Vaza vídeo de repórter do NYT cantando e dançando com ministra de Lula Vaza vídeo de repórter do NYT cantando e dançando com ministra de Lula Vaza vídeo de repórter do NYT cantando e dançando com ministra de Lula Pular para o conteúdo principal
;

Vaza vídeo de repórter do NYT cantando e dançando com ministra de Lula

Um vídeo do repórter do jornal The New York Times, Jack Nicas, cantando e dançando com a ministra da Cultura do governo de Luiz Inácio Lula da Silva, Margareth Menezes, tornou-se viral nas redes sociais nesta terça-feira, 26. O jornalista foi responsável por escrever a matéria sobre a hospedagem do ex-presidente Jair Bolsonaro na Embaixada da Hungria em Brasília. O vídeo foi gravado em setembro de 2023, mês em que o jornal norte-americano completou 172 anos. Na ocasião, a ministra da Cultura visitou a filial da publicação no Rio de Janeiro. Nas imagens, que foram repostadas por internautas nesta semana, Nicas e Margareth são vistos cantando parabéns para o jornal em inglês. “Estamos saindo aqui do New York Times”, disse Margareth no vídeo. “Viemos aqui, no prédio do jornal, para uma conversa muito agradável com Jack Nicas, que é o correspondente do New York Times no Brasil. A conversa foi muito agradável. Discutimos as políticas públicas do nosso ministério do governo do Brasil e as políticas culturais para este novo mandato do presidente Lula.” com informações Revista Oeste A viralização do vídeo do repórter do The New York Times, Jack Nicas, cantando e dançando com a ministra da Cultura do governo Lula, Margareth Menezes, levanta preocupações legítimas sobre a conduta ética e profissional do jornalista. Embora seja compreensível que jornalistas mantenham contatos com figuras políticas como parte de seu trabalho, é crucial que essas interações não comprometam sua imparcialidade e independência editorial. Ao se envolver em uma situação tão informal e descontraída com uma figura política relevante, Nicas corre o risco de ser percebido como tendo vínculos demasiadamente próximos com fontes de notícias, o que pode minar a confiança do público na objetividade de sua cobertura jornalística. Isso é especialmente preocupante considerando o contexto da matéria que ele escreveu sobre a hospedagem de Bolsonaro na embaixada da Hungria, um tema de grande interesse público e sensibilidade política. Além disso, o vídeo pode alimentar especulações sobre possíveis viéses ou favoritismo por parte do jornalista em relação ao governo Lula ou às políticas culturais do período. A integridade jornalística depende da capacidade dos repórteres de manter uma distância profissional adequada de suas fontes e de evitar situações que possam comprometer sua neutralidade. Portanto, é fundamental que Nicas e outros jornalistas ajam com responsabilidade e transparência em todas as suas interações com figuras políticas, garantindo que sua conduta esteja alinhada com os mais altos padrões éticos do jornalismo.

Postagens mais visitadas deste blog

Jovem Pan baixa a cabeça e demite Thiago Pavinatto, (Veja o Vídeo)

O apresentador Tiago Pavinatto, do programa Linha de Frente e Os Pingos nos Is, foi demitido da Jovem Pan nesta terça-feira (22). A demissão ocorreu após o advogado e comentarista político se recusar a pedir desculpas a um desembargador que foi chamado por ele de “vagabundo tarado”. Nesta segunda (21), Pavinatto comentou a decisão do desembargador Airton Vieira, do Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ-SP), de ter inocentado um acusado de estupro contra uma menina de 13 anos. Exaltado com a notícia, Pavinatto ofendeu o magistrado e, mesmo a emissora pedindo para que ele se desculpasse, o profissional se negou. – A direção da casa está pedindo uma retratação ao desembargador Airton Vieira e eu não vou fazer. E eu deixo claro aqui: eu não vou fazer uma retratação para uma pessoa que ganha dinheiro público, livra um pedófilo, e ainda chama a vítima, de 13 anos de idade, de vagabunda – declarou. E continuou: – Eu me nego a fazer. Estou sendo cobrado insistentemente a me retratar. Eu n

Thiago Pavinatto se pronuncia após saída da Jovem Pan

O apresentador Tiago Pavinatto, do programa Linha de Frente e Os Pingos nos Is, foi demitido da Jovem Pan nesta terça-feira (22) . A demissão ocorreu após o advogado e comentarista político se recusar a pedir desculpas a um desembargador que foi chamado por ele de “vagabundo tarado”. Em alguns posts nas redes o apresentador comentou o seguinte: "Essa é a versão oficial da minha saída da Jovem Pan. Eu jamais, JAMAIS, pediria desculpas por me revoltar contra um desembargador que inocentou um pedófilo septuagenário argumentando que a criança estuprada era prostituta e drogada. Não fui demitido: disse, com paz de espírito, que preferia perder o contrato a perder a decência. Essa é a versão oficial da minha saída da Jovem Pan. — Pavinatto (@Pavinatto) August 23, 2023

Herói sem capa: Policial enfrenta sozinho trio de criminosos que mantinham família refém e salva todos, (Veja o Vídeo)

Imagens de câmera de monitoramento mostram o momento em que um brigadiano sozinho salva um casal e uma criança feitos reféns durante assalto na noite de terça-feira (1º) em Estância Velha.  O confronto aconteceu uma agropecuária na Rua Walter Klein, no bairro Bela Vista. Nas cenas, o policial militar aparece armado em uma área externa da agropecuária. Em seguida, dois criminosos saem segurando as vítimas, que são seguidas por um cordeiro. "Foi uma situação inédita para mim", diz policial que salvou família refém de assalto em agropecuária de Estância Velha Criminoso que morreu após ser baleado durante assalto com reféns em Estância Velha usava tornozeleira eletrônica No momento em que os criminosos se aproximam de um carro estacionado em frente ao local, o policial se distancia em meio à rua. Os criminosos tentam embarcar com os reféns, mas o agente dispara um tiro em direção ao carro. O delegado de Estância Velha, Rafael Sauthier, explica que uma policial teria chegado