Alcolumbre e Pacheco impulsionam PEC para aumentar salários de juízes e membros do Ministério Público Alcolumbre e Pacheco impulsionam PEC para aumentar salários de juízes e membros do Ministério Público Alcolumbre e Pacheco impulsionam PEC para aumentar salários de juízes e membros do Ministério Público Pular para o conteúdo principal
;

Alcolumbre e Pacheco impulsionam PEC para aumentar salários de juízes e membros do Ministério Público

Presidentes do Senado e da CCJ Trabalham para Avançar com Proposta de Ampliação de Salários de Juízes e Membros do Ministério Público O cenário político do Senado Federal está em efervescência nesta quarta-feira (10), com os presidentes da Casa, Rodrigo Pacheco (PSD-MG), e da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ), Davi Alcolumbre (União Brasil-AP), empenhados em impulsionar a proposta que visa ampliar os salários de juízes e membros do Ministério Público. Conhecida como PEC do Quinquênio, essa proposta foi incluída na pauta da CCJ, com o parecer favorável do relator, senador Eduardo Gomes (PL-RO). A PEC do Quinquênio, que prevê um adicional de 5% nos salários a cada cinco anos, até o limite de 35%, tem gerado controvérsias desde sua reapresentação em março do ano passado. Embora o presidente Pacheco tenha tentado aprovar essa medida durante o final do governo Bolsonaro, a votação foi adiada a pedido da equipe de Luiz Inácio Lula da Silva (PT), que acabara de ser eleito. O relator da proposta, senador Eduardo Gomes, enfatizou a importância da PEC do Quinquênio em uma declaração à imprensa. Ele destacou que a medida está relacionada a um projeto de lei que visa limitar os supersalários, disciplinando o pagamento de auxílios que ultrapassam o teto constitucional. Segundo Gomes, a economia gerada com o fim dos supersalários compensaria o aumento salarial proposto pela PEC do Quinquênio. Entretanto, a reapresentação da PEC no Senado não foi bem recebida pelo líder do governo, senador Jaques Wagner (PT-BA), que manifestou sua oposição à proposta nos corredores da Casa. Senadores da base aliada planejam solicitar a retirada da proposta da pauta durante a sessão desta quarta-feira, e discutirão o assunto com o presidente Pacheco. O relator Eduardo Gomes também expressou preocupação com a situação das carreiras jurídicas no Brasil, afirmando que não aconselharia seus familiares a ingressar no Judiciário ou no Ministério Público devido ao aumento da violência e à desvalorização dessas profissões. Apresentada em 2013, a PEC do Quinquênio estava praticamente esquecida no Senado até que ressurgiu em 2022 durante a presidência de Luiz Fux no Supremo Tribunal Federal (STF). O presidente Pacheco, que é advogado, demonstrou seu apoio à medida, reconhecendo a importância de valorizar as carreiras jurídicas. A proposta também inclui defensores públicos e membros da advocacia da União, dos estados e do Distrito Federal, além de estabelecer que a atuação jurídica anterior dos membros das carreiras contempladas seja considerada na contagem de tempo de exercício. A discussão em torno da PEC do Quinquênio ressalta a importância do debate sobre remuneração e valorização das carreiras jurídicas no país. O desfecho dessa proposta terá repercussões significativas não apenas para os profissionais envolvidos, mas também para o sistema de justiça brasileiro como um todo.

Postagens mais visitadas deste blog

Jovem Pan baixa a cabeça e demite Thiago Pavinatto, (Veja o Vídeo)

O apresentador Tiago Pavinatto, do programa Linha de Frente e Os Pingos nos Is, foi demitido da Jovem Pan nesta terça-feira (22). A demissão ocorreu após o advogado e comentarista político se recusar a pedir desculpas a um desembargador que foi chamado por ele de “vagabundo tarado”. Nesta segunda (21), Pavinatto comentou a decisão do desembargador Airton Vieira, do Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ-SP), de ter inocentado um acusado de estupro contra uma menina de 13 anos. Exaltado com a notícia, Pavinatto ofendeu o magistrado e, mesmo a emissora pedindo para que ele se desculpasse, o profissional se negou. – A direção da casa está pedindo uma retratação ao desembargador Airton Vieira e eu não vou fazer. E eu deixo claro aqui: eu não vou fazer uma retratação para uma pessoa que ganha dinheiro público, livra um pedófilo, e ainda chama a vítima, de 13 anos de idade, de vagabunda – declarou. E continuou: – Eu me nego a fazer. Estou sendo cobrado insistentemente a me retratar. Eu n

Thiago Pavinatto se pronuncia após saída da Jovem Pan

O apresentador Tiago Pavinatto, do programa Linha de Frente e Os Pingos nos Is, foi demitido da Jovem Pan nesta terça-feira (22) . A demissão ocorreu após o advogado e comentarista político se recusar a pedir desculpas a um desembargador que foi chamado por ele de “vagabundo tarado”. Em alguns posts nas redes o apresentador comentou o seguinte: "Essa é a versão oficial da minha saída da Jovem Pan. Eu jamais, JAMAIS, pediria desculpas por me revoltar contra um desembargador que inocentou um pedófilo septuagenário argumentando que a criança estuprada era prostituta e drogada. Não fui demitido: disse, com paz de espírito, que preferia perder o contrato a perder a decência. Essa é a versão oficial da minha saída da Jovem Pan. — Pavinatto (@Pavinatto) August 23, 2023

Herói sem capa: Policial enfrenta sozinho trio de criminosos que mantinham família refém e salva todos, (Veja o Vídeo)

Imagens de câmera de monitoramento mostram o momento em que um brigadiano sozinho salva um casal e uma criança feitos reféns durante assalto na noite de terça-feira (1º) em Estância Velha.  O confronto aconteceu uma agropecuária na Rua Walter Klein, no bairro Bela Vista. Nas cenas, o policial militar aparece armado em uma área externa da agropecuária. Em seguida, dois criminosos saem segurando as vítimas, que são seguidas por um cordeiro. "Foi uma situação inédita para mim", diz policial que salvou família refém de assalto em agropecuária de Estância Velha Criminoso que morreu após ser baleado durante assalto com reféns em Estância Velha usava tornozeleira eletrônica No momento em que os criminosos se aproximam de um carro estacionado em frente ao local, o policial se distancia em meio à rua. Os criminosos tentam embarcar com os reféns, mas o agente dispara um tiro em direção ao carro. O delegado de Estância Velha, Rafael Sauthier, explica que uma policial teria chegado