Twitter Files revela a lista mais chocante de todas Twitter Files revela a lista mais chocante de todas Twitter Files revela a lista mais chocante de todas Pular para o conteúdo principal
;

Twitter Files revela a lista mais chocante de todas

Na última quinta-feira, uma sessão especial do Senado brasileiro revelou informações estarrecedoras sobre a censura nas redes sociais no país. Informa o Jornal da Cidade. Os jornalistas Michael Shellenberger e David Ágape trouxeram à tona os resultados de uma investigação conhecida como Twitter Files Brazil, revelando uma lista abrangente de indivíduos e organizações que foram alvo de censura por parte do Judiciário brasileiro. Durante a apresentação, Shellenberger e Ágape detalharam os achados da investigação, utilizando um slideshow para expor os casos mais significativos de censura. Entre os aproximadamente 80 indivíduos e veículos de mídia penalizados por expressarem suas opiniões nas redes sociais, destacam-se figuras proeminentes da política, jornalismo e sociedade civil. Entre os casos mais notórios revelados pelos Twitter Files estão: - Luciano Hang: O empresário foi punido por criticar um artigo de um jornalista em um grupo de WhatsApp. - Homero Marchese: Político que teria divulgado um evento em Nova York indicando a localização de ministros do STF. - Jovem Pan: A rede de comunicação sofreu multas e proibição de uso de termos que pudessem "afetar a honra" do ex-presidente Lula. - Gazeta do Povo: O jornal foi penalizado por reportar o apoio de Lula ao presidente da Nicarágua. - O Antagonista: O veículo jornalístico foi sancionado por publicar sobre um membro de facção criminosa. - Revista Crusoé: Sofreu penalidades por divulgar a matéria “Amigo do Amigo do meu Pai”, envolvendo Dias Toffoli. - Brasil Paralelo: A produtora foi punida pela criação do documentário Desordem Informacional. - Bruno Aiub (Monark): Acusado de "espalhar desinformação" nas redes sociais. - Marcos Cintra: Político que questionou a transparência eleitoral e interpelou o TSE. - Allan dos Santos, Guilherme Fiuza, Paulo Figueiredo e Rodrigo Constantino: Jornalistas sancionados no âmbito do “inquérito das fake news”. - Bernardo Kuster: Jornalista que teve suas redes suspensas. As revelações dos Twitter Files também destacam a participação de órgãos do Judiciário, como o STF e o TSE, nos processos de censura. Além disso, apontam para a existência de uma Procuradoria Nacional da União em Defesa da Democracia, conhecida como "Ministério da Verdade", ligada ao governo Lula, envolvida em ações de censura nas redes sociais. A investigação também revelou a influência de propostas legislativas, como o Projeto de Lei 2.630/2020, apelidado de "PL da Mordaça", que poderia facilitar a censura nas redes sociais. Essas revelações provocam uma reflexão profunda sobre a liberdade de expressão no Brasil e levantam preocupações sobre o estado da democracia e do Estado de Direito no país. A censura nas redes sociais não apenas limita a liberdade de expressão, mas também ameaça a diversidade de opiniões e o debate público, fundamentais para uma sociedade democrática saudável. À medida que mais detalhes dos Twitter Files vêm à tona, é essencial que a sociedade civil e as instituições democráticas se mobilizem para garantir a proteção dos direitos fundamentais e a preservação da liberdade de expressão como um pilar da democracia brasileira.

Postagens mais visitadas deste blog

Jovem Pan baixa a cabeça e demite Thiago Pavinatto, (Veja o Vídeo)

O apresentador Tiago Pavinatto, do programa Linha de Frente e Os Pingos nos Is, foi demitido da Jovem Pan nesta terça-feira (22). A demissão ocorreu após o advogado e comentarista político se recusar a pedir desculpas a um desembargador que foi chamado por ele de “vagabundo tarado”. Nesta segunda (21), Pavinatto comentou a decisão do desembargador Airton Vieira, do Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ-SP), de ter inocentado um acusado de estupro contra uma menina de 13 anos. Exaltado com a notícia, Pavinatto ofendeu o magistrado e, mesmo a emissora pedindo para que ele se desculpasse, o profissional se negou. – A direção da casa está pedindo uma retratação ao desembargador Airton Vieira e eu não vou fazer. E eu deixo claro aqui: eu não vou fazer uma retratação para uma pessoa que ganha dinheiro público, livra um pedófilo, e ainda chama a vítima, de 13 anos de idade, de vagabunda – declarou. E continuou: – Eu me nego a fazer. Estou sendo cobrado insistentemente a me retratar. Eu n

Thiago Pavinatto se pronuncia após saída da Jovem Pan

O apresentador Tiago Pavinatto, do programa Linha de Frente e Os Pingos nos Is, foi demitido da Jovem Pan nesta terça-feira (22) . A demissão ocorreu após o advogado e comentarista político se recusar a pedir desculpas a um desembargador que foi chamado por ele de “vagabundo tarado”. Em alguns posts nas redes o apresentador comentou o seguinte: "Essa é a versão oficial da minha saída da Jovem Pan. Eu jamais, JAMAIS, pediria desculpas por me revoltar contra um desembargador que inocentou um pedófilo septuagenário argumentando que a criança estuprada era prostituta e drogada. Não fui demitido: disse, com paz de espírito, que preferia perder o contrato a perder a decência. Essa é a versão oficial da minha saída da Jovem Pan. — Pavinatto (@Pavinatto) August 23, 2023

Herói sem capa: Policial enfrenta sozinho trio de criminosos que mantinham família refém e salva todos, (Veja o Vídeo)

Imagens de câmera de monitoramento mostram o momento em que um brigadiano sozinho salva um casal e uma criança feitos reféns durante assalto na noite de terça-feira (1º) em Estância Velha.  O confronto aconteceu uma agropecuária na Rua Walter Klein, no bairro Bela Vista. Nas cenas, o policial militar aparece armado em uma área externa da agropecuária. Em seguida, dois criminosos saem segurando as vítimas, que são seguidas por um cordeiro. "Foi uma situação inédita para mim", diz policial que salvou família refém de assalto em agropecuária de Estância Velha Criminoso que morreu após ser baleado durante assalto com reféns em Estância Velha usava tornozeleira eletrônica No momento em que os criminosos se aproximam de um carro estacionado em frente ao local, o policial se distancia em meio à rua. Os criminosos tentam embarcar com os reféns, mas o agente dispara um tiro em direção ao carro. O delegado de Estância Velha, Rafael Sauthier, explica que uma policial teria chegado