Com dinheiro público, Senado lança livro que agride Bolsonaro Com dinheiro público, Senado lança livro que agride Bolsonaro Com dinheiro público, Senado lança livro que agride Bolsonaro Pular para o conteúdo principal
;

Com dinheiro público, Senado lança livro que agride Bolsonaro

O Senado Federal divulgou recentemente um livro intitulado "100 Vozes pela Democracia", financiado com verba pública, que contém críticas contundentes ao ex-presidente Jair Bolsonaro, o chamando de "fascista" e "o pior presidente do Brasil de todos os tempos".
A obra, que teve um custo de R$ 39,5 mil para os cofres públicos na produção de mil exemplares, apresenta uma coletânea de artigos de opinião de diversas figuras políticas, incluindo o presidente Luiz Inácio Lula da Silva, o vice-presidente Geraldo Alckmin e o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Flávio Dino. Além disso, seis ministros do governo Lula e diversos parlamentares também contribuíram com seus textos. Entre os destaques do livro, está a acusação da senadora Gleisi Hoffmann de que o governo Bolsonaro promove uma "agenda antipovo, neoliberal, entreguista e destruidora de vidas e direitos", além da declaração da senadora Eliziane Gama de que Bolsonaro é "o pior presidente do Brasil de todos os tempos". A organização dos artigos foi realizada por Fernando Guimarães Rodrigues, líder da entidade Direitos Já! Fórum pela Democracia, que reúne críticos e opositores de Jair Bolsonaro desde 2019. Em outubro de 2023, durante o lançamento do livro, Fernando destacou a importância da autocrítica para evitar o avanço do autoritarismo no país. O senador Randolfe Rodrigues, líder do governo no Congresso e presidente do Conselho Editorial do Senado, esteve presente no lançamento e elogiou a obra, enfatizando que "todos os espectros políticos têm espaço na democracia", mas ressaltou que não há espaço para o fascismo e o autoritarismo. Além das críticas políticas, o livro também recebeu contribuições de personalidades da sociedade civil, todos responsáveis pelos textos publicados, conforme afirmou o Senado ao site Metrópoles. A publicação do livro gerou debates acalorados sobre o uso de verbas públicas para produções que possuem uma posição política clara, levantando questões sobre a imparcialidade e a responsabilidade na utilização dos recursos do Estado. Enquanto alguns defendem a liberdade de expressão e a importância do debate democrático, outros questionam a parcialidade da obra e o uso dos recursos públicos para promover determinadas visões políticas.

Postagens mais visitadas deste blog

Jovem Pan baixa a cabeça e demite Thiago Pavinatto, (Veja o Vídeo)

O apresentador Tiago Pavinatto, do programa Linha de Frente e Os Pingos nos Is, foi demitido da Jovem Pan nesta terça-feira (22). A demissão ocorreu após o advogado e comentarista político se recusar a pedir desculpas a um desembargador que foi chamado por ele de “vagabundo tarado”. Nesta segunda (21), Pavinatto comentou a decisão do desembargador Airton Vieira, do Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ-SP), de ter inocentado um acusado de estupro contra uma menina de 13 anos. Exaltado com a notícia, Pavinatto ofendeu o magistrado e, mesmo a emissora pedindo para que ele se desculpasse, o profissional se negou. – A direção da casa está pedindo uma retratação ao desembargador Airton Vieira e eu não vou fazer. E eu deixo claro aqui: eu não vou fazer uma retratação para uma pessoa que ganha dinheiro público, livra um pedófilo, e ainda chama a vítima, de 13 anos de idade, de vagabunda – declarou. E continuou: – Eu me nego a fazer. Estou sendo cobrado insistentemente a me retratar. Eu n

Thiago Pavinatto se pronuncia após saída da Jovem Pan

O apresentador Tiago Pavinatto, do programa Linha de Frente e Os Pingos nos Is, foi demitido da Jovem Pan nesta terça-feira (22) . A demissão ocorreu após o advogado e comentarista político se recusar a pedir desculpas a um desembargador que foi chamado por ele de “vagabundo tarado”. Em alguns posts nas redes o apresentador comentou o seguinte: "Essa é a versão oficial da minha saída da Jovem Pan. Eu jamais, JAMAIS, pediria desculpas por me revoltar contra um desembargador que inocentou um pedófilo septuagenário argumentando que a criança estuprada era prostituta e drogada. Não fui demitido: disse, com paz de espírito, que preferia perder o contrato a perder a decência. Essa é a versão oficial da minha saída da Jovem Pan. — Pavinatto (@Pavinatto) August 23, 2023

Herói sem capa: Policial enfrenta sozinho trio de criminosos que mantinham família refém e salva todos, (Veja o Vídeo)

Imagens de câmera de monitoramento mostram o momento em que um brigadiano sozinho salva um casal e uma criança feitos reféns durante assalto na noite de terça-feira (1º) em Estância Velha.  O confronto aconteceu uma agropecuária na Rua Walter Klein, no bairro Bela Vista. Nas cenas, o policial militar aparece armado em uma área externa da agropecuária. Em seguida, dois criminosos saem segurando as vítimas, que são seguidas por um cordeiro. "Foi uma situação inédita para mim", diz policial que salvou família refém de assalto em agropecuária de Estância Velha Criminoso que morreu após ser baleado durante assalto com reféns em Estância Velha usava tornozeleira eletrônica No momento em que os criminosos se aproximam de um carro estacionado em frente ao local, o policial se distancia em meio à rua. Os criminosos tentam embarcar com os reféns, mas o agente dispara um tiro em direção ao carro. O delegado de Estância Velha, Rafael Sauthier, explica que uma policial teria chegado