Saiba por que Congresso dos EUA pediu acesso a decisões de Moraes Saiba por que Congresso dos EUA pediu acesso a decisões de Moraes Saiba por que Congresso dos EUA pediu acesso a decisões de Moraes Pular para o conteúdo principal
;

Saiba por que Congresso dos EUA pediu acesso a decisões de Moraes

Uma reviravolta surpreendente agita o cenário político internacional: os emails contendo ordens judiciais emitidas pelo ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF), contra contas da rede social X no Brasil, estão agora em posse do Comitê Jurídico da Câmara dos Representantes dos Estados Unidos. A solicitação das informações ocorreu no contexto de uma investigação sobre até que ponto o governo de Joe Biden estaria influenciando ou colaborando com empresas e intermediários para "censurar discursos legais" online. O ofício da Câmara dos Representantes dos EUA foi emitido na última sexta-feira (12) pelo deputado do Partido Republicano Jim Jordan, endereçado à CEO do X, Linda Yaccarino. O documento requeria acesso a todos os pedidos de Moraes e do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) relacionados à moderação de conteúdo na plataforma. Essa solicitação surge em meio a uma ação movida por procuradores dos estados de Louisiana e Missouri contra o governo Biden nos Estados Unidos. Eles acusam o presidente democrata de tentar censurar internautas ao pressionar redes sociais a excluir conteúdos considerados falsos por sua gestão. O Comitê Jurídico da Câmara dos EUA visa, portanto, examinar como outros governos, incluindo o Brasil, têm buscado censurar discursos online. O objetivo da investigação é identificar as principais vulnerabilidades enfrentadas pelo discurso online e propor projetos de lei para coibir a censura governamental aos usuários. O documento do Congresso dos EUA argumenta que o comitê possui jurisdição para investigar temas envolvendo liberdades civis e propor reformas legislativas necessárias. Essa iniciativa reflete o compromisso dos parlamentares americanos com a proteção da liberdade de expressão e a garantia dos direitos dos cidadãos na era digital. Em resposta ao pedido do Congresso dos EUA, a defesa do X Brasil enviou os emails ao ministro Alexandre de Moraes, informando que as informações solicitadas foram cedidas. No entanto, solicitou que os parlamentares tratasse os emails como confidenciais. Esses documentos foram incluídos por Moraes no inquérito das milícias digitais, no qual o dono da rede social, Elon Musk, está sendo investigado. Essa iniciativa do Congresso dos EUA representa um marco significativo no debate sobre a liberdade de expressão online e a influência dos governos na moderação de conteúdo nas redes sociais. O desenrolar dessa investigação terá repercussões não apenas nos Estados Unidos, mas também em outros países que enfrentam desafios semelhantes no ambiente digital. Resta aguardar os desdobramentos e as conclusões dessa investigação para entender melhor seu impacto e suas implicações no futuro da internet e da democracia digital.

Postagens mais visitadas deste blog

Jovem Pan baixa a cabeça e demite Thiago Pavinatto, (Veja o Vídeo)

O apresentador Tiago Pavinatto, do programa Linha de Frente e Os Pingos nos Is, foi demitido da Jovem Pan nesta terça-feira (22). A demissão ocorreu após o advogado e comentarista político se recusar a pedir desculpas a um desembargador que foi chamado por ele de “vagabundo tarado”. Nesta segunda (21), Pavinatto comentou a decisão do desembargador Airton Vieira, do Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ-SP), de ter inocentado um acusado de estupro contra uma menina de 13 anos. Exaltado com a notícia, Pavinatto ofendeu o magistrado e, mesmo a emissora pedindo para que ele se desculpasse, o profissional se negou. – A direção da casa está pedindo uma retratação ao desembargador Airton Vieira e eu não vou fazer. E eu deixo claro aqui: eu não vou fazer uma retratação para uma pessoa que ganha dinheiro público, livra um pedófilo, e ainda chama a vítima, de 13 anos de idade, de vagabunda – declarou. E continuou: – Eu me nego a fazer. Estou sendo cobrado insistentemente a me retratar. Eu n

Thiago Pavinatto se pronuncia após saída da Jovem Pan

O apresentador Tiago Pavinatto, do programa Linha de Frente e Os Pingos nos Is, foi demitido da Jovem Pan nesta terça-feira (22) . A demissão ocorreu após o advogado e comentarista político se recusar a pedir desculpas a um desembargador que foi chamado por ele de “vagabundo tarado”. Em alguns posts nas redes o apresentador comentou o seguinte: "Essa é a versão oficial da minha saída da Jovem Pan. Eu jamais, JAMAIS, pediria desculpas por me revoltar contra um desembargador que inocentou um pedófilo septuagenário argumentando que a criança estuprada era prostituta e drogada. Não fui demitido: disse, com paz de espírito, que preferia perder o contrato a perder a decência. Essa é a versão oficial da minha saída da Jovem Pan. — Pavinatto (@Pavinatto) August 23, 2023

Herói sem capa: Policial enfrenta sozinho trio de criminosos que mantinham família refém e salva todos, (Veja o Vídeo)

Imagens de câmera de monitoramento mostram o momento em que um brigadiano sozinho salva um casal e uma criança feitos reféns durante assalto na noite de terça-feira (1º) em Estância Velha.  O confronto aconteceu uma agropecuária na Rua Walter Klein, no bairro Bela Vista. Nas cenas, o policial militar aparece armado em uma área externa da agropecuária. Em seguida, dois criminosos saem segurando as vítimas, que são seguidas por um cordeiro. "Foi uma situação inédita para mim", diz policial que salvou família refém de assalto em agropecuária de Estância Velha Criminoso que morreu após ser baleado durante assalto com reféns em Estância Velha usava tornozeleira eletrônica No momento em que os criminosos se aproximam de um carro estacionado em frente ao local, o policial se distancia em meio à rua. Os criminosos tentam embarcar com os reféns, mas o agente dispara um tiro em direção ao carro. O delegado de Estância Velha, Rafael Sauthier, explica que uma policial teria chegado