Inacreditável: Lula insere MST na equipe para discutir Plano Safra Inacreditável: Lula insere MST na equipe para discutir Plano Safra Inacreditável: Lula insere MST na equipe para discutir Plano Safra Pular para o conteúdo principal
;

Inacreditável: Lula insere MST na equipe para discutir Plano Safra

A inclusão do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST) na elaboração do Plano Safra da Agricultura Familiar 2024/2025 pelo governo Lula é mais uma demonstração da aliança problemática entre o governo petista e movimentos que frequentemente desrespeitam a propriedade privada e a legalidade.
Enquanto o Congresso Nacional tenta limitar a influência do MST, aprovando projetos que retiram benefícios de invasores e proibindo o financiamento de invasões, o governo Lula continua a reforçar os laços com esse movimento, priorizando seus interesses. Essa atitude do governo Lula é preocupante por vários motivos: Legitimação de Atos Ilegais: O MST é conhecido por suas invasões de propriedades privadas, ações que frequentemente violam a lei e os direitos de propriedade dos agricultores. Ao incluir o MST em um grupo de trabalho importante como o do Plano Safra, o governo Lula está, na prática, legitimando essas práticas ilegais e encorajando a continuidade de ações que desrespeitam o Estado de Direito. Desrespeito ao Congresso Nacional: A insistência do governo em apoiar o MST, mesmo diante das ações do Congresso para limitar a influência do movimento, mostra um claro desrespeito às decisões legislativas e aos representantes eleitos pelo povo. Isso cria um clima de tensão e desconfiança entre os poderes Executivo e Legislativo, prejudicando a governabilidade e a estabilidade política do país. Desvio de Recursos Públicos: A inclusão do MST no grupo de trabalho para o Plano Safra significa que uma parte considerável dos recursos destinados à agricultura familiar pode ser direcionada para beneficiar um movimento que não respeita as leis e a ordem. Esses recursos, que poderiam ser utilizados para apoiar agricultores que seguem a lei e contribuem de maneira positiva para o desenvolvimento rural, acabam sendo desviados para interesses ideológicos e políticos. Impacto Negativo na Economia: A economia brasileira já enfrenta desafios significativos, e a falta de confiança no governo só piora a situação. O apoio a movimentos como o MST, que promovem a instabilidade no campo, pode ter um impacto negativo na produção agrícola, um setor crucial para a economia do país. Isso pode levar a uma diminuição na produtividade, aumento nos preços dos alimentos e maior insegurança alimentar para a população. Imagem Internacional: A postura do governo Lula em relação ao MST pode prejudicar a imagem do Brasil no cenário internacional. Países que valorizam a propriedade privada e o respeito às leis podem ver o Brasil como um parceiro instável e pouco confiável, o que pode afetar investimentos estrangeiros e acordos comerciais. Em resumo, a inclusão do MST no Plano Safra é uma decisão que reforça a ideologia petista, mas que ignora os princípios básicos de legalidade, respeito às instituições e desenvolvimento econômico sustentável. O governo Lula, ao invés de promover a estabilidade e o crescimento, parece estar mais interessado em agradar seus aliados ideológicos, mesmo que isso signifique colocar o país em risco.

Postagens mais visitadas deste blog

Jovem Pan baixa a cabeça e demite Thiago Pavinatto, (Veja o Vídeo)

O apresentador Tiago Pavinatto, do programa Linha de Frente e Os Pingos nos Is, foi demitido da Jovem Pan nesta terça-feira (22). A demissão ocorreu após o advogado e comentarista político se recusar a pedir desculpas a um desembargador que foi chamado por ele de “vagabundo tarado”. Nesta segunda (21), Pavinatto comentou a decisão do desembargador Airton Vieira, do Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ-SP), de ter inocentado um acusado de estupro contra uma menina de 13 anos. Exaltado com a notícia, Pavinatto ofendeu o magistrado e, mesmo a emissora pedindo para que ele se desculpasse, o profissional se negou. – A direção da casa está pedindo uma retratação ao desembargador Airton Vieira e eu não vou fazer. E eu deixo claro aqui: eu não vou fazer uma retratação para uma pessoa que ganha dinheiro público, livra um pedófilo, e ainda chama a vítima, de 13 anos de idade, de vagabunda – declarou. E continuou: – Eu me nego a fazer. Estou sendo cobrado insistentemente a me retratar. Eu n

Thiago Pavinatto se pronuncia após saída da Jovem Pan

O apresentador Tiago Pavinatto, do programa Linha de Frente e Os Pingos nos Is, foi demitido da Jovem Pan nesta terça-feira (22) . A demissão ocorreu após o advogado e comentarista político se recusar a pedir desculpas a um desembargador que foi chamado por ele de “vagabundo tarado”. Em alguns posts nas redes o apresentador comentou o seguinte: "Essa é a versão oficial da minha saída da Jovem Pan. Eu jamais, JAMAIS, pediria desculpas por me revoltar contra um desembargador que inocentou um pedófilo septuagenário argumentando que a criança estuprada era prostituta e drogada. Não fui demitido: disse, com paz de espírito, que preferia perder o contrato a perder a decência. Essa é a versão oficial da minha saída da Jovem Pan. — Pavinatto (@Pavinatto) August 23, 2023

Herói sem capa: Policial enfrenta sozinho trio de criminosos que mantinham família refém e salva todos, (Veja o Vídeo)

Imagens de câmera de monitoramento mostram o momento em que um brigadiano sozinho salva um casal e uma criança feitos reféns durante assalto na noite de terça-feira (1º) em Estância Velha.  O confronto aconteceu uma agropecuária na Rua Walter Klein, no bairro Bela Vista. Nas cenas, o policial militar aparece armado em uma área externa da agropecuária. Em seguida, dois criminosos saem segurando as vítimas, que são seguidas por um cordeiro. "Foi uma situação inédita para mim", diz policial que salvou família refém de assalto em agropecuária de Estância Velha Criminoso que morreu após ser baleado durante assalto com reféns em Estância Velha usava tornozeleira eletrônica No momento em que os criminosos se aproximam de um carro estacionado em frente ao local, o policial se distancia em meio à rua. Os criminosos tentam embarcar com os reféns, mas o agente dispara um tiro em direção ao carro. O delegado de Estância Velha, Rafael Sauthier, explica que uma policial teria chegado