"Ou o Brasil prende Moraes ou Moraes prende o Brasil" "Ou o Brasil prende Moraes ou Moraes prende o Brasil" "Ou o Brasil prende Moraes ou Moraes prende o Brasil" Pular para o conteúdo principal
;

"Ou o Brasil prende Moraes ou Moraes prende o Brasil"

O renomado jornalista e jurista Tiago Pavinatto causou alvoroço ao comentar sobre o vazamento de um áudio envolvendo Mauro Cid, revelando supostas tramas por trás de seus depoimentos à Polícia Federal. Em uma declaração contundente, Pavinatto não poupou palavras ao expressar suas preocupações e acusações. "Eu já havia perguntado a familiares do Mauro Cid: Se ele não disse nada, porque relatou fatos? A publicação da VEJA responde muita coisa. Mas a resposta revela o óbvio, o que já sabíamos, porque comprovado em outros casos: OU O BRASIL PRENDE O MORAES OU O MORAES PRENDE O BRASIL", afirmou Pavinatto. Essa declaração não foi a primeira vez que Pavinatto fez acusações contra o Ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Alexandre de Moraes. O jornalista e jurista já havia protocolado inúmeras vezes pedidos de prisão contra Moraes, destacando a gravidade de suas alegações e o empenho pessoal em combater o que considera ser uma ameaça à democracia brasileira.
Pavinatto, ao entrar nessa dura batalha pelo Brasil, coloca não apenas sua reputação em jogo, mas também seu próprio pescoço, desafiando abertamente um dos membros mais poderosos do Judiciário brasileiro. Sua postura corajosa tem atraído tanto apoio quanto críticas, com alguns admirando sua determinação em enfrentar o que considera ser abusos de poder, enquanto outros o acusam de buscar apenas sensacionalismo e confronto. A declaração de Pavinatto ressalta as tensões cada vez maiores entre diferentes setores da sociedade brasileira, especialmente entre a mídia e o Judiciário. Enquanto alguns veem a atuação do STF como essencial para a proteção da democracia e dos direitos individuais, outros a criticam por supostos excessos e interferências indevidas nos assuntos políticos e sociais do país. Diante desse contexto, a posição de Pavinatto ecoa preocupações mais amplas sobre o estado da justiça e da governança no Brasil, alimentando debates acalorados sobre os limites do poder do Estado e o papel das instituições democráticas. Em um momento de crescente polarização política e incerteza, suas palavras podem servir como um chamado à reflexão e à ação, instigando os cidadãos a se engajarem ativamente na defesa dos valores democráticos e do Estado de Direito. A batalha de Pavinatto está longe de chegar ao fim, e o desfecho desse embate terá consequências profundas para o futuro do Brasil e de sua democracia. Resta saber se suas ações serão vistas como um ato de coragem e determinação ou como uma tentativa irresponsável de minar as instituições democráticas do país. O tempo dirá o desfecho dessa história.

Postagens mais visitadas deste blog

Jovem Pan baixa a cabeça e demite Thiago Pavinatto, (Veja o Vídeo)

O apresentador Tiago Pavinatto, do programa Linha de Frente e Os Pingos nos Is, foi demitido da Jovem Pan nesta terça-feira (22). A demissão ocorreu após o advogado e comentarista político se recusar a pedir desculpas a um desembargador que foi chamado por ele de “vagabundo tarado”. Nesta segunda (21), Pavinatto comentou a decisão do desembargador Airton Vieira, do Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ-SP), de ter inocentado um acusado de estupro contra uma menina de 13 anos. Exaltado com a notícia, Pavinatto ofendeu o magistrado e, mesmo a emissora pedindo para que ele se desculpasse, o profissional se negou. – A direção da casa está pedindo uma retratação ao desembargador Airton Vieira e eu não vou fazer. E eu deixo claro aqui: eu não vou fazer uma retratação para uma pessoa que ganha dinheiro público, livra um pedófilo, e ainda chama a vítima, de 13 anos de idade, de vagabunda – declarou. E continuou: – Eu me nego a fazer. Estou sendo cobrado insistentemente a me retratar. Eu n

Thiago Pavinatto se pronuncia após saída da Jovem Pan

O apresentador Tiago Pavinatto, do programa Linha de Frente e Os Pingos nos Is, foi demitido da Jovem Pan nesta terça-feira (22) . A demissão ocorreu após o advogado e comentarista político se recusar a pedir desculpas a um desembargador que foi chamado por ele de “vagabundo tarado”. Em alguns posts nas redes o apresentador comentou o seguinte: "Essa é a versão oficial da minha saída da Jovem Pan. Eu jamais, JAMAIS, pediria desculpas por me revoltar contra um desembargador que inocentou um pedófilo septuagenário argumentando que a criança estuprada era prostituta e drogada. Não fui demitido: disse, com paz de espírito, que preferia perder o contrato a perder a decência. Essa é a versão oficial da minha saída da Jovem Pan. — Pavinatto (@Pavinatto) August 23, 2023

Herói sem capa: Policial enfrenta sozinho trio de criminosos que mantinham família refém e salva todos, (Veja o Vídeo)

Imagens de câmera de monitoramento mostram o momento em que um brigadiano sozinho salva um casal e uma criança feitos reféns durante assalto na noite de terça-feira (1º) em Estância Velha.  O confronto aconteceu uma agropecuária na Rua Walter Klein, no bairro Bela Vista. Nas cenas, o policial militar aparece armado em uma área externa da agropecuária. Em seguida, dois criminosos saem segurando as vítimas, que são seguidas por um cordeiro. "Foi uma situação inédita para mim", diz policial que salvou família refém de assalto em agropecuária de Estância Velha Criminoso que morreu após ser baleado durante assalto com reféns em Estância Velha usava tornozeleira eletrônica No momento em que os criminosos se aproximam de um carro estacionado em frente ao local, o policial se distancia em meio à rua. Os criminosos tentam embarcar com os reféns, mas o agente dispara um tiro em direção ao carro. O delegado de Estância Velha, Rafael Sauthier, explica que uma policial teria chegado