Vídeo: Líder do Governo falou demais e deixou Lira de 'calças curtas' Vídeo: Líder do Governo falou demais e deixou Lira de 'calças curtas' Vídeo: Líder do Governo falou demais e deixou Lira de 'calças curtas' Pular para o conteúdo principal
;

Vídeo: Líder do Governo falou demais e deixou Lira de 'calças curtas'

A recente decisão da Câmara dos Deputados de aprovar o projeto de lei que elimina a isenção de impostos para compras de até 50 dólares do exterior gerou uma série de controvérsias. A votação, realizada de maneira simbólica, deixou muitos questionamentos sobre a transparência e a responsabilidade dos deputados envolvidos.
Durante a sessão, o líder do governo na Câmara, José Guimarães (PT-CE), defendeu a votação simbólica, ressaltando que o partido Novo, o único que se opôs à proposta, não possuía votos suficientes para solicitar uma votação nominal. Isso levou a uma repreensão do presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), que afirmou que Guimarães não deveria ter feito tal comentário no microfone. O incidente gerou discussões nas redes sociais, interpretando a repreensão como uma tentativa de censura e uma manobra para ocultar a responsabilidade dos deputados na aprovação da taxação. O contexto é importante para entender as nuances do debate. A votação simbólica do texto base do projeto, que incluía a taxação de compras de plataformas como Shopee e Shein, já havia ocorrido. Naquele momento específico, a discussão se referia a uma emenda adicional sobre a política de conteúdo local para atividades de exploração e produção de petróleo. Esta emenda foi aprovada com 174 votos a favor, 159 contrários e uma abstenção, desta vez em uma votação nominal. A reação de Lira parece ter sido uma crítica à forma indelicada como Guimarães mencionou a pequena bancada do partido Novo, mas a situação revelou a tentativa do governo Lula de evitar a exposição pública dos votos dos deputados. Essa estratégia foi vista como uma maneira de diminuir a responsabilidade política dos parlamentares governistas, que apoiaram a eliminação da isenção tributária. Este episódio destaca a complexidade das negociações políticas e a necessidade de maior transparência nos processos legislativos, especialmente quando se trata de decisões que impactam diretamente a população. A aprovação da taxação de compras internacionais é um exemplo claro de como interesses e estratégias políticas podem influenciar decisões que afetam o bolso dos cidadãos.

Postagens mais visitadas deste blog

Jovem Pan baixa a cabeça e demite Thiago Pavinatto, (Veja o Vídeo)

O apresentador Tiago Pavinatto, do programa Linha de Frente e Os Pingos nos Is, foi demitido da Jovem Pan nesta terça-feira (22). A demissão ocorreu após o advogado e comentarista político se recusar a pedir desculpas a um desembargador que foi chamado por ele de “vagabundo tarado”. Nesta segunda (21), Pavinatto comentou a decisão do desembargador Airton Vieira, do Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ-SP), de ter inocentado um acusado de estupro contra uma menina de 13 anos. Exaltado com a notícia, Pavinatto ofendeu o magistrado e, mesmo a emissora pedindo para que ele se desculpasse, o profissional se negou. – A direção da casa está pedindo uma retratação ao desembargador Airton Vieira e eu não vou fazer. E eu deixo claro aqui: eu não vou fazer uma retratação para uma pessoa que ganha dinheiro público, livra um pedófilo, e ainda chama a vítima, de 13 anos de idade, de vagabunda – declarou. E continuou: – Eu me nego a fazer. Estou sendo cobrado insistentemente a me retratar. Eu n

Thiago Pavinatto se pronuncia após saída da Jovem Pan

O apresentador Tiago Pavinatto, do programa Linha de Frente e Os Pingos nos Is, foi demitido da Jovem Pan nesta terça-feira (22) . A demissão ocorreu após o advogado e comentarista político se recusar a pedir desculpas a um desembargador que foi chamado por ele de “vagabundo tarado”. Em alguns posts nas redes o apresentador comentou o seguinte: "Essa é a versão oficial da minha saída da Jovem Pan. Eu jamais, JAMAIS, pediria desculpas por me revoltar contra um desembargador que inocentou um pedófilo septuagenário argumentando que a criança estuprada era prostituta e drogada. Não fui demitido: disse, com paz de espírito, que preferia perder o contrato a perder a decência. Essa é a versão oficial da minha saída da Jovem Pan. — Pavinatto (@Pavinatto) August 23, 2023

Herói sem capa: Policial enfrenta sozinho trio de criminosos que mantinham família refém e salva todos, (Veja o Vídeo)

Imagens de câmera de monitoramento mostram o momento em que um brigadiano sozinho salva um casal e uma criança feitos reféns durante assalto na noite de terça-feira (1º) em Estância Velha.  O confronto aconteceu uma agropecuária na Rua Walter Klein, no bairro Bela Vista. Nas cenas, o policial militar aparece armado em uma área externa da agropecuária. Em seguida, dois criminosos saem segurando as vítimas, que são seguidas por um cordeiro. "Foi uma situação inédita para mim", diz policial que salvou família refém de assalto em agropecuária de Estância Velha Criminoso que morreu após ser baleado durante assalto com reféns em Estância Velha usava tornozeleira eletrônica No momento em que os criminosos se aproximam de um carro estacionado em frente ao local, o policial se distancia em meio à rua. Os criminosos tentam embarcar com os reféns, mas o agente dispara um tiro em direção ao carro. O delegado de Estância Velha, Rafael Sauthier, explica que uma policial teria chegado