CNN/Atlas: Desaprovação de Lula tem pior índice de série histórica CNN/Atlas: Desaprovação de Lula tem pior índice de série histórica CNN/Atlas: Desaprovação de Lula tem pior índice de série histórica Pular para o conteúdo principal

CNN/Atlas: Desaprovação de Lula tem pior índice de série histórica

A recente pesquisa da CNN/Atlas Intel revela um panorama de desaprovação significativa ao governo do presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Com uma desaprovação atingindo 47%, este índice iguala o pior resultado desde o início de sua gestão. Este dado reflete uma insatisfação crescente entre a população, o que pode ser atribuído a diversos fatores, como as políticas econômicas, sociais e a percepção pública sobre a eficácia de seu governo. O fato de que 42,8% dos entrevistados consideram a gestão de Lula como "ruim ou péssima" indica uma divisão significativa na opinião pública. Esta divisão é ainda mais evidente quando observamos que 42,6% avaliam o governo como "ótimo ou bom", mostrando um empate técnico que evidencia a polarização política no país. Além disso, a pesquisa destaca a correlação entre a aprovação ou rejeição ao governo Lula e a escolha dos eleitores no segundo turno da eleição presidencial de 2022. Com 95,4% dos eleitores de Lula aprovando seu governo e 96,4% dos eleitores de Bolsonaro rejeitando-o, fica claro que as lealdades eleitorais permanecem fortemente divididas. Esse cenário de alta desaprovação e polarização pode ter consequências significativas para a governabilidade de Lula e para o cenário político futuro do Brasil. A continuidade desta desaprovação pode dificultar a implementação de políticas e reformas necessárias, além de influenciar as próximas eleições e o posicionamento dos partidos políticos. Esses números mostram a necessidade de o governo Lula se reconectar com a população, abordar as questões críticas que levam à insatisfação e buscar soluções que possam reduzir a polarização e aumentar a confiança da população em sua administração.

Postagens mais visitadas deste blog

Jovem Pan baixa a cabeça e demite Thiago Pavinatto, (Veja o Vídeo)

O apresentador Tiago Pavinatto, do programa Linha de Frente e Os Pingos nos Is, foi demitido da Jovem Pan nesta terça-feira (22). A demissão ocorreu após o advogado e comentarista político se recusar a pedir desculpas a um desembargador que foi chamado por ele de “vagabundo tarado”. Nesta segunda (21), Pavinatto comentou a decisão do desembargador Airton Vieira, do Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ-SP), de ter inocentado um acusado de estupro contra uma menina de 13 anos. Exaltado com a notícia, Pavinatto ofendeu o magistrado e, mesmo a emissora pedindo para que ele se desculpasse, o profissional se negou. – A direção da casa está pedindo uma retratação ao desembargador Airton Vieira e eu não vou fazer. E eu deixo claro aqui: eu não vou fazer uma retratação para uma pessoa que ganha dinheiro público, livra um pedófilo, e ainda chama a vítima, de 13 anos de idade, de vagabunda – declarou. E continuou: – Eu me nego a fazer. Estou sendo cobrado insistentemente a me retratar. Eu n

Thiago Pavinatto se pronuncia após saída da Jovem Pan

O apresentador Tiago Pavinatto, do programa Linha de Frente e Os Pingos nos Is, foi demitido da Jovem Pan nesta terça-feira (22) . A demissão ocorreu após o advogado e comentarista político se recusar a pedir desculpas a um desembargador que foi chamado por ele de “vagabundo tarado”. Em alguns posts nas redes o apresentador comentou o seguinte: "Essa é a versão oficial da minha saída da Jovem Pan. Eu jamais, JAMAIS, pediria desculpas por me revoltar contra um desembargador que inocentou um pedófilo septuagenário argumentando que a criança estuprada era prostituta e drogada. Não fui demitido: disse, com paz de espírito, que preferia perder o contrato a perder a decência. Essa é a versão oficial da minha saída da Jovem Pan. — Pavinatto (@Pavinatto) August 23, 2023

Herói sem capa: Policial enfrenta sozinho trio de criminosos que mantinham família refém e salva todos, (Veja o Vídeo)

Imagens de câmera de monitoramento mostram o momento em que um brigadiano sozinho salva um casal e uma criança feitos reféns durante assalto na noite de terça-feira (1º) em Estância Velha.  O confronto aconteceu uma agropecuária na Rua Walter Klein, no bairro Bela Vista. Nas cenas, o policial militar aparece armado em uma área externa da agropecuária. Em seguida, dois criminosos saem segurando as vítimas, que são seguidas por um cordeiro. "Foi uma situação inédita para mim", diz policial que salvou família refém de assalto em agropecuária de Estância Velha Criminoso que morreu após ser baleado durante assalto com reféns em Estância Velha usava tornozeleira eletrônica No momento em que os criminosos se aproximam de um carro estacionado em frente ao local, o policial se distancia em meio à rua. Os criminosos tentam embarcar com os reféns, mas o agente dispara um tiro em direção ao carro. O delegado de Estância Velha, Rafael Sauthier, explica que uma policial teria chegado