Exército recua sobre página com política de moderação Exército recua sobre página com política de moderação Exército recua sobre página com política de moderação Pular para o conteúdo principal
;

Exército recua sobre página com política de moderação

Após intensas críticas e reclamações de usuários de redes sociais, o Exército Brasileiro recuou e retirou do ar a página que continha a política de moderação para suas redes sociais. A medida foi tomada após a divulgação de informações pela Revista Sociedade Militar em 26 de abril de 2024, que revelou o conteúdo das diretrizes e gerou um amplo debate sobre a liberdade de expressão e os limites da atuação das autoridades militares na internet.
A página, que anteriormente apresentava as regras e diretrizes para o uso das redes sociais pelo Exército, agora exibe uma mensagem de erro 404, indicando que o conteúdo não está mais disponível. Essa mudança abrupta ocorreu em resposta às críticas recebidas não apenas nas redes sociais, mas também em publicações de grande expressão na imprensa nacional. Entre as críticas mais contundentes estava a disposição de denunciar autoridades por parte do Exército, uma medida que despertou preocupações sobre possíveis abusos e violações dos direitos individuais dos cidadãos. Essa política, que agora foi retirada do ar, gerou debates acalorados sobre a relação entre liberdade de expressão e segurança institucional. O Comando do Exército, liderado pelo General de Exército Tomás Miguel Miné, optou por retirar o documento tanto em formato PDF quanto em HTML de seus portais oficiais, substituindo-o por uma mensagem de erro. No entanto, cópias das diretrizes removidas ainda podem ser acessadas através de fontes externas, como a seção "Documentos importantes - Base para artigos publicados na Revista Sociedade Militar". A retirada da política de moderação das redes sociais do Exército representa um recuo significativo por parte da instituição diante da pressão pública e do debate gerado em torno do tema. Essa decisão reflete a sensibilidade do Exército em relação às preocupações da sociedade civil e às demandas por transparência e respeito aos direitos individuais, especialmente no ambiente digital. Por enquanto, resta aguardar para ver se o Exército Brasileiro irá revisar suas políticas de moderação das redes sociais e, caso o faça, como serão os novos parâmetros estabelecidos. Enquanto isso, o debate sobre a liberdade de expressão e o papel das instituições militares nas redes sociais continua a ocupar um lugar central nas discussões sobre democracia e cidadania no Brasil.

Postagens mais visitadas deste blog

Jovem Pan baixa a cabeça e demite Thiago Pavinatto, (Veja o Vídeo)

O apresentador Tiago Pavinatto, do programa Linha de Frente e Os Pingos nos Is, foi demitido da Jovem Pan nesta terça-feira (22). A demissão ocorreu após o advogado e comentarista político se recusar a pedir desculpas a um desembargador que foi chamado por ele de “vagabundo tarado”. Nesta segunda (21), Pavinatto comentou a decisão do desembargador Airton Vieira, do Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ-SP), de ter inocentado um acusado de estupro contra uma menina de 13 anos. Exaltado com a notícia, Pavinatto ofendeu o magistrado e, mesmo a emissora pedindo para que ele se desculpasse, o profissional se negou. – A direção da casa está pedindo uma retratação ao desembargador Airton Vieira e eu não vou fazer. E eu deixo claro aqui: eu não vou fazer uma retratação para uma pessoa que ganha dinheiro público, livra um pedófilo, e ainda chama a vítima, de 13 anos de idade, de vagabunda – declarou. E continuou: – Eu me nego a fazer. Estou sendo cobrado insistentemente a me retratar. Eu n

Thiago Pavinatto se pronuncia após saída da Jovem Pan

O apresentador Tiago Pavinatto, do programa Linha de Frente e Os Pingos nos Is, foi demitido da Jovem Pan nesta terça-feira (22) . A demissão ocorreu após o advogado e comentarista político se recusar a pedir desculpas a um desembargador que foi chamado por ele de “vagabundo tarado”. Em alguns posts nas redes o apresentador comentou o seguinte: "Essa é a versão oficial da minha saída da Jovem Pan. Eu jamais, JAMAIS, pediria desculpas por me revoltar contra um desembargador que inocentou um pedófilo septuagenário argumentando que a criança estuprada era prostituta e drogada. Não fui demitido: disse, com paz de espírito, que preferia perder o contrato a perder a decência. Essa é a versão oficial da minha saída da Jovem Pan. — Pavinatto (@Pavinatto) August 23, 2023

Herói sem capa: Policial enfrenta sozinho trio de criminosos que mantinham família refém e salva todos, (Veja o Vídeo)

Imagens de câmera de monitoramento mostram o momento em que um brigadiano sozinho salva um casal e uma criança feitos reféns durante assalto na noite de terça-feira (1º) em Estância Velha.  O confronto aconteceu uma agropecuária na Rua Walter Klein, no bairro Bela Vista. Nas cenas, o policial militar aparece armado em uma área externa da agropecuária. Em seguida, dois criminosos saem segurando as vítimas, que são seguidas por um cordeiro. "Foi uma situação inédita para mim", diz policial que salvou família refém de assalto em agropecuária de Estância Velha Criminoso que morreu após ser baleado durante assalto com reféns em Estância Velha usava tornozeleira eletrônica No momento em que os criminosos se aproximam de um carro estacionado em frente ao local, o policial se distancia em meio à rua. Os criminosos tentam embarcar com os reféns, mas o agente dispara um tiro em direção ao carro. O delegado de Estância Velha, Rafael Sauthier, explica que uma policial teria chegado