Lira sobe o tom contra o STF e promete limitar judicialização do país Lira sobe o tom contra o STF e promete limitar judicialização do país Lira sobe o tom contra o STF e promete limitar judicialização do país Pular para o conteúdo principal
;

Lira sobe o tom contra o STF e promete limitar judicialização do país

O recado do presidente da Câmara pode ser considerado um dos mais diretos e duros dos últimos meses, desde que sua relação com o Palácio do Planalto tomou rumos incertos e veio a ‘azedar’ de vez, na troca de acusações com o ministro de Relações Institucionais, Alexandre Padilha. Arthur Lira discursou durante a cerimônia de abertura da 89ª Expozebu, feira do agronegócio, em Uberaba (MG), neste sábado (27), e demonstrou extrema irritação com a pilha de Ações Diretas de Inconstitucionalidades (ADI) que chegam ao STF. “Temos um câncer no Brasil que se chama Ação Direta de Inconstitucionalidade”, disse. O presidente da Câmara também cobrou seus pares, ao dizer que os congressistas precisam ter “coragem para enfrentar o tema”, dando a entender que a regra para a proposição de ADIs deve ser revista pelo Congresso Nacional.
“De que adianta um projeto com 400 votos no plenário da Câmara e um parlamentar entra com uma ADI, e um ministro dá uma liminar?” O tema tem incomodado também o presidente do Senado Federal, senador Rodrigo Pacheco que compactuou com a irritação de Lira, após o ministro Supremo, Cristiano Zanin, ter atendido a um pedido da Advocacia Geral da União (AGU) e emitido uma liminar suspendendo trechos da lei de desoneração do setor produtivo, aprovada no Congresso. Os ministros Dias Toffolli e Gilmar Mendes votaram com Zanin e a análise foi suspensa, após pedido de vista de Luiz Fux. Jornal da Cidade

Postagens mais visitadas deste blog

Jovem Pan baixa a cabeça e demite Thiago Pavinatto, (Veja o Vídeo)

O apresentador Tiago Pavinatto, do programa Linha de Frente e Os Pingos nos Is, foi demitido da Jovem Pan nesta terça-feira (22). A demissão ocorreu após o advogado e comentarista político se recusar a pedir desculpas a um desembargador que foi chamado por ele de “vagabundo tarado”. Nesta segunda (21), Pavinatto comentou a decisão do desembargador Airton Vieira, do Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ-SP), de ter inocentado um acusado de estupro contra uma menina de 13 anos. Exaltado com a notícia, Pavinatto ofendeu o magistrado e, mesmo a emissora pedindo para que ele se desculpasse, o profissional se negou. – A direção da casa está pedindo uma retratação ao desembargador Airton Vieira e eu não vou fazer. E eu deixo claro aqui: eu não vou fazer uma retratação para uma pessoa que ganha dinheiro público, livra um pedófilo, e ainda chama a vítima, de 13 anos de idade, de vagabunda – declarou. E continuou: – Eu me nego a fazer. Estou sendo cobrado insistentemente a me retratar. Eu n

Thiago Pavinatto se pronuncia após saída da Jovem Pan

O apresentador Tiago Pavinatto, do programa Linha de Frente e Os Pingos nos Is, foi demitido da Jovem Pan nesta terça-feira (22) . A demissão ocorreu após o advogado e comentarista político se recusar a pedir desculpas a um desembargador que foi chamado por ele de “vagabundo tarado”. Em alguns posts nas redes o apresentador comentou o seguinte: "Essa é a versão oficial da minha saída da Jovem Pan. Eu jamais, JAMAIS, pediria desculpas por me revoltar contra um desembargador que inocentou um pedófilo septuagenário argumentando que a criança estuprada era prostituta e drogada. Não fui demitido: disse, com paz de espírito, que preferia perder o contrato a perder a decência. Essa é a versão oficial da minha saída da Jovem Pan. — Pavinatto (@Pavinatto) August 23, 2023

Herói sem capa: Policial enfrenta sozinho trio de criminosos que mantinham família refém e salva todos, (Veja o Vídeo)

Imagens de câmera de monitoramento mostram o momento em que um brigadiano sozinho salva um casal e uma criança feitos reféns durante assalto na noite de terça-feira (1º) em Estância Velha.  O confronto aconteceu uma agropecuária na Rua Walter Klein, no bairro Bela Vista. Nas cenas, o policial militar aparece armado em uma área externa da agropecuária. Em seguida, dois criminosos saem segurando as vítimas, que são seguidas por um cordeiro. "Foi uma situação inédita para mim", diz policial que salvou família refém de assalto em agropecuária de Estância Velha Criminoso que morreu após ser baleado durante assalto com reféns em Estância Velha usava tornozeleira eletrônica No momento em que os criminosos se aproximam de um carro estacionado em frente ao local, o policial se distancia em meio à rua. Os criminosos tentam embarcar com os reféns, mas o agente dispara um tiro em direção ao carro. O delegado de Estância Velha, Rafael Sauthier, explica que uma policial teria chegado