Gustavo Gayer solta o verbo: "Toffoli Caga Na Cabeça Do Pacheco" Gustavo Gayer solta o verbo: "Toffoli Caga Na Cabeça Do Pacheco" Gustavo Gayer solta o verbo: "Toffoli Caga Na Cabeça Do Pacheco" Pular para o conteúdo principal

Gustavo Gayer solta o verbo: "Toffoli Caga Na Cabeça Do Pacheco"

Nesta terça-feira (25), o Supremo Tribunal Federal (STF) descriminalizou o porte de maconha para consumo individual, causando reações mistas entre diferentes setores da sociedade brasileira. O deputado federal Gustavo Gayer (PL-GO) criticou duramente o presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (PSD-MG), chamando-o de "bunda mole", "covarde", "capacho" e "marionete". “Humilhação! Dias Toffoli caga na cabeça do Pacheco – Pede pra sair Pacheco. A covardia e fraqueza do presidente do Senado criaram essa abominação que reina sobre o Brasil de hoje”, declarou o parlamentar. Gayer continuou: “Rodrigo Pacheco, eu sei que você não gosta de mim e deve me achar um extremista. Irmão, você é o cara mais bunda mole, capacho, marionete, covarde, medroso e fraco que já sentou na cadeira de presidente do Senado. Nós só estamos vendo essas aberrações porque você não teve a coragem de dar um ponto final nisso”. Ainda não foi definida a quantidade máxima permitida para diferenciar usuários de traficantes, mas espera-se que o limite seja em torno de 40 gramas, suficiente para confeccionar cerca de 30 cigarros de maconha. A decisão final será anunciada nesta quarta-feira (26). O julgamento foi determinado logo no início da sessão pelo voto do ministro Dias Toffoli. Juntaram-se a ele, votando pela descriminalização, os ministros Gilmar Mendes (relator), Edson Fachin, Luís Roberto Barroso, Rosa Weber, Alexandre de Moraes, Luiz Fux e Cármen Lúcia. Os ministros Cristiano Zanin, Nunes Marques e André Mendonça votaram pela manutenção do porte de drogas como crime, conforme a decisão do Congresso em 2006. Luiz Fux, embora tenha votado pela constitucionalidade da lei que criminaliza o porte, deixou dúvidas sobre sua posição final.
A maioria dos ministros argumentou que o porte de maconha para uso pessoal deve ser considerado uma infração administrativa, não um crime penal. O resultado final será oficialmente proclamado nesta quarta-feira (26), quando os ministros definirão questões pendentes, como a quantidade máxima de droga para diferenciar usuários de traficantes. Até a semana passada, o placar estava em 5 a 3 pela descriminalização, com o ministro Dias Toffoli propondo uma terceira via de entendimento sobre o caso. Na sessão desta terça-feira, ao esclarecer seu voto, Toffoli declarou ser contra a punição penal para qualquer usuário de drogas, não apenas de maconha. Assista

Postagens mais visitadas deste blog

Jovem Pan baixa a cabeça e demite Thiago Pavinatto, (Veja o Vídeo)

O apresentador Tiago Pavinatto, do programa Linha de Frente e Os Pingos nos Is, foi demitido da Jovem Pan nesta terça-feira (22). A demissão ocorreu após o advogado e comentarista político se recusar a pedir desculpas a um desembargador que foi chamado por ele de “vagabundo tarado”. Nesta segunda (21), Pavinatto comentou a decisão do desembargador Airton Vieira, do Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ-SP), de ter inocentado um acusado de estupro contra uma menina de 13 anos. Exaltado com a notícia, Pavinatto ofendeu o magistrado e, mesmo a emissora pedindo para que ele se desculpasse, o profissional se negou. – A direção da casa está pedindo uma retratação ao desembargador Airton Vieira e eu não vou fazer. E eu deixo claro aqui: eu não vou fazer uma retratação para uma pessoa que ganha dinheiro público, livra um pedófilo, e ainda chama a vítima, de 13 anos de idade, de vagabunda – declarou. E continuou: – Eu me nego a fazer. Estou sendo cobrado insistentemente a me retratar. Eu n

Thiago Pavinatto se pronuncia após saída da Jovem Pan

O apresentador Tiago Pavinatto, do programa Linha de Frente e Os Pingos nos Is, foi demitido da Jovem Pan nesta terça-feira (22) . A demissão ocorreu após o advogado e comentarista político se recusar a pedir desculpas a um desembargador que foi chamado por ele de “vagabundo tarado”. Em alguns posts nas redes o apresentador comentou o seguinte: "Essa é a versão oficial da minha saída da Jovem Pan. Eu jamais, JAMAIS, pediria desculpas por me revoltar contra um desembargador que inocentou um pedófilo septuagenário argumentando que a criança estuprada era prostituta e drogada. Não fui demitido: disse, com paz de espírito, que preferia perder o contrato a perder a decência. Essa é a versão oficial da minha saída da Jovem Pan. — Pavinatto (@Pavinatto) August 23, 2023

Herói sem capa: Policial enfrenta sozinho trio de criminosos que mantinham família refém e salva todos, (Veja o Vídeo)

Imagens de câmera de monitoramento mostram o momento em que um brigadiano sozinho salva um casal e uma criança feitos reféns durante assalto na noite de terça-feira (1º) em Estância Velha.  O confronto aconteceu uma agropecuária na Rua Walter Klein, no bairro Bela Vista. Nas cenas, o policial militar aparece armado em uma área externa da agropecuária. Em seguida, dois criminosos saem segurando as vítimas, que são seguidas por um cordeiro. "Foi uma situação inédita para mim", diz policial que salvou família refém de assalto em agropecuária de Estância Velha Criminoso que morreu após ser baleado durante assalto com reféns em Estância Velha usava tornozeleira eletrônica No momento em que os criminosos se aproximam de um carro estacionado em frente ao local, o policial se distancia em meio à rua. Os criminosos tentam embarcar com os reféns, mas o agente dispara um tiro em direção ao carro. O delegado de Estância Velha, Rafael Sauthier, explica que uma policial teria chegado