Emissora de TV é obrigada a fechar as portas e demitir todos os funcionários Emissora de TV é obrigada a fechar as portas e demitir todos os funcionários Emissora de TV é obrigada a fechar as portas e demitir todos os funcionários Pular para o conteúdo principal
;

Emissora de TV é obrigada a fechar as portas e demitir todos os funcionários

Informações que surgiram nos últimos dias e foram confirmadas recentemente dão conta de que a conhecida emissora de TV da capital gaúcha Porto Alegre, a RDC TV, foi duramente prejudicada pelas enchentes. A sede da emissora foi atingida e a água chegou nos estúdios.
Diante disso, a RDC demitiu todos os funcionários e rompeu contrato com fornecedores. A decisão, que atinge cerca de 30 colaboradores, foi comunicada internamente na sexta-feira, 17. A emissora foi obrigada a fechar as portas pois não há condições de o canal se manter e voltar a realizar transmissões. Todos os equipamentos da casa foram danificados. De acordo com a reportagem de site Coletiva.net, o CEO da RDC TV, Márcio Irion, explicou que a decisão foi tomada porque não seria justo atrasar os pagamentos para manter de pé a emissora que "dificilmente conseguirá se reerguer". "Decidimos romper os contratos e pagar todos com um empréstimo que fizemos. A escolha levou em conta o fato que muitas pessoas que estavam conosco precisam de recursos neste momento", explicou. Márcio foi pessoalmente conferir a situação da emissora para saber se havia a possibilidade de recuperar materiais e a estrutura. Além de constatar o cenário de destruição, disse ter adoecido, em decorrência de uma infecção respiratória, após ter inalado o mofo do local, que se criou com a umidade. "É muito difícil falar sobre isto neste momento. Muita tristeza ver o que vi", disse. Confira a nota enviada por Márcio para funcionários da RDC TV Meus amigos! Eu queria neste momento poder estar junto de todos para dizer o que sinto com esta tragédia, mas depois de ter acessado a nossa empresa para ver se havia a possibilidade de salvar algo eu adoeci, fazem quatro dias que estou de cama com uma infecção respiratória por ter respirado o mofo que impregnou nossa empresa totalmente devastada. No dia em que tudo começou estávamos fortes juntos cumprindo a missão de informar, contudo, quando percebemos que as águas estavam chegando eu tomei a decisão de evacuação do prédio deixando tudo para trás, por dois motivos, primeiro porque ninguém da nossa equipe poderia correr o risco de perder o pouco que têm, seus veículos e motos, segundo porque o avanço das águas foi muito rápido e o risco de um acidente elétrico poderia ser fatal para alguns, ou todos nós, por isto a decisão de fechar a porta e sair. Para mim, mais um momento em que pensei no bem estar das pessoas. Nossa empresa vive de tecnologia, foram 6 anos de muitos investimentos para chegar onde chegamos, contudo 24 horas acabaram com nosso sonho, todos os equipamentos foram destruídos. Um dia sonhei em empreender em algo que pudesse de fato ajudar as pessoas, não foi fácil, mas quis Deus que este sonho acabasse justamente quando as pessoas mais precisaram, confesso que até aqui um conjunto de sentimentos me tomaram, não saberia explicar qual deles mais me impacta, mas de uma coisa eu tenho certeza, fiz tudo que eu pude para que este sonho transformasse vidas, tenho a convicção que as milhares de portas que bati e foram muitas, a grande maioria se fecharam, mas algumas se abriram e nos permitiram fazer tudo que fizemos. A mim cabe a responsabilidade das decisões e neste dia tomei com muita dor mais uma que marcará a minha vida, encerrar todos os contratos de trabalho e prestadores de serviço, bem como cancelar todos os contratos com fornecedores, (posso garantir para vocês que neste momento está sendo difícil escrever estas palavras), mas sei que minha decisão está mais uma vez pensando nas pessoas. A empresa não teria como pagar os contratos dos prestadores de serviço, afinal estamos sem receita e fora do ar, os salários não seriam pagos e pior que não pagar é sacrificar quem mais precisa. Por isso decidi neste momento me socorrer de um empréstimo para pagar a última folha de pagamento, e a última obrigação que temos com os prestadores de serviços, pois sei que neste momento muitos de nós estão passando dificuldade e necessitando destes recursos. O futuro não sabemos, mas se for para deixar registrado nossa participação na história da Comunicação sei que cumprimos a missão, e se for para nos reconstruirmos aí caberá a Deus nos enviar um anjo que reconstrua esta história, até aqui encerro minha participação neste sonho, com a certeza que dei o melhor de mim. A cada um de vocês quero deixar meu profundo agradecimento e profunda GRATIDÃO, por terem feito parte desta história, por terem dedicado cada minuto em prol da comunicação e das pessoas. A verdadeira democracia começa pela liberdade de imprensa, e cabe a vocês manterem esta chama da inquietude jornalística acessa. A RDCTV aprendeu muito com todos vocês, âncoras, repórteres, jornalistas, editores, técnicos e todos aqueles que de alguma forma nos ajudaram a fazer um veículo local cumprir sua missão. Deus abençoe a todas as famílias atingidas por esta tragédia, que Deus ilumine cada um de vocês. Beijos. Informações Jornal da Cidade

