Iraque Proíbe A Homossexualidade e impõe penas altíssimas assustam os EUA Iraque Proíbe A Homossexualidade e impõe penas altíssimas assustam os EUA Iraque Proíbe A Homossexualidade e impõe penas altíssimas assustam os EUA Pular para o conteúdo principal
;

Iraque Proíbe A Homossexualidade e impõe penas altíssimas assustam os EUA

O parlamento do Iraque aprovou uma lei que proíbe relações entre pessoas do mesmo sexo e o transgenderismo. A medida foi condenada pelos Estados Unidos e pelo Reino Unido, mas o presidente do parlamento descreveu-a como “um passo necessário para proteger a estrutura de valores da sociedade”.
A Lei modificada de Combate à Prostituição e à Homossexualidade foi aprovada pelo legislativo no sábado. De acordo com uma cópia da lei vista pela Reuters, ela impõe penas de prisão de 10 a 15 anos para quem se envolver em relações homossexuais, sete anos para quem promover a homossexualidade ou a prostituição, e entre um e três anos para quem mudar seu “gênero biológico” ou se vestir de maneira efeminada. O presidente interino do parlamento iraquiano, Mohsen Al-Mandalawi, afirmou em comunicado que aprovar a lei foi “um passo necessário para proteger a estrutura de valores da sociedade” e para “proteger nossos filhos de apelos à depravação moral e à homossexualidade”. O código penal iraquiano de 1969 não criminalizava explicitamente a homossexualidade, mas não oferecia proteção contra assédio extrajudicial a gays e lésbicas. Uma atualização da lei nos anos 1980 legalizou o ‘assassinato por honra’ de homossexuais por membros de suas famílias, enquanto uma emenda constitucional de 1993 introduziu a pena de morte para atos homossexuais. Após os Estados Unidos invadirem o Iraque em 2003, o governador de ocupação Paul Brenner aboliu a pena de morte e reverteu o código penal para sua iteração de 1969. Meios de comunicação ocidentais relataram um aumento nos ataques a homossexuais por parte da polícia e milícias após a retirada parcial das tropas americanas em 2012, apesar do Departamento de Estado dos EUA afirmar em 2019 que havia treinado as forças de segurança iraquianas “na observância adequada dos direitos humanos”. Os EUA estão “profundamente preocupados” com a votação de sábado, disse o porta-voz do Departamento de Estado, Matthew Miller, em comunicado à imprensa. “Essa emenda ameaça aqueles em maior risco na sociedade iraquiana e enfraquece a capacidade do Iraque de diversificar sua economia e atrair investimentos estrangeiros”, acrescentou Miller. Em uma postagem nas redes sociais, o secretário de Relações Exteriores britânico, David Cameron, chamou a lei de “perigosa e preocupante” e disse que “ninguém deve ser alvo por quem são”. Independentemente de seu status legal, a homossexualidade sempre foi um tabu entre a maioria xiita conservadora do Iraque. A cultura LGBTQ é vista por alguns iraquianos como uma ideologia ocidental hostil, e bandeiras ‘Pride’ coloridas com arco-íris às vezes são queimadas ao lado das bandeiras de nações ocidentais em protestos iraquianos. Informações Gazeta Brasil 

Postagens mais visitadas deste blog

Jovem Pan baixa a cabeça e demite Thiago Pavinatto, (Veja o Vídeo)

O apresentador Tiago Pavinatto, do programa Linha de Frente e Os Pingos nos Is, foi demitido da Jovem Pan nesta terça-feira (22). A demissão ocorreu após o advogado e comentarista político se recusar a pedir desculpas a um desembargador que foi chamado por ele de “vagabundo tarado”. Nesta segunda (21), Pavinatto comentou a decisão do desembargador Airton Vieira, do Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ-SP), de ter inocentado um acusado de estupro contra uma menina de 13 anos. Exaltado com a notícia, Pavinatto ofendeu o magistrado e, mesmo a emissora pedindo para que ele se desculpasse, o profissional se negou. – A direção da casa está pedindo uma retratação ao desembargador Airton Vieira e eu não vou fazer. E eu deixo claro aqui: eu não vou fazer uma retratação para uma pessoa que ganha dinheiro público, livra um pedófilo, e ainda chama a vítima, de 13 anos de idade, de vagabunda – declarou. E continuou: – Eu me nego a fazer. Estou sendo cobrado insistentemente a me retratar. Eu n

Thiago Pavinatto se pronuncia após saída da Jovem Pan

O apresentador Tiago Pavinatto, do programa Linha de Frente e Os Pingos nos Is, foi demitido da Jovem Pan nesta terça-feira (22) . A demissão ocorreu após o advogado e comentarista político se recusar a pedir desculpas a um desembargador que foi chamado por ele de “vagabundo tarado”. Em alguns posts nas redes o apresentador comentou o seguinte: "Essa é a versão oficial da minha saída da Jovem Pan. Eu jamais, JAMAIS, pediria desculpas por me revoltar contra um desembargador que inocentou um pedófilo septuagenário argumentando que a criança estuprada era prostituta e drogada. Não fui demitido: disse, com paz de espírito, que preferia perder o contrato a perder a decência. Essa é a versão oficial da minha saída da Jovem Pan. — Pavinatto (@Pavinatto) August 23, 2023

Herói sem capa: Policial enfrenta sozinho trio de criminosos que mantinham família refém e salva todos, (Veja o Vídeo)

Imagens de câmera de monitoramento mostram o momento em que um brigadiano sozinho salva um casal e uma criança feitos reféns durante assalto na noite de terça-feira (1º) em Estância Velha.  O confronto aconteceu uma agropecuária na Rua Walter Klein, no bairro Bela Vista. Nas cenas, o policial militar aparece armado em uma área externa da agropecuária. Em seguida, dois criminosos saem segurando as vítimas, que são seguidas por um cordeiro. "Foi uma situação inédita para mim", diz policial que salvou família refém de assalto em agropecuária de Estância Velha Criminoso que morreu após ser baleado durante assalto com reféns em Estância Velha usava tornozeleira eletrônica No momento em que os criminosos se aproximam de um carro estacionado em frente ao local, o policial se distancia em meio à rua. Os criminosos tentam embarcar com os reféns, mas o agente dispara um tiro em direção ao carro. O delegado de Estância Velha, Rafael Sauthier, explica que uma policial teria chegado