Revelações inéditas do inquérito sobre a confusão envolvendo Moraes em Roma Revelações inéditas do inquérito sobre a confusão envolvendo Moraes em Roma Revelações inéditas do inquérito sobre a confusão envolvendo Moraes em Roma Pular para o conteúdo principal
;

Revelações inéditas do inquérito sobre a confusão envolvendo Moraes em Roma

A Polícia Federal (PF) indiciou por crime de calúnia o empresário Rodrigo Mantovani Filho, sua esposa Andreia Munarão e Alex Zanatta Bignotto, devido a um incidente ocorrido no Aeroporto de Fiumicino, em Roma, no dia 14 de julho do ano passado. O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Alexandre de Moraes, estava na Itália para participar de um evento na Universidade de Siena na época do ocorrido.
O primeiro inquérito, conduzido pelo delegado Hiroshi de Araújo Sakaki, não indiciou os acusados, porém concluiu que Mantovani Filho cometeu injúria real contra Alexandre Barci, filho do ministro. Hiroshi justificou sua decisão afirmando que não poderia indiciar os envolvidos devido a uma instrução normativa que veda o indiciamento em casos de crimes de menor potencial ofensivo, como a injúria. Além disso, argumentou que a lei penal brasileira não pode ser aplicada a fatos ocorridos no exterior. Segundo relatos, do próprio ministro a agressão teria começado com Roberto Mantovani, acompanhado de sua esposa, Andreia Munarão, que teria proferido insultos como "bandido, comunista e comprado" contra o ministro. Mantovani Filho teria chegado a agredir fisicamente o filho do ministro, Alexandre Barci. De acordo com informações da PF, "imagens do Aeroporto Internacional de Roma permitem concluir que Roberto Mantovani Filho e Andreia Munarão provocaram, deram causa e, possivelmente, por suas expressões corporais mostradas nas imagens, podem ter ofendido, injuriado ou mesmo caluniado o ministro Alexandre de Moraes e seu filho Alexandre Barci de Moraes", conforme relatado pelo agente da PF Clésio Leão de Carvalho. Até agora essas imagens não foram reveladas O inquérito foi aberto a pedido da Procuradoria-Geral da República (PGR), após solicitação do próprio Moraes, e resultou no indiciamento dos envolvidos por crime de calúnia. A ação da PF representa um desdobramento importante desse caso, que gerou grande repercussão devido à natureza das acusações e à presença de um ministro do STF como vítima. Agora, caberá ao Ministério Público analisar as provas e decidir se apresenta denúncia contra os indiciados, o que pode resultar em um julgamento e eventual condenação, caso sejam considerados culpados. Enquanto isso, o episódio continua a alimentar o debate sobre a liberdade de expressão, os limites do discurso político e a responsabilidade individual diante de acusações públicas.

Postagens mais visitadas deste blog

Jovem Pan baixa a cabeça e demite Thiago Pavinatto, (Veja o Vídeo)

O apresentador Tiago Pavinatto, do programa Linha de Frente e Os Pingos nos Is, foi demitido da Jovem Pan nesta terça-feira (22). A demissão ocorreu após o advogado e comentarista político se recusar a pedir desculpas a um desembargador que foi chamado por ele de “vagabundo tarado”. Nesta segunda (21), Pavinatto comentou a decisão do desembargador Airton Vieira, do Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ-SP), de ter inocentado um acusado de estupro contra uma menina de 13 anos. Exaltado com a notícia, Pavinatto ofendeu o magistrado e, mesmo a emissora pedindo para que ele se desculpasse, o profissional se negou. – A direção da casa está pedindo uma retratação ao desembargador Airton Vieira e eu não vou fazer. E eu deixo claro aqui: eu não vou fazer uma retratação para uma pessoa que ganha dinheiro público, livra um pedófilo, e ainda chama a vítima, de 13 anos de idade, de vagabunda – declarou. E continuou: – Eu me nego a fazer. Estou sendo cobrado insistentemente a me retratar. Eu n

Thiago Pavinatto se pronuncia após saída da Jovem Pan

O apresentador Tiago Pavinatto, do programa Linha de Frente e Os Pingos nos Is, foi demitido da Jovem Pan nesta terça-feira (22) . A demissão ocorreu após o advogado e comentarista político se recusar a pedir desculpas a um desembargador que foi chamado por ele de “vagabundo tarado”. Em alguns posts nas redes o apresentador comentou o seguinte: "Essa é a versão oficial da minha saída da Jovem Pan. Eu jamais, JAMAIS, pediria desculpas por me revoltar contra um desembargador que inocentou um pedófilo septuagenário argumentando que a criança estuprada era prostituta e drogada. Não fui demitido: disse, com paz de espírito, que preferia perder o contrato a perder a decência. Essa é a versão oficial da minha saída da Jovem Pan. — Pavinatto (@Pavinatto) August 23, 2023

Herói sem capa: Policial enfrenta sozinho trio de criminosos que mantinham família refém e salva todos, (Veja o Vídeo)

Imagens de câmera de monitoramento mostram o momento em que um brigadiano sozinho salva um casal e uma criança feitos reféns durante assalto na noite de terça-feira (1º) em Estância Velha.  O confronto aconteceu uma agropecuária na Rua Walter Klein, no bairro Bela Vista. Nas cenas, o policial militar aparece armado em uma área externa da agropecuária. Em seguida, dois criminosos saem segurando as vítimas, que são seguidas por um cordeiro. "Foi uma situação inédita para mim", diz policial que salvou família refém de assalto em agropecuária de Estância Velha Criminoso que morreu após ser baleado durante assalto com reféns em Estância Velha usava tornozeleira eletrônica No momento em que os criminosos se aproximam de um carro estacionado em frente ao local, o policial se distancia em meio à rua. Os criminosos tentam embarcar com os reféns, mas o agente dispara um tiro em direção ao carro. O delegado de Estância Velha, Rafael Sauthier, explica que uma policial teria chegado