Delação de Ronnie Lessa cita deputado federal que irmão fez campanha para Dilma Delação de Ronnie Lessa cita deputado federal que irmão fez campanha para Dilma Delação de Ronnie Lessa cita deputado federal que irmão fez campanha para Dilma Pular para o conteúdo principal
;

Delação de Ronnie Lessa cita deputado federal que irmão fez campanha para Dilma

O deputado federal Chiquinho Brazão (União) teria sido mencionado como motivo pelo qual a delação de Ronnie Lessa, o assassino confesso da vereadora Marielle Franco, foi encaminhada ao Supremo Tribunal Federal (STF). De acordo com informações obtidas pelo colunista Guilherme Amado, do portal Metrópoles, fontes da Suprema Corte confirmaram o envolvimento do nome de Chiquinho na situação. Chiquinho é irmão de Domingos Brazão, conselheiro do Tribunal de Contas do Estado (TCE-RJ), que, conforme reportagem do site Intercept Brasil, foi apontado por Lessa como o mandante do crime. O nome de Domingos Brazão foi mencionado mesmo antes da homologação da delação, que ainda estava sob análise no Superior Tribunal de Justiça (STJ). Chiquinho Brazão, eleito deputado federal pelo Rio de Janeiro e ex-vereador da capital fluminense, ainda não se manifestou publicamente sobre a divulgação de seu nome pelo colunista. Nesta terça-feira, 19, o ministro da Justiça, Ricardo Lewandowski, informou que a delação premiada de Ronnie Lessa já foi homologada. “Nos levam a crer que brevemente teremos a solução do assassinato da vereadora Marielle Franco”, disse o ministro. Segundo Lewandowski, a delação foi homologada depois ter passado por uma audiência com o juiz auxiliar do ministro Alexandre de Moraes. O ministro disse que não tem ciência do conteúdo da delação, que corre em sigilo, mas que, durante a audiência, Lessa confirmou “todos os termos da colaboração premiada”. Lewandowski reafirmou que o processo segue em segredo de Justiça, pelas mãos de Alexandre de Moraes, no STF. “É importante que se diga que o trabalho da polícia contou com a participação do Ministério Público Federal e Estadual”, disse. Na última eleição presidencial em que teve a oportunidade de se posicionar, Domingos Brazão, irmão de Chiquinho Brazão, expressou seu apoio à reeleição de Dilma Rousseff em 2014. Naquele ano, ele fez campanha para a então presidente, participando de uma carreata ao lado do deputado federal Eduardo Cunha (MDB). Poucos meses depois, Brazão recebeu apoio na Assembleia Legislativa do Rio, inclusive do PT, para sua nomeação ao TCE. Na época, Jorge Picciani, que era do mesmo partido de Brazão, estava à frente da presidência da Alerj. Com informações de Terra e Metrópoles

Postagens mais visitadas deste blog

Jovem Pan baixa a cabeça e demite Thiago Pavinatto, (Veja o Vídeo)

O apresentador Tiago Pavinatto, do programa Linha de Frente e Os Pingos nos Is, foi demitido da Jovem Pan nesta terça-feira (22). A demissão ocorreu após o advogado e comentarista político se recusar a pedir desculpas a um desembargador que foi chamado por ele de “vagabundo tarado”. Nesta segunda (21), Pavinatto comentou a decisão do desembargador Airton Vieira, do Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ-SP), de ter inocentado um acusado de estupro contra uma menina de 13 anos. Exaltado com a notícia, Pavinatto ofendeu o magistrado e, mesmo a emissora pedindo para que ele se desculpasse, o profissional se negou. – A direção da casa está pedindo uma retratação ao desembargador Airton Vieira e eu não vou fazer. E eu deixo claro aqui: eu não vou fazer uma retratação para uma pessoa que ganha dinheiro público, livra um pedófilo, e ainda chama a vítima, de 13 anos de idade, de vagabunda – declarou. E continuou: – Eu me nego a fazer. Estou sendo cobrado insistentemente a me retratar. Eu n

Thiago Pavinatto se pronuncia após saída da Jovem Pan

O apresentador Tiago Pavinatto, do programa Linha de Frente e Os Pingos nos Is, foi demitido da Jovem Pan nesta terça-feira (22) . A demissão ocorreu após o advogado e comentarista político se recusar a pedir desculpas a um desembargador que foi chamado por ele de “vagabundo tarado”. Em alguns posts nas redes o apresentador comentou o seguinte: "Essa é a versão oficial da minha saída da Jovem Pan. Eu jamais, JAMAIS, pediria desculpas por me revoltar contra um desembargador que inocentou um pedófilo septuagenário argumentando que a criança estuprada era prostituta e drogada. Não fui demitido: disse, com paz de espírito, que preferia perder o contrato a perder a decência. Essa é a versão oficial da minha saída da Jovem Pan. — Pavinatto (@Pavinatto) August 23, 2023

Herói sem capa: Policial enfrenta sozinho trio de criminosos que mantinham família refém e salva todos, (Veja o Vídeo)

Imagens de câmera de monitoramento mostram o momento em que um brigadiano sozinho salva um casal e uma criança feitos reféns durante assalto na noite de terça-feira (1º) em Estância Velha.  O confronto aconteceu uma agropecuária na Rua Walter Klein, no bairro Bela Vista. Nas cenas, o policial militar aparece armado em uma área externa da agropecuária. Em seguida, dois criminosos saem segurando as vítimas, que são seguidas por um cordeiro. "Foi uma situação inédita para mim", diz policial que salvou família refém de assalto em agropecuária de Estância Velha Criminoso que morreu após ser baleado durante assalto com reféns em Estância Velha usava tornozeleira eletrônica No momento em que os criminosos se aproximam de um carro estacionado em frente ao local, o policial se distancia em meio à rua. Os criminosos tentam embarcar com os reféns, mas o agente dispara um tiro em direção ao carro. O delegado de Estância Velha, Rafael Sauthier, explica que uma policial teria chegado