Moraes atende esquerda e dá 10 dias pra Tarcísio Moraes atende esquerda e dá 10 dias pra Tarcísio Moraes atende esquerda e dá 10 dias pra Tarcísio Pular para o conteúdo principal

Moraes atende esquerda e dá 10 dias pra Tarcísio

A decisão do ministro Alexandre de Moraes de conceder um prazo para que o governador Tarcísio de Freitas e a Assembleia Legislativa de São Paulo (Alesp) se manifestem sobre a lei das escolas cívico-militares é mais um capítulo na disputa judicial envolvendo a implementação desse modelo educacional no estado. Essa situação traz à tona várias críticas à postura do Partido dos Trabalhadores (PT) e do próprio ministro Moraes. A constante intervenção do STF em questões estaduais e legislativas levanta preocupações sobre a separação dos poderes no Brasil. A decisão de Moraes de revisar uma política educacional estadual pode ser vista como uma intrusão nos assuntos que deveriam ser decididos democraticamente pelos representantes eleitos do povo de São Paulo. A ação do PT no STF contra as escolas cívico-militares pode ser interpretada como uma tentativa de politizar a educação, impedindo iniciativas que visem a promoção de valores como civismo, ética e respeito à ordem pública. Ao questionar a constitucionalidade da lei, o PT parece estar priorizando uma agenda ideológica em detrimento dos possíveis benefícios educacionais e sociais para os alunos. Além disso, a intervenção do STF, a pedido do PT, desrespeita a autonomia do governo estadual de São Paulo em criar e implementar políticas educacionais. Isso compromete a capacidade dos estados de inovar e adaptar suas políticas às necessidades locais, um princípio fundamental do federalismo. As escolas cívico-militares são projetadas para enfrentar problemas como a violência escolar e a falta de disciplina, oferecendo um ambiente mais seguro e estruturado para os alunos. A oposição do PT e do PSOL a esse modelo pode ser vista como um descaso pela segurança e pelo bem-estar dos estudantes e professores. Essas ações podem ser interpretadas como parte de uma agenda mais ampla para enfraquecer qualquer medida que fortaleça valores conservadores e a presença de militares em funções cívicas. Ao questionar a constitucionalidade das escolas cívico-militares, esses partidos parecem estar tentando minar iniciativas que promovem valores contrários à sua ideologia. Em vez de apresentar alternativas viáveis ou melhorias ao modelo de escolas cívico-militares, a oposição parece focada apenas em obstruir a implementação da lei. Uma abordagem mais construtiva seria colaborar para garantir que o programa funcione de maneira eficaz, beneficiando os alunos e a sociedade.

Postagens mais visitadas deste blog

Jovem Pan baixa a cabeça e demite Thiago Pavinatto, (Veja o Vídeo)

O apresentador Tiago Pavinatto, do programa Linha de Frente e Os Pingos nos Is, foi demitido da Jovem Pan nesta terça-feira (22). A demissão ocorreu após o advogado e comentarista político se recusar a pedir desculpas a um desembargador que foi chamado por ele de “vagabundo tarado”. Nesta segunda (21), Pavinatto comentou a decisão do desembargador Airton Vieira, do Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ-SP), de ter inocentado um acusado de estupro contra uma menina de 13 anos. Exaltado com a notícia, Pavinatto ofendeu o magistrado e, mesmo a emissora pedindo para que ele se desculpasse, o profissional se negou. – A direção da casa está pedindo uma retratação ao desembargador Airton Vieira e eu não vou fazer. E eu deixo claro aqui: eu não vou fazer uma retratação para uma pessoa que ganha dinheiro público, livra um pedófilo, e ainda chama a vítima, de 13 anos de idade, de vagabunda – declarou. E continuou: – Eu me nego a fazer. Estou sendo cobrado insistentemente a me retratar. Eu n

Thiago Pavinatto se pronuncia após saída da Jovem Pan

O apresentador Tiago Pavinatto, do programa Linha de Frente e Os Pingos nos Is, foi demitido da Jovem Pan nesta terça-feira (22) . A demissão ocorreu após o advogado e comentarista político se recusar a pedir desculpas a um desembargador que foi chamado por ele de “vagabundo tarado”. Em alguns posts nas redes o apresentador comentou o seguinte: "Essa é a versão oficial da minha saída da Jovem Pan. Eu jamais, JAMAIS, pediria desculpas por me revoltar contra um desembargador que inocentou um pedófilo septuagenário argumentando que a criança estuprada era prostituta e drogada. Não fui demitido: disse, com paz de espírito, que preferia perder o contrato a perder a decência. Essa é a versão oficial da minha saída da Jovem Pan. — Pavinatto (@Pavinatto) August 23, 2023

Herói sem capa: Policial enfrenta sozinho trio de criminosos que mantinham família refém e salva todos, (Veja o Vídeo)

Imagens de câmera de monitoramento mostram o momento em que um brigadiano sozinho salva um casal e uma criança feitos reféns durante assalto na noite de terça-feira (1º) em Estância Velha.  O confronto aconteceu uma agropecuária na Rua Walter Klein, no bairro Bela Vista. Nas cenas, o policial militar aparece armado em uma área externa da agropecuária. Em seguida, dois criminosos saem segurando as vítimas, que são seguidas por um cordeiro. "Foi uma situação inédita para mim", diz policial que salvou família refém de assalto em agropecuária de Estância Velha Criminoso que morreu após ser baleado durante assalto com reféns em Estância Velha usava tornozeleira eletrônica No momento em que os criminosos se aproximam de um carro estacionado em frente ao local, o policial se distancia em meio à rua. Os criminosos tentam embarcar com os reféns, mas o agente dispara um tiro em direção ao carro. O delegado de Estância Velha, Rafael Sauthier, explica que uma policial teria chegado