreu após o advogado e comentarista político se recusar a pedir desculpas a um desembargador que foi chamado por ele de “vagabundo tarado”. Nesta segunda (21), Pavinatto comentou a decisão do desembargador Airton Vieira, do Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ-SP), de ter inocentado um acusado de estupro contra uma menina de 13 anos. Exaltado com a notícia, Pavinatto ofendeu o magistrado e, mesmo a emissora pedindo para que ele se desculpasse, o profissional se negou. – A direção da casa está pedindo uma retratação ao desembargador Airton Vieira e eu não vou fazer. E eu deixo claro aqui: eu não vou fazer uma retratação para uma pessoa que ganha dinheiro público, livra um pedófilo, e ainda chama a vítima, de 13 anos de idade, de vagabunda – declarou. E continuou: – Eu me nego a fazer. Estou sendo cobrado insistentemente a me retratar. Eu n

Thiago Pavinatto se pronuncia após saída da Jovem Pan

O apresentador Tiago Pavinatto, do programa Linha de Frente e Os Pingos nos Is, foi demitido da Jovem Pan nesta terça-feira (22) . A demissão ocorreu após o advogado e comentarista político se recusar a pedir desculpas a um desembargador que foi chamado por ele de “vagabundo tarado”. Em alguns posts nas redes o apresentador comentou o seguinte: "Essa é a versão oficial da minha saída da Jovem Pan. Eu jamais, JAMAIS, pediria desculpas por me revoltar contra um desembargador que inocentou um pedófilo septuagenário argumentando que a criança estuprada era prostituta e drogada. Não fui demitido: disse, com paz de espírito, que preferia perder o contrato a perder a decência. Essa é a versão oficial da minha saída da Jovem Pan. — Pavinatto (@Pavinatto) August 23, 2023

Herói sem capa: Policial enfrenta sozinho trio de criminosos que mantinham família refém e salva todos, (Veja o Vídeo)

Imagens de câmera de monitoramento mostram o momento em que um brigadiano sozinho salva um casal e uma criança feitos reféns durante assalto na noite de terça-feira (1º) em Estância Velha.  O confronto aconteceu uma agropecuária na Rua Walter Klein, no bairro Bela Vista. Nas cenas, o policial militar aparece armado em uma área externa da agropecuária. Em seguida, dois criminosos saem segurando as vítimas, que são seguidas por um cordeiro. "Foi uma situação inédita para mim", diz policial que salvou família refém de assalto em agropecuária de Estância Velha Criminoso que morreu após ser baleado durante assalto com reféns em Estância Velha usava tornozeleira eletrônica No momento em que os criminosos se aproximam de um carro estacionado em frente ao local, o policial se distancia em meio à rua. Os criminosos tentam embarcar com os reféns, mas o agente dispara um tiro em direção ao carro. O delegado de Estância Velha, Rafael Sauthier, explica que uma policial teria chegado