Barroso descumpre lei para ir ao ‘Gilmarpalooza’ Barroso descumpre lei para ir ao ‘Gilmarpalooza’ Barroso descumpre lei para ir ao ‘Gilmarpalooza’ Pular para o conteúdo principal

Barroso descumpre lei para ir ao ‘Gilmarpalooza’

O presidente do STF, Luis Roberto Barroso, está no centro de uma polêmica devido à sua presença no evento "Gilmarpalooza", organizado pelo IDP em Lisboa, enquanto o tribunal encerrava suas atividades no Brasil. A participação de Barroso levantou questionamentos sobre a conformidade com a lei da magistratura, que estabelece regras específicas para o funcionamento dos tribunais nos últimos dias úteis de cada período.
Segundo a legislação, os tribunais devem realizar sessões no primeiro e último dia útil de cada período, o que não teria sido seguido pelo STF, que antecipou suas atividades para terça-feira e encerrou na quarta-feira. Essa antecipação gerou críticas, especialmente considerando que outros tribunais superiores, como o TSE e o STJ, continuaram a realizar sessões na data estipulada pela lei. A situação é agravada pelo fato de Barroso estar fora do país não apenas em Lisboa, mas também com planos de viagem para a China, durante um período crucial para as atividades judiciais no Brasil.
Enquanto alguns ministros do STF participaram das sessões de forma remota, como Dias Toffoli, Alexandre de Moraes e o próprio Gilmar Mendes, a ausência física do presidente do tribunal levanta questões sobre sua responsabilidade em liderar o funcionamento regular do STF. A assessoria do STF informou que Barroso está considerando a possibilidade de realizar uma sessão na próxima segunda-feira para cumprir as exigências legais pendentes. No entanto, ainda não está claro se essa sessão será presencial ou realizada de forma remota, o que adiciona uma camada de incerteza sobre como o tribunal lidará com esta situação inédita.
Essa não é a primeira vez que o STF enfrenta críticas por descumprimento das normas de funcionamento estabelecidas pela legislação vigente. Um precedente similar ocorreu em 2019, quando o tribunal também não realizou uma sessão no último dia útil do semestre. Esses episódios destacam a importância de uma gestão transparente e responsável das atividades judiciais, especialmente em um momento em que a credibilidade das instituições é crucial para o funcionamento democrático do país. Enquanto outros ministros do STF, como Edson Fachin, Carmen Lúcia, Kássio Nunes Marques e André Mendonça, permanecem em Brasília para as atividades judiciais, a ausência de Barroso em um momento crítico do calendário do tribunal levanta debates sobre a necessidade de garantir a continuidade e a regularidade das decisões judiciais no Brasil. Por fim, a controvérsia em torno da participação de Barroso em eventos internacionais e sua ausência durante o encerramento do semestre judiciário sublinha a importância de uma liderança judicial comprometida com o cumprimento estrito das leis e normas que regem o funcionamento do STF. A decisão final de Barroso quanto à realização da sessão na próxima segunda-feira será crucial para mitigar as críticas e reafirmar a integridade e a responsabilidade do tribunal perante a sociedade brasileira.

Postagens mais visitadas deste blog

Jovem Pan baixa a cabeça e demite Thiago Pavinatto, (Veja o Vídeo)

O apresentador Tiago Pavinatto, do programa Linha de Frente e Os Pingos nos Is, foi demitido da Jovem Pan nesta terça-feira (22). A demissão ocorreu após o advogado e comentarista político se recusar a pedir desculpas a um desembargador que foi chamado por ele de “vagabundo tarado”. Nesta segunda (21), Pavinatto comentou a decisão do desembargador Airton Vieira, do Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ-SP), de ter inocentado um acusado de estupro contra uma menina de 13 anos. Exaltado com a notícia, Pavinatto ofendeu o magistrado e, mesmo a emissora pedindo para que ele se desculpasse, o profissional se negou. – A direção da casa está pedindo uma retratação ao desembargador Airton Vieira e eu não vou fazer. E eu deixo claro aqui: eu não vou fazer uma retratação para uma pessoa que ganha dinheiro público, livra um pedófilo, e ainda chama a vítima, de 13 anos de idade, de vagabunda – declarou. E continuou: – Eu me nego a fazer. Estou sendo cobrado insistentemente a me retratar. Eu n

Thiago Pavinatto se pronuncia após saída da Jovem Pan

O apresentador Tiago Pavinatto, do programa Linha de Frente e Os Pingos nos Is, foi demitido da Jovem Pan nesta terça-feira (22) . A demissão ocorreu após o advogado e comentarista político se recusar a pedir desculpas a um desembargador que foi chamado por ele de “vagabundo tarado”. Em alguns posts nas redes o apresentador comentou o seguinte: "Essa é a versão oficial da minha saída da Jovem Pan. Eu jamais, JAMAIS, pediria desculpas por me revoltar contra um desembargador que inocentou um pedófilo septuagenário argumentando que a criança estuprada era prostituta e drogada. Não fui demitido: disse, com paz de espírito, que preferia perder o contrato a perder a decência. Essa é a versão oficial da minha saída da Jovem Pan. — Pavinatto (@Pavinatto) August 23, 2023

Herói sem capa: Policial enfrenta sozinho trio de criminosos que mantinham família refém e salva todos, (Veja o Vídeo)

Imagens de câmera de monitoramento mostram o momento em que um brigadiano sozinho salva um casal e uma criança feitos reféns durante assalto na noite de terça-feira (1º) em Estância Velha.  O confronto aconteceu uma agropecuária na Rua Walter Klein, no bairro Bela Vista. Nas cenas, o policial militar aparece armado em uma área externa da agropecuária. Em seguida, dois criminosos saem segurando as vítimas, que são seguidas por um cordeiro. "Foi uma situação inédita para mim", diz policial que salvou família refém de assalto em agropecuária de Estância Velha Criminoso que morreu após ser baleado durante assalto com reféns em Estância Velha usava tornozeleira eletrônica No momento em que os criminosos se aproximam de um carro estacionado em frente ao local, o policial se distancia em meio à rua. Os criminosos tentam embarcar com os reféns, mas o agente dispara um tiro em direção ao carro. O delegado de Estância Velha, Rafael Sauthier, explica que uma policial teria chegado