Postagens mais visitadas deste blog

Jovem Pan baixa a cabeça e demite Thiago Pavinatto, (Veja o Vídeo)

O apresentador Tiago Pavinatto, do programa Linha de Frente e Os Pingos nos Is, foi demitido da Jovem Pan nesta terça-feira (22). A demissão ocorreu após o advogado e comentarista político se recusar a pedir desculpas a um desembargador que foi chamado por ele de “vagabundo tarado”. Nesta segunda (21), Pavinatto comentou a decisão do desembargador Airton Vieira, do Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ-SP), de ter inocentado um acusado de estupro contra uma menina de 13 anos. Exaltado com a notícia, Pavinatto ofendeu o magistrado e, mesmo a emissora pedindo para que ele se desculpasse, o profissional se negou. – A direção da casa está pedindo uma retratação ao desembargador Airton Vieira e eu não vou fazer. E eu deixo claro aqui: eu não vou fazer uma retratação para uma pessoa que ganha dinheiro público, livra um pedófilo, e ainda chama a vítima, de 13 anos de idade, de vagabunda – declarou. E continuou: – Eu me nego a fazer. Estou sendo cobrado insistentemente a me retratar. Eu n

Thiago Pavinatto se pronuncia após saída da Jovem Pan

O apresentador Tiago Pavinatto, do programa Linha de Frente e Os Pingos nos Is, foi demitido da Jovem Pan nesta terça-feira (22) . A demissão ocorreu após o advogado e comentarista político se recusar a pedir desculpas a um desembargador que foi chamado por ele de “vagabundo tarado”. Em alguns posts nas redes o apresentador comentou o seguinte: "Essa é a versão oficial da minha saída da Jovem Pan. Eu jamais, JAMAIS, pediria desculpas por me revoltar contra um desembargador que inocentou um pedófilo septuagenário argumentando que a criança estuprada era prostituta e drogada. Não fui demitido: disse, com paz de espírito, que preferia perder o contrato a perder a decência. Essa é a versão oficial da minha saída da Jovem Pan. — Pavinatto (@Pavinatto) August 23, 2023

Herói sem capa: Policial enfrenta sozinho trio de criminosos que mantinham família refém e salva todos, (Veja o Vídeo)

Imagens de câmera de monitoramento mostram o momento em que um brigadiano sozinho salva um casal e uma criança feitos reféns durante assalto na noite de terça-feira (1º) em Estância Velha.  O confronto aconteceu uma agropecuária na Rua Walter Klein, no bairro Bela Vista. Nas cenas, o policial militar aparece armado em uma área externa da agropecuária. Em seguida, dois criminosos saem segurando as vítimas, que são seguidas por um cordeiro. "Foi uma situação inédita para mim", diz policial que salvou família refém de assalto em agropecuária de Estância Velha Criminoso que morreu após ser baleado durante assalto com reféns em Estância Velha usava tornozeleira eletrônica No momento em que os criminosos se aproximam de um carro estacionado em frente ao local, o policial se distancia em meio à rua. Os criminosos tentam embarcar com os reféns, mas o agente dispara um tiro em direção ao carro. O delegado de Estância Velha, Rafael Sauthier, explica que uma policial teria chegado