O pantanal pede socorro! O pantanal pede socorro! O pantanal pede socorro! Pular para o conteúdo principal

O pantanal pede socorro!

A situação das queimadas no Pantanal é alarmante e expõe a falta de uma resposta eficaz por parte do governo Lula e da ministra do Meio Ambiente, Marina Silva. Os números do Programa Queimadas do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe) são claros: houve um aumento significativo dos focos de incêndio, com 238 focos registrados recentemente, após um pico de 421 focos nos dias 14 e 15 de junho. No último ano, o bioma acumulou 9.014 ocorrências de fogo, um número quase sete vezes maior que os 1.298 registrados no mesmo período do ano passado. O agravamento precoce do problema, que normalmente se intensificava a partir de agosto, é outro ponto crítico. Este aumento nas queimadas está diretamente relacionado ao agravamento do fenômeno El Niño, que tem afetado o volume dos rios que atravessam o Pantanal. A Agência Nacional de Águas (ANA) já declarou situação crítica de escassez de recursos hídricos na Bacia do Paraguai em maio. Uma pesquisa da rede MapBiomas destaca que o Pantanal é o bioma mais afetado por queimadas nos últimos 39 anos, com 9 milhões de hectares queimados, o que representa 59,2% do território que abrange os estados do Mato Grosso e Mato Grosso do Sul. Corumbá, no Mato Grosso do Sul, é o município com o maior número de registros de queimadas em todo o país. Até agora, não há uma ação contundente do governo federal para enfrentar essa crise. A falta de medidas concretas e efetivas de Lula e Marina Silva é preocupante. Enquanto isso, o Pantanal continua a sofrer, com sua rica biodiversidade e as comunidades locais enfrentando um cenário de devastação e incerteza. É urgente que o governo tome medidas decisivas para combater as queimadas e proteger esse patrimônio natural essencial para o Brasil e o mundo.

Postagens mais visitadas deste blog

Jovem Pan baixa a cabeça e demite Thiago Pavinatto, (Veja o Vídeo)

O apresentador Tiago Pavinatto, do programa Linha de Frente e Os Pingos nos Is, foi demitido da Jovem Pan nesta terça-feira (22). A demissão ocorreu após o advogado e comentarista político se recusar a pedir desculpas a um desembargador que foi chamado por ele de “vagabundo tarado”. Nesta segunda (21), Pavinatto comentou a decisão do desembargador Airton Vieira, do Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ-SP), de ter inocentado um acusado de estupro contra uma menina de 13 anos. Exaltado com a notícia, Pavinatto ofendeu o magistrado e, mesmo a emissora pedindo para que ele se desculpasse, o profissional se negou. – A direção da casa está pedindo uma retratação ao desembargador Airton Vieira e eu não vou fazer. E eu deixo claro aqui: eu não vou fazer uma retratação para uma pessoa que ganha dinheiro público, livra um pedófilo, e ainda chama a vítima, de 13 anos de idade, de vagabunda – declarou. E continuou: – Eu me nego a fazer. Estou sendo cobrado insistentemente a me retratar. Eu n

Thiago Pavinatto se pronuncia após saída da Jovem Pan

O apresentador Tiago Pavinatto, do programa Linha de Frente e Os Pingos nos Is, foi demitido da Jovem Pan nesta terça-feira (22) . A demissão ocorreu após o advogado e comentarista político se recusar a pedir desculpas a um desembargador que foi chamado por ele de “vagabundo tarado”. Em alguns posts nas redes o apresentador comentou o seguinte: "Essa é a versão oficial da minha saída da Jovem Pan. Eu jamais, JAMAIS, pediria desculpas por me revoltar contra um desembargador que inocentou um pedófilo septuagenário argumentando que a criança estuprada era prostituta e drogada. Não fui demitido: disse, com paz de espírito, que preferia perder o contrato a perder a decência. Essa é a versão oficial da minha saída da Jovem Pan. — Pavinatto (@Pavinatto) August 23, 2023

Herói sem capa: Policial enfrenta sozinho trio de criminosos que mantinham família refém e salva todos, (Veja o Vídeo)

Imagens de câmera de monitoramento mostram o momento em que um brigadiano sozinho salva um casal e uma criança feitos reféns durante assalto na noite de terça-feira (1º) em Estância Velha.  O confronto aconteceu uma agropecuária na Rua Walter Klein, no bairro Bela Vista. Nas cenas, o policial militar aparece armado em uma área externa da agropecuária. Em seguida, dois criminosos saem segurando as vítimas, que são seguidas por um cordeiro. "Foi uma situação inédita para mim", diz policial que salvou família refém de assalto em agropecuária de Estância Velha Criminoso que morreu após ser baleado durante assalto com reféns em Estância Velha usava tornozeleira eletrônica No momento em que os criminosos se aproximam de um carro estacionado em frente ao local, o policial se distancia em meio à rua. Os criminosos tentam embarcar com os reféns, mas o agente dispara um tiro em direção ao carro. O delegado de Estância Velha, Rafael Sauthier, explica que uma policial teria chegado