Gleisi atinge o ápice da indecência e desmente a própria mentira Gleisi atinge o ápice da indecência e desmente a própria mentira Gleisi atinge o ápice da indecência e desmente a própria mentira Pular para o conteúdo principal

Gleisi atinge o ápice da indecência e desmente a própria mentira

A presidente do PT, Gleisi Hoffmann, enfrenta críticas por sua aparente contradição em relação à situação de Thiago dos Reis, influenciador digital pró-PT. Inicialmente, Gleisi negou que houvesse um mandado de prisão contra Thiago, alegando que as notícias eram falsas e que o processo era na verdade contra o pai dele. Em seguida, ela confirmou que Thiago poderia ter evitado o mandado de prisão ao pagar três meses de pensão, mas se recusou a fazê-lo. Essa situação expõe várias questões problemáticas: Contradição: Ao primeiro negar e depois confirmar a existência de um mandado de prisão contra Thiago, Gleisi Hoffmann parece se contradizer. Isso gera dúvidas sobre a consistência e a veracidade de suas declarações. A falta de clareza pode ser vista como uma tentativa de confundir ou desinformar o público, algo particularmente grave vindo de uma figura que alega combater fake news. Transparência e Credibilidade: A contradição na declaração de Gleisi mina sua credibilidade e a do PT no combate às fake news. Para alguém que se posiciona contra a desinformação, é fundamental manter uma postura clara e coerente, garantindo que suas declarações sejam precisas e transparentes. Implicações Legais e Morais: A situação em torno de Thiago dos Reis também levanta questões legais e morais. Se de fato houve uma recusa em pagar a pensão que poderia evitar um mandado de prisão, isso coloca em questão o comportamento ético de Thiago e como ele lida com suas responsabilidades pessoais. A defesa pública de Gleisi, sem abordar essas nuances, pode ser vista como uma tentativa de encobrir ou minimizar essas questões. Percepção Pública: A percepção pública é crucial para líderes políticos. As declarações contraditórias de Gleisi Hoffmann podem ser vistas como um reflexo de uma liderança instável ou desorganizada, o que pode afetar negativamente a imagem do partido e sua capacidade de governar com eficácia. Para preservar a integridade e a confiança do público, é essencial que líderes políticos como Gleisi Hoffmann mantenham a coerência em suas declarações e abordem as questões com transparência e responsabilidade.

Postagens mais visitadas deste blog

Jovem Pan baixa a cabeça e demite Thiago Pavinatto, (Veja o Vídeo)

O apresentador Tiago Pavinatto, do programa Linha de Frente e Os Pingos nos Is, foi demitido da Jovem Pan nesta terça-feira (22). A demissão ocorreu após o advogado e comentarista político se recusar a pedir desculpas a um desembargador que foi chamado por ele de “vagabundo tarado”. Nesta segunda (21), Pavinatto comentou a decisão do desembargador Airton Vieira, do Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ-SP), de ter inocentado um acusado de estupro contra uma menina de 13 anos. Exaltado com a notícia, Pavinatto ofendeu o magistrado e, mesmo a emissora pedindo para que ele se desculpasse, o profissional se negou. – A direção da casa está pedindo uma retratação ao desembargador Airton Vieira e eu não vou fazer. E eu deixo claro aqui: eu não vou fazer uma retratação para uma pessoa que ganha dinheiro público, livra um pedófilo, e ainda chama a vítima, de 13 anos de idade, de vagabunda – declarou. E continuou: – Eu me nego a fazer. Estou sendo cobrado insistentemente a me retratar. Eu n

Thiago Pavinatto se pronuncia após saída da Jovem Pan

O apresentador Tiago Pavinatto, do programa Linha de Frente e Os Pingos nos Is, foi demitido da Jovem Pan nesta terça-feira (22) . A demissão ocorreu após o advogado e comentarista político se recusar a pedir desculpas a um desembargador que foi chamado por ele de “vagabundo tarado”. Em alguns posts nas redes o apresentador comentou o seguinte: "Essa é a versão oficial da minha saída da Jovem Pan. Eu jamais, JAMAIS, pediria desculpas por me revoltar contra um desembargador que inocentou um pedófilo septuagenário argumentando que a criança estuprada era prostituta e drogada. Não fui demitido: disse, com paz de espírito, que preferia perder o contrato a perder a decência. Essa é a versão oficial da minha saída da Jovem Pan. — Pavinatto (@Pavinatto) August 23, 2023

Herói sem capa: Policial enfrenta sozinho trio de criminosos que mantinham família refém e salva todos, (Veja o Vídeo)

Imagens de câmera de monitoramento mostram o momento em que um brigadiano sozinho salva um casal e uma criança feitos reféns durante assalto na noite de terça-feira (1º) em Estância Velha.  O confronto aconteceu uma agropecuária na Rua Walter Klein, no bairro Bela Vista. Nas cenas, o policial militar aparece armado em uma área externa da agropecuária. Em seguida, dois criminosos saem segurando as vítimas, que são seguidas por um cordeiro. "Foi uma situação inédita para mim", diz policial que salvou família refém de assalto em agropecuária de Estância Velha Criminoso que morreu após ser baleado durante assalto com reféns em Estância Velha usava tornozeleira eletrônica No momento em que os criminosos se aproximam de um carro estacionado em frente ao local, o policial se distancia em meio à rua. Os criminosos tentam embarcar com os reféns, mas o agente dispara um tiro em direção ao carro. O delegado de Estância Velha, Rafael Sauthier, explica que uma policial teria chegado