Bolsonaro diz o que ninguém tem coragem Bolsonaro diz o que ninguém tem coragem Bolsonaro diz o que ninguém tem coragem Pular para o conteúdo principal
;

Bolsonaro diz o que ninguém tem coragem

 

A icônica orla da praia de Copacabana, no Rio de Janeiro, testemunhou uma mobilização sem precedentes neste domingo, quando milhares de brasileiros se reuniram em resposta à convocação do ex-presidente Jair Bolsonaro. Em um discurso inflamado proferido de cima de um trio elétrico, Bolsonaro abordou temas cruciais sobre o futuro do país e sua própria posição no cenário político nacional.
Em meio a uma atmosfera carregada de fervor patriótico, Bolsonaro denunciou o que ele chamou de "covardia" por parte de um "sistema" que, segundo ele, está determinado a tirá-lo de cena de forma definitiva. O ex-presidente afirmou que nunca ultrapassou os limites estabelecidos pela Constituição, refutando qualquer insinuação de golpe por parte de seu governo. “Nunca jogamos fora das quatro linhas. Alguém já viu essa minuta de golpe? Quando se fala em estado de sítio, é uma proposta que o presidente, dentro de suas atribuições constitucionais, pode submeter ao parlamento brasileiro. O presidente não baixa decreto nenhum. Só baixa decreto depois que o parlamento der o sinal verde”, declarou Bolsonaro, reforçando seu compromisso com a legalidade e o respeito às instituições democráticas. Além disso, Bolsonaro fez questão de expressar solidariedade aos manifestantes presos durante os protestos de 8 de janeiro, enfatizando sua convicção de que o direito de se manifestar pacificamente é um pilar fundamental da democracia. Em relação ao processo eleitoral, o ex-presidente não hesitou em abordar a questão, destacando a importância de garantir a transparência e a integridade do pleito. “Que nós possamos disputar as eleições sem qualquer suspeição. Afinal de contas, a alma da democracia é uma eleição limpa, onde ninguém pode sequer pensar em duvidar dela. Não estou duvidando das eleições, página virada”, afirmou Bolsonaro, reiterando seu compromisso com a lisura do processo democrático. Essa manifestação marcante ocorre em meio a crescentes tensões políticas no país, com Bolsonaro enfrentando a possibilidade de uma prisão que ele alega ser puramente política. Em resposta a essas ameaças percebidas, o ex-presidente intensificou sua "reação" em defesa de sua posição e da democracia, mobilizando um apoio massivo que se manifestou tanto na avenida Paulista quanto em Copacabana. Para muitos observadores políticos, esse levante liderado por Bolsonaro representa uma poderosa "carta na manga", um sinal claro de que o ex-presidente ainda detém uma base de apoio considerável e está disposto a usar sua influência para resistir a quaisquer tentativas de minar sua participação no cenário político nacional. À medida que o Brasil se prepara para um período de intensa agitação política e incerteza, a manifestação em Copacabana serve como um lembrete contundente da profundidade das divisões na sociedade brasileira e da volatilidade da política nacional.

Postagens mais visitadas deste blog

Jovem Pan baixa a cabeça e demite Thiago Pavinatto, (Veja o Vídeo)

O apresentador Tiago Pavinatto, do programa Linha de Frente e Os Pingos nos Is, foi demitido da Jovem Pan nesta terça-feira (22). A demissão ocorreu após o advogado e comentarista político se recusar a pedir desculpas a um desembargador que foi chamado por ele de “vagabundo tarado”. Nesta segunda (21), Pavinatto comentou a decisão do desembargador Airton Vieira, do Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ-SP), de ter inocentado um acusado de estupro contra uma menina de 13 anos. Exaltado com a notícia, Pavinatto ofendeu o magistrado e, mesmo a emissora pedindo para que ele se desculpasse, o profissional se negou. – A direção da casa está pedindo uma retratação ao desembargador Airton Vieira e eu não vou fazer. E eu deixo claro aqui: eu não vou fazer uma retratação para uma pessoa que ganha dinheiro público, livra um pedófilo, e ainda chama a vítima, de 13 anos de idade, de vagabunda – declarou. E continuou: – Eu me nego a fazer. Estou sendo cobrado insistentemente a me retratar. Eu n

Thiago Pavinatto se pronuncia após saída da Jovem Pan

O apresentador Tiago Pavinatto, do programa Linha de Frente e Os Pingos nos Is, foi demitido da Jovem Pan nesta terça-feira (22) . A demissão ocorreu após o advogado e comentarista político se recusar a pedir desculpas a um desembargador que foi chamado por ele de “vagabundo tarado”. Em alguns posts nas redes o apresentador comentou o seguinte: "Essa é a versão oficial da minha saída da Jovem Pan. Eu jamais, JAMAIS, pediria desculpas por me revoltar contra um desembargador que inocentou um pedófilo septuagenário argumentando que a criança estuprada era prostituta e drogada. Não fui demitido: disse, com paz de espírito, que preferia perder o contrato a perder a decência. Essa é a versão oficial da minha saída da Jovem Pan. — Pavinatto (@Pavinatto) August 23, 2023

Herói sem capa: Policial enfrenta sozinho trio de criminosos que mantinham família refém e salva todos, (Veja o Vídeo)

Imagens de câmera de monitoramento mostram o momento em que um brigadiano sozinho salva um casal e uma criança feitos reféns durante assalto na noite de terça-feira (1º) em Estância Velha.  O confronto aconteceu uma agropecuária na Rua Walter Klein, no bairro Bela Vista. Nas cenas, o policial militar aparece armado em uma área externa da agropecuária. Em seguida, dois criminosos saem segurando as vítimas, que são seguidas por um cordeiro. "Foi uma situação inédita para mim", diz policial que salvou família refém de assalto em agropecuária de Estância Velha Criminoso que morreu após ser baleado durante assalto com reféns em Estância Velha usava tornozeleira eletrônica No momento em que os criminosos se aproximam de um carro estacionado em frente ao local, o policial se distancia em meio à rua. Os criminosos tentam embarcar com os reféns, mas o agente dispara um tiro em direção ao carro. O delegado de Estância Velha, Rafael Sauthier, explica que uma policial teria chegado