Para aprova PEC, Governo Lula tenta investir em Mourão Para aprova PEC, Governo Lula tenta investir em Mourão Para aprova PEC, Governo Lula tenta investir em Mourão Pular para o conteúdo principal
;

Para aprova PEC, Governo Lula tenta investir em Mourão

Em uma investida a favor da PEC 42/23, a PEC dos militares, o ministro da Defesa, José Múcio Monteiro, organizou um almoço no Comando do Exército, em Brasília, com a presença de Hamilton Mourão (Republicanos-RS), senador da oposição. A informação é do Pleno News
De acordo com a coluna de Bela Megale, do jornal O Globo, Múcio tinha como objetivo convencer Mourão a apoiar a PEC, que impede a participação de militares da ativa nas eleições. Mourão é general da reserva e principal opositor da matéria no Senado. Para o ex-vice-presidente, a proposta de emenda à Constituição transforma os oficiais em “cidadãos de segunda classe”. O general chegou a dizer que a proposta pode até avançar no Senado, mas encontrará forte resistência na Câmara dos Deputados. No entanto, sua posição permanece contra. – Continuo contra a PEC e sempre considerei que temos que colocar em votação — disse Mourão a Megale. O senador considera que a PEC pode ser alterada para garantir aos militares uma remuneração proporcional ao tempo que estiveram nas Forças Armadas. Participaram do almoço o líder do governo no Senado, Jaques Wagner (PT-BA), e os comandantes das Forças Armadas. general Tomás Ribeiro Paiva (Exército), almirante Marcos Sampaio Olsen (Marinha) e brigadeiro Marcelo Kanitz Damasceno (Aeronáutica). O encontro ocorreu no dia 24 de março e acabou motivando o cancelamento da audiência pública que estava prevista para o dia seguinte, dia 25. Segundo o Valor Econômico, os presentes chegaram a um consenso de que não seriam mais necessárias as sessões para debater a PEC, pois “só haveria bate-boca e não construiria coisa nenhuma”.

Postagens mais visitadas deste blog

Jovem Pan baixa a cabeça e demite Thiago Pavinatto, (Veja o Vídeo)

O apresentador Tiago Pavinatto, do programa Linha de Frente e Os Pingos nos Is, foi demitido da Jovem Pan nesta terça-feira (22). A demissão ocorreu após o advogado e comentarista político se recusar a pedir desculpas a um desembargador que foi chamado por ele de “vagabundo tarado”. Nesta segunda (21), Pavinatto comentou a decisão do desembargador Airton Vieira, do Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ-SP), de ter inocentado um acusado de estupro contra uma menina de 13 anos. Exaltado com a notícia, Pavinatto ofendeu o magistrado e, mesmo a emissora pedindo para que ele se desculpasse, o profissional se negou. – A direção da casa está pedindo uma retratação ao desembargador Airton Vieira e eu não vou fazer. E eu deixo claro aqui: eu não vou fazer uma retratação para uma pessoa que ganha dinheiro público, livra um pedófilo, e ainda chama a vítima, de 13 anos de idade, de vagabunda – declarou. E continuou: – Eu me nego a fazer. Estou sendo cobrado insistentemente a me retratar. Eu n

Thiago Pavinatto se pronuncia após saída da Jovem Pan

O apresentador Tiago Pavinatto, do programa Linha de Frente e Os Pingos nos Is, foi demitido da Jovem Pan nesta terça-feira (22) . A demissão ocorreu após o advogado e comentarista político se recusar a pedir desculpas a um desembargador que foi chamado por ele de “vagabundo tarado”. Em alguns posts nas redes o apresentador comentou o seguinte: "Essa é a versão oficial da minha saída da Jovem Pan. Eu jamais, JAMAIS, pediria desculpas por me revoltar contra um desembargador que inocentou um pedófilo septuagenário argumentando que a criança estuprada era prostituta e drogada. Não fui demitido: disse, com paz de espírito, que preferia perder o contrato a perder a decência. Essa é a versão oficial da minha saída da Jovem Pan. — Pavinatto (@Pavinatto) August 23, 2023

Herói sem capa: Policial enfrenta sozinho trio de criminosos que mantinham família refém e salva todos, (Veja o Vídeo)

Imagens de câmera de monitoramento mostram o momento em que um brigadiano sozinho salva um casal e uma criança feitos reféns durante assalto na noite de terça-feira (1º) em Estância Velha.  O confronto aconteceu uma agropecuária na Rua Walter Klein, no bairro Bela Vista. Nas cenas, o policial militar aparece armado em uma área externa da agropecuária. Em seguida, dois criminosos saem segurando as vítimas, que são seguidas por um cordeiro. "Foi uma situação inédita para mim", diz policial que salvou família refém de assalto em agropecuária de Estância Velha Criminoso que morreu após ser baleado durante assalto com reféns em Estância Velha usava tornozeleira eletrônica No momento em que os criminosos se aproximam de um carro estacionado em frente ao local, o policial se distancia em meio à rua. Os criminosos tentam embarcar com os reféns, mas o agente dispara um tiro em direção ao carro. O delegado de Estância Velha, Rafael Sauthier, explica que uma policial teria chegado