Deputada Bia Kicis faz alerta gravíssimo sobre o caso de espionagem envolvendo imagens de Bolsonaro Deputada Bia Kicis faz alerta gravíssimo sobre o caso de espionagem envolvendo imagens de Bolsonaro Deputada Bia Kicis faz alerta gravíssimo sobre o caso de espionagem envolvendo imagens de Bolsonaro Pular para o conteúdo principal
;

Deputada Bia Kicis faz alerta gravíssimo sobre o caso de espionagem envolvendo imagens de Bolsonaro


Deputada Bia Kicis alerta para gravíssimo caso de espionagem envolvendo imagens de Bolsonaro na embaixada da Hungria: ‘Ataque à nossa soberania’
Durante sua live semanal, a deputada Bia Kicis lançou luz sobre um assunto crucial que vem sendo negligenciado pela mídia convencional, envolvendo uma séria questão de segurança nacional. Em meio às polêmicas sobre a visita do ex-presidente Jair Bolsonaro à embaixada da Hungria, surgiram revelações alarmantes sobre um caso de espionagem que ameaça a soberania do país. A deputada enfatizou a gravidade da situação, destacando que imagens da câmera de segurança da embaixada foram vazadas, indicando uma operação de espionagem em andamento. O vazamento dessas imagens para fora do Brasil levanta preocupações significativas sobre a segurança das autoridades brasileiras e a integridade de instituições diplomáticas estrangeiras em solo nacional.
"O que tem de grave nessa história, o que não estão falando, e a imprensa não está falando, é que houve espionagem. Gente vazou cenas da câmera da embaixada. Ou seja, é uma embaixada que estava sendo espionada e essas imagens foram vazadas para fora do Brasil. É muito grave e era isso que a polícia deveria tentar apurar. Porque isso é um ataque à nossa soberania. Imaginem quantas autoridades não estão sendo vigiadas, espionadas por potências estrangeiras aqui. Então, isso, sim, é grave, e era com isso que eles deviam se preocupar", declarou a deputada durante sua transmissão. A divulgação dessas imagens representa não apenas uma violação flagrante da segurança nacional, mas também um ataque direto à soberania do Brasil. A possibilidade de autoridades brasileiras serem vigiadas e monitoradas por interesses estrangeiros levanta questões urgentes sobre a proteção das instituições democráticas do país e a salvaguarda dos direitos individuais dos cidadãos. Além disso, Bia Kicis aproveitou a oportunidade para abordar outra questão importante relacionada às prerrogativas dos parlamentares brasileiros. Ela destacou o caso do deputado Chiquinho Brazão, cuja prisão foi objeto de análise pela Câmara dos Deputados. A deputada ressaltou a importância de garantir o devido processo legal e proteger as prerrogativas dos parlamentares, evitando violações injustificadas de seus direitos constitucionais. "Nós não estamos analisando o mérito da questão. A nós, do Congresso, da Câmara, cabe avaliar o artigo da Constituição que diz que parlamentares só podem ser presos em flagrante de crime inafiançável. A nossa preocupação é não permitir, mais uma vez, que as prerrogativas dos parlamentares sejam descumpridas, sejam violadas. Primeiro, foi Daniel Silveira. Agora, Chiquinho Brazão. Depois, pode ser qualquer um", explicou a deputada. Diante desses eventos preocupantes, é fundamental que as autoridades brasileiras ajam de forma decisiva para investigar e punir os responsáveis pelo caso de espionagem na embaixada da Hungria. Ao mesmo tempo, é crucial garantir a integridade do processo legislativo e o respeito às prerrogativas dos parlamentares, fortalecendo assim os fundamentos da democracia e do Estado de Direito no Brasil.

Postagens mais visitadas deste blog

Jovem Pan baixa a cabeça e demite Thiago Pavinatto, (Veja o Vídeo)

O apresentador Tiago Pavinatto, do programa Linha de Frente e Os Pingos nos Is, foi demitido da Jovem Pan nesta terça-feira (22). A demissão ocorreu após o advogado e comentarista político se recusar a pedir desculpas a um desembargador que foi chamado por ele de “vagabundo tarado”. Nesta segunda (21), Pavinatto comentou a decisão do desembargador Airton Vieira, do Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ-SP), de ter inocentado um acusado de estupro contra uma menina de 13 anos. Exaltado com a notícia, Pavinatto ofendeu o magistrado e, mesmo a emissora pedindo para que ele se desculpasse, o profissional se negou. – A direção da casa está pedindo uma retratação ao desembargador Airton Vieira e eu não vou fazer. E eu deixo claro aqui: eu não vou fazer uma retratação para uma pessoa que ganha dinheiro público, livra um pedófilo, e ainda chama a vítima, de 13 anos de idade, de vagabunda – declarou. E continuou: – Eu me nego a fazer. Estou sendo cobrado insistentemente a me retratar. Eu n

Thiago Pavinatto se pronuncia após saída da Jovem Pan

O apresentador Tiago Pavinatto, do programa Linha de Frente e Os Pingos nos Is, foi demitido da Jovem Pan nesta terça-feira (22) . A demissão ocorreu após o advogado e comentarista político se recusar a pedir desculpas a um desembargador que foi chamado por ele de “vagabundo tarado”. Em alguns posts nas redes o apresentador comentou o seguinte: "Essa é a versão oficial da minha saída da Jovem Pan. Eu jamais, JAMAIS, pediria desculpas por me revoltar contra um desembargador que inocentou um pedófilo septuagenário argumentando que a criança estuprada era prostituta e drogada. Não fui demitido: disse, com paz de espírito, que preferia perder o contrato a perder a decência. Essa é a versão oficial da minha saída da Jovem Pan. — Pavinatto (@Pavinatto) August 23, 2023

Herói sem capa: Policial enfrenta sozinho trio de criminosos que mantinham família refém e salva todos, (Veja o Vídeo)

Imagens de câmera de monitoramento mostram o momento em que um brigadiano sozinho salva um casal e uma criança feitos reféns durante assalto na noite de terça-feira (1º) em Estância Velha.  O confronto aconteceu uma agropecuária na Rua Walter Klein, no bairro Bela Vista. Nas cenas, o policial militar aparece armado em uma área externa da agropecuária. Em seguida, dois criminosos saem segurando as vítimas, que são seguidas por um cordeiro. "Foi uma situação inédita para mim", diz policial que salvou família refém de assalto em agropecuária de Estância Velha Criminoso que morreu após ser baleado durante assalto com reféns em Estância Velha usava tornozeleira eletrônica No momento em que os criminosos se aproximam de um carro estacionado em frente ao local, o policial se distancia em meio à rua. Os criminosos tentam embarcar com os reféns, mas o agente dispara um tiro em direção ao carro. O delegado de Estância Velha, Rafael Sauthier, explica que uma policial teria chegado