líder da direita francesa da ultimato Macron ‘não terá escolha’ líder da direita francesa da ultimato Macron ‘não terá escolha’ líder da direita francesa da ultimato Macron ‘não terá escolha’ Pular para o conteúdo principal
;

líder da direita francesa da ultimato Macron ‘não terá escolha’

A líder da direita francesa, Marine Le Pen, afirmou nesta quinta-feira, 27, que espera que seu partido, o Reagrupamento Nacional (RN), conquiste a maioria absoluta nas eleições legislativas da França, com primeiro e segundo turnos agendados para 30 de junho e 7 de julho, respectivamente. Isso permitiria à legenda formar governo e influenciar áreas como Defesa e Forças Armadas, incluindo o apoio militar e financeiro à Ucrânia.
Segundo a Constituição francesa, o presidente Emmanuel Macron é o chefe das Forças Armadas, mas o primeiro-ministro é “responsável pela defesa nacional”, gerando uma certa ambiguidade. As pesquisas para o primeiro turno indicam que a aliança centrista de Macron ficará em terceiro lugar, com 21% dos votos, atrás da Nova Frente Popular (29%), liderada pelo esquerdista Jean-Luc Mélenchon, e do RN, com 37%. Isso sugere que o líder do RN e protegido de Le Pen, Jordan Bardella, pode se tornar primeiro-ministro, resultando em uma “coabitação” que diminuiria a autoridade de Macron e sua capacidade de moldar políticas.
A votação foi antecipada por Macron, em uma aposta arriscada que depende da histórica aversão dos eleitores à direita para, no segundo turno em 7 de julho, escolher os candidatos do governo. Independentemente do sucesso dessa estratégia, Bardella provavelmente se consolidará como a nova face da política francesa. Embora o RN tenha uma clara vantagem, é improvável que o partido aumente de 88 para 289 assentos e obtenha a maioria absoluta na Assembleia Nacional.
As previsões indicam que a sigla e seus aliados podem garantir entre 220 e 260 cadeiras (de um total de 577). Bardella já declarou que não reivindicará o posto de primeiro-ministro sem essa maioria, preservando a legenda do desgaste de fazer parte do governo e mantendo o discurso de oposição até a eleição presidencial de 2027, na qual Marine Le Pen é a candidata certa. Em entrevista ao jornal local Le Telegramme de Brest, Le Pen afirmou que Macron “não terá escolha” a não ser nomear Bardella, de 28 anos, como primeiro-ministro, pois “ele terá um mandato do povo francês”. Ela destacou que seu protegido, que nunca ocupou cargos públicos, pretende ser firme, mas não hostil ao presidente, cujo mandato vai até 2027. “Jordan não tem intenção de começar uma briga com (Macron), mas suas linhas vermelhas são claras”, disse ela. A líder de direita sugeriu que ser comandante-chefe das Forças Armadas francesas “é um título honorário para o presidente, uma vez que é o primeiro-ministro quem controla os cordões da bolsa”, acrescentando: “Na Ucrânia, o presidente não poderá enviar soldados.” Macron anteriormente não descartou essa possibilidade.

Postagens mais visitadas deste blog

Jovem Pan baixa a cabeça e demite Thiago Pavinatto, (Veja o Vídeo)

O apresentador Tiago Pavinatto, do programa Linha de Frente e Os Pingos nos Is, foi demitido da Jovem Pan nesta terça-feira (22). A demissão ocorreu após o advogado e comentarista político se recusar a pedir desculpas a um desembargador que foi chamado por ele de “vagabundo tarado”. Nesta segunda (21), Pavinatto comentou a decisão do desembargador Airton Vieira, do Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ-SP), de ter inocentado um acusado de estupro contra uma menina de 13 anos. Exaltado com a notícia, Pavinatto ofendeu o magistrado e, mesmo a emissora pedindo para que ele se desculpasse, o profissional se negou. – A direção da casa está pedindo uma retratação ao desembargador Airton Vieira e eu não vou fazer. E eu deixo claro aqui: eu não vou fazer uma retratação para uma pessoa que ganha dinheiro público, livra um pedófilo, e ainda chama a vítima, de 13 anos de idade, de vagabunda – declarou. E continuou: – Eu me nego a fazer. Estou sendo cobrado insistentemente a me retratar. Eu n

Thiago Pavinatto se pronuncia após saída da Jovem Pan

O apresentador Tiago Pavinatto, do programa Linha de Frente e Os Pingos nos Is, foi demitido da Jovem Pan nesta terça-feira (22) . A demissão ocorreu após o advogado e comentarista político se recusar a pedir desculpas a um desembargador que foi chamado por ele de “vagabundo tarado”. Em alguns posts nas redes o apresentador comentou o seguinte: "Essa é a versão oficial da minha saída da Jovem Pan. Eu jamais, JAMAIS, pediria desculpas por me revoltar contra um desembargador que inocentou um pedófilo septuagenário argumentando que a criança estuprada era prostituta e drogada. Não fui demitido: disse, com paz de espírito, que preferia perder o contrato a perder a decência. Essa é a versão oficial da minha saída da Jovem Pan. — Pavinatto (@Pavinatto) August 23, 2023

Herói sem capa: Policial enfrenta sozinho trio de criminosos que mantinham família refém e salva todos, (Veja o Vídeo)

Imagens de câmera de monitoramento mostram o momento em que um brigadiano sozinho salva um casal e uma criança feitos reféns durante assalto na noite de terça-feira (1º) em Estância Velha.  O confronto aconteceu uma agropecuária na Rua Walter Klein, no bairro Bela Vista. Nas cenas, o policial militar aparece armado em uma área externa da agropecuária. Em seguida, dois criminosos saem segurando as vítimas, que são seguidas por um cordeiro. "Foi uma situação inédita para mim", diz policial que salvou família refém de assalto em agropecuária de Estância Velha Criminoso que morreu após ser baleado durante assalto com reféns em Estância Velha usava tornozeleira eletrônica No momento em que os criminosos se aproximam de um carro estacionado em frente ao local, o policial se distancia em meio à rua. Os criminosos tentam embarcar com os reféns, mas o agente dispara um tiro em direção ao carro. O delegado de Estância Velha, Rafael Sauthier, explica que uma policial teria chegado