Senador fala o que poucos tem coragem sobre o TSE Senador fala o que poucos tem coragem sobre o TSE Senador fala o que poucos tem coragem sobre o TSE Pular para o conteúdo principal
;

Senador fala o que poucos tem coragem sobre o TSE

O senador Eduardo Girão (Novo-CE) levantou preocupações em relação ao recém-lançado Centro Integrado de Enfrentamento à Desinformação e Defesa da Democracia (CIEDDE), uma parceria entre o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) e a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel). Em suas declarações, o senador destacou a preocupação com possíveis limites de censura e perseguição política que essa iniciativa poderia acarretar. Girão chamou a atenção para o acordo que estabelece um canal direto e ágil de comunicação entre o TSE e a Anatel, visando o cumprimento de decisões judiciais que determinam o bloqueio de sites. Ele enfatizou que essa integração eletrônica poderia acelerar ações de bloqueio de sites e publicações que critiquem ou disseminem informações consideradas prejudiciais ao processo eleitoral, incluindo críticas ao próprio TSE. O senador comparou a iniciativa do TSE ao Projeto de Lei 2.630/2020, conhecido como "PL das Fake News" ou "PL da Censura", aprovado pelo Senado e enviado à Câmara dos Deputados. Segundo Girão, o novo centro de enfrentamento à desinformação se unirá à Procuradoria Nacional da União de Defesa da Democracia (PNDD), da Advocacia-Geral da União (AGU), e à Rede de Defesa da Verdade, da Secretaria de Comunicação (Secom) da Presidência da República, criando uma figura que ele chamou de "grande censor do Brasil", com poderes para decidir o que pode ou não ser dito. Ele questionou quem seria o detentor da verdade nesse cenário e alertou para os perigos de concentrar poderes de censura em uma única entidade. O senador enfatizou a importância de as instituições republicanas funcionarem adequadamente, garantindo a voz das pessoas, a pluralidade de ideias e a liberdade de expressão com responsabilidade. Ele ressaltou que a retórica da defesa da democracia não deve ser utilizada para minar os próprios princípios democráticos. Além das preocupações levantadas por Girão, também foi mencionado o mandato do ministro Alexandre de Moraes no TSE, que tem sido marcado por polêmicas, especialmente durante as eleições de 2022. O TSE proferiu duas condenações de inelegibilidade do ex-presidente Jair Bolsonaro, o que gerou controvérsias e revoltas populares. Com o fim do mandato de Moraes se aproximando, a possibilidade de reversão dessas decisões também foi discutida, especialmente com a perspectiva de Nunes Marques assumir a presidência do TSE nas eleições de 2026. Nos bastidores do Congresso, deputados estariam trabalhando em um projeto de lei que poderia anular as decisões do TSE e restaurar os direitos políticos de Bolsonaro. Esses movimentos sugerem uma disputa em curso nos corredores do poder, com implicações significativas para o cenário político brasileiro

Postagens mais visitadas deste blog

Jovem Pan baixa a cabeça e demite Thiago Pavinatto, (Veja o Vídeo)

O apresentador Tiago Pavinatto, do programa Linha de Frente e Os Pingos nos Is, foi demitido da Jovem Pan nesta terça-feira (22). A demissão ocorreu após o advogado e comentarista político se recusar a pedir desculpas a um desembargador que foi chamado por ele de “vagabundo tarado”. Nesta segunda (21), Pavinatto comentou a decisão do desembargador Airton Vieira, do Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ-SP), de ter inocentado um acusado de estupro contra uma menina de 13 anos. Exaltado com a notícia, Pavinatto ofendeu o magistrado e, mesmo a emissora pedindo para que ele se desculpasse, o profissional se negou. – A direção da casa está pedindo uma retratação ao desembargador Airton Vieira e eu não vou fazer. E eu deixo claro aqui: eu não vou fazer uma retratação para uma pessoa que ganha dinheiro público, livra um pedófilo, e ainda chama a vítima, de 13 anos de idade, de vagabunda – declarou. E continuou: – Eu me nego a fazer. Estou sendo cobrado insistentemente a me retratar. Eu n

Thiago Pavinatto se pronuncia após saída da Jovem Pan

O apresentador Tiago Pavinatto, do programa Linha de Frente e Os Pingos nos Is, foi demitido da Jovem Pan nesta terça-feira (22) . A demissão ocorreu após o advogado e comentarista político se recusar a pedir desculpas a um desembargador que foi chamado por ele de “vagabundo tarado”. Em alguns posts nas redes o apresentador comentou o seguinte: "Essa é a versão oficial da minha saída da Jovem Pan. Eu jamais, JAMAIS, pediria desculpas por me revoltar contra um desembargador que inocentou um pedófilo septuagenário argumentando que a criança estuprada era prostituta e drogada. Não fui demitido: disse, com paz de espírito, que preferia perder o contrato a perder a decência. Essa é a versão oficial da minha saída da Jovem Pan. — Pavinatto (@Pavinatto) August 23, 2023

Herói sem capa: Policial enfrenta sozinho trio de criminosos que mantinham família refém e salva todos, (Veja o Vídeo)

Imagens de câmera de monitoramento mostram o momento em que um brigadiano sozinho salva um casal e uma criança feitos reféns durante assalto na noite de terça-feira (1º) em Estância Velha.  O confronto aconteceu uma agropecuária na Rua Walter Klein, no bairro Bela Vista. Nas cenas, o policial militar aparece armado em uma área externa da agropecuária. Em seguida, dois criminosos saem segurando as vítimas, que são seguidas por um cordeiro. "Foi uma situação inédita para mim", diz policial que salvou família refém de assalto em agropecuária de Estância Velha Criminoso que morreu após ser baleado durante assalto com reféns em Estância Velha usava tornozeleira eletrônica No momento em que os criminosos se aproximam de um carro estacionado em frente ao local, o policial se distancia em meio à rua. Os criminosos tentam embarcar com os reféns, mas o agente dispara um tiro em direção ao carro. O delegado de Estância Velha, Rafael Sauthier, explica que uma policial teria chegado