Bolsonaro se pronuncia para brasileiros nos EUA, expõe ‘situação complicada’ no Brasil Bolsonaro se pronuncia para brasileiros nos EUA, expõe ‘situação complicada’ no Brasil Bolsonaro se pronuncia para brasileiros nos EUA, expõe ‘situação complicada’ no Brasil Pular para o conteúdo principal

Bolsonaro se pronuncia para brasileiros nos EUA, expõe ‘situação complicada’ no Brasil

O ex-presidente Jair Bolsonaro participou de maneira virtual do Congresso Conservador Brasileiro, realizado nos Estados Unidos, onde discursou veementemente sobre o crescente cerceamento das liberdades individuais e políticas no Brasil. Em sua fala, transmitida aos participantes do evento, Bolsonaro criticou duramente as medidas tomadas pelo governo brasileiro e alertou para os perigos que o país enfrenta sob o que ele descreveu como um viés socialista crescente.
Durante o congresso, Bolsonaro focou em exemplos recentes de supostas perseguições políticas e censura, citando o caso do treinador da seleção brasileira de basquete que foi demitido após manifestar uma opinião considerada controversa pela esquerda. "Quem não está de acordo com a pauta da esquerda, com o politicamente correto e com aquilo que o sistema deseja aqui no Brasil tem a sua vida bastante prejudicada", afirmou o ex-presidente, ecoando críticas frequentes ao que ele percebe como uma hegemonia ideológica dominante.
Bolsonaro também comparou a situação política dos Estados Unidos com a do Brasil, sugerindo que o conservadorismo enfrenta menos obstáculos no país norte-americano. Ele expressou otimismo quanto à possível reeleição de Donald Trump, alegando que isso poderia fortalecer a posição dos conservadores não apenas nos EUA, mas também globalmente. "Estamos caindo, mais devagar, mas estamos caindo ainda, porque essa base eleitoral municipal que se prepara no momento aqui será a base para 26", destacou Bolsonaro, referindo-se às eleições municipais no Brasil.
Além das críticas políticas, Bolsonaro não poupou palavras ao discutir as medidas judiciais que, segundo ele, visam restringir a liberdade de expressão no país. Ele mencionou especificamente um inquérito no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) que resultou no confisco de renda de veículos de mídia conservadores, como a Folha Política. Segundo Bolsonaro, tais ações são injustificáveis e representam uma tentativa de silenciar vozes dissidentes.
"O Brasil tem hoje presos políticos, tribunais de exceção e jornais, parlamentares e influenciadores censurados", denunciou Bolsonaro, destacando a gravidade das medidas judiciais recentes que afetaram diretamente a liberdade de imprensa e expressão no país. Ele criticou diretamente ministros do Supremo Tribunal Federal (STF), como Luís Roberto Barroso, Alexandre de Moraes e Edson Fachin, acusando-os de atuar para reprimir vozes conservadoras e políticas de direita. A intervenção do ex-presidente brasileiro no congresso conservador também incluiu um apelo direto aos cidadãos brasileiros e à comunidade internacional para que continuem lutando pela liberdade e pela democracia. "Sem liberdade, não temos democracia. É aquilo que nós não queremos para nosso povo", enfatizou Bolsonaro, reforçando a importância de resistir a qualquer forma de autoritarismo ou censura. Ao abordar suas próprias restrições legais para uma eventual candidatura futura, Bolsonaro reafirmou sua convicção de que as eleições tanto nos Estados Unidos quanto na Europa poderiam servir como catalisadores para mudanças significativas também no Brasil. "Estamos fazendo o possível para recuperar, mas sabemos por onde passa essa possibilidade", comentou, referindo-se aos desafios legais que enfrenta. O discurso de Bolsonaro no Congresso Conservador Brasileiro reflete não apenas suas preocupações com o estado atual da democracia no Brasil, mas também suas esperanças e estratégias para um futuro político diferente. Enquanto o debate sobre a liberdade de expressão e a censura continua a moldar o cenário político no Brasil, figuras como Bolsonaro seguem desempenhando um papel central na defesa de valores conservadores e na luta contra o que percebem como excessos autoritários por parte das instituições judiciais e governamentais.

Postagens mais visitadas deste blog

Jovem Pan baixa a cabeça e demite Thiago Pavinatto, (Veja o Vídeo)

O apresentador Tiago Pavinatto, do programa Linha de Frente e Os Pingos nos Is, foi demitido da Jovem Pan nesta terça-feira (22). A demissão ocorreu após o advogado e comentarista político se recusar a pedir desculpas a um desembargador que foi chamado por ele de “vagabundo tarado”. Nesta segunda (21), Pavinatto comentou a decisão do desembargador Airton Vieira, do Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ-SP), de ter inocentado um acusado de estupro contra uma menina de 13 anos. Exaltado com a notícia, Pavinatto ofendeu o magistrado e, mesmo a emissora pedindo para que ele se desculpasse, o profissional se negou. – A direção da casa está pedindo uma retratação ao desembargador Airton Vieira e eu não vou fazer. E eu deixo claro aqui: eu não vou fazer uma retratação para uma pessoa que ganha dinheiro público, livra um pedófilo, e ainda chama a vítima, de 13 anos de idade, de vagabunda – declarou. E continuou: – Eu me nego a fazer. Estou sendo cobrado insistentemente a me retratar. Eu n

Thiago Pavinatto se pronuncia após saída da Jovem Pan

O apresentador Tiago Pavinatto, do programa Linha de Frente e Os Pingos nos Is, foi demitido da Jovem Pan nesta terça-feira (22) . A demissão ocorreu após o advogado e comentarista político se recusar a pedir desculpas a um desembargador que foi chamado por ele de “vagabundo tarado”. Em alguns posts nas redes o apresentador comentou o seguinte: "Essa é a versão oficial da minha saída da Jovem Pan. Eu jamais, JAMAIS, pediria desculpas por me revoltar contra um desembargador que inocentou um pedófilo septuagenário argumentando que a criança estuprada era prostituta e drogada. Não fui demitido: disse, com paz de espírito, que preferia perder o contrato a perder a decência. Essa é a versão oficial da minha saída da Jovem Pan. — Pavinatto (@Pavinatto) August 23, 2023

Herói sem capa: Policial enfrenta sozinho trio de criminosos que mantinham família refém e salva todos, (Veja o Vídeo)

Imagens de câmera de monitoramento mostram o momento em que um brigadiano sozinho salva um casal e uma criança feitos reféns durante assalto na noite de terça-feira (1º) em Estância Velha.  O confronto aconteceu uma agropecuária na Rua Walter Klein, no bairro Bela Vista. Nas cenas, o policial militar aparece armado em uma área externa da agropecuária. Em seguida, dois criminosos saem segurando as vítimas, que são seguidas por um cordeiro. "Foi uma situação inédita para mim", diz policial que salvou família refém de assalto em agropecuária de Estância Velha Criminoso que morreu após ser baleado durante assalto com reféns em Estância Velha usava tornozeleira eletrônica No momento em que os criminosos se aproximam de um carro estacionado em frente ao local, o policial se distancia em meio à rua. Os criminosos tentam embarcar com os reféns, mas o agente dispara um tiro em direção ao carro. O delegado de Estância Velha, Rafael Sauthier, explica que uma policial teria chegado