BOMBA: Freixo ligou para um dos envolvidos no assassinato da ex-vereadora Marielle Franco na noite do crime BOMBA: Freixo ligou para um dos envolvidos no assassinato da ex-vereadora Marielle Franco na noite do crime BOMBA: Freixo ligou para um dos envolvidos no assassinato da ex-vereadora Marielle Franco na noite do crime Pular para o conteúdo principal
;

BOMBA: Freixo ligou para um dos envolvidos no assassinato da ex-vereadora Marielle Franco na noite do crime

As investigações sobre a morte da ex-vereadora Marielle Franco chegaram ao fim com à delação de Lessa, mas alguns episódios do acontecimento no dia do crime surpreendem muito quem acompanha o caso, um deles é a ligação feita pelo ex-deputado federal e atual presidente da Embratur, Marcelo Freixo (PSOL), para um dos arquitetos do crime.
Freixo aliado de Marielle revelou em uma publicação no antigo Twitter uma certa confiança com o ex-chefe da Polícia Civil do Rio, Rivaldo Barbosa, pouco após o trágico falecimento de Marielle Franco e de seu motorista, Anderson Gomes, informando que ligou para o delegado após o acontecimento dos fatos. Em sua declaração, Freixo destacou que entrou em contato com Rivaldo Barbosa logo após tomar conhecimento do assassinato da vereadora e que, na ocasião, direcionava-se para o local do crime. Barbosa, então chefe da Polícia Civil, prometeu que a polícia investigaria o caso, demonstrando que tinha certo grau de proximidade com o delegado. Entretanto, a reviravolta ocorre com a recente prisão de Rivaldo Barbosa, apontado como um dos suspeitos da morte de Marielle e Anderson Gomes, como resultado de uma operação deflagrada pela Polícia Federal. Em suas próprias palavras: “Foi para Rivaldo Barbosa que liguei quando soube do assassinato da Marielle e do Anderson e me dirigia ao local do crime. Ele era chefe da Polícia Civil e recebeu as famílias no dia seguinte junto comigo. Agora Rivaldo está preso por ter atuado para proteger os mandantes do crime, impedindo que as investigações avançassem. Isso diz muito sobre o Rio de Janeiro.” Dessa forma, Freixo destaca a mudança abrupta verificada entre as interações iniciais e as ações posteriores de Barbosa, Freixo defendia que o crime tinha cunho político-ideológico e costumava apontar para outra direção. A morte de Marielle Franco em março de 2018 gerou ampla repercussão e suscitou uma série de acusações e suposições, focalizando o envolvimento de personagens da direita política. No entanto, o desenrolar das investigações revelou surpreendentes ligações entre os suspeitos e a vítima, desafiando as primeiras percepções e evidenciando uma intrincada teia de relações que ainda estão sendo desvendadas. Ficam em evidência as múltiplas acusações lançadas por amigos e familiares de Marielle, as quais, com o desenrolar das investigações, apontam para suspeitos que tinham algum contato com o grupo político da ex-vereadora e demonstrando que as acusações iniciais para um crime ligado a ideologia da vereadora era infundada.

Postagens mais visitadas deste blog

Jovem Pan baixa a cabeça e demite Thiago Pavinatto, (Veja o Vídeo)

O apresentador Tiago Pavinatto, do programa Linha de Frente e Os Pingos nos Is, foi demitido da Jovem Pan nesta terça-feira (22). A demissão ocorreu após o advogado e comentarista político se recusar a pedir desculpas a um desembargador que foi chamado por ele de “vagabundo tarado”. Nesta segunda (21), Pavinatto comentou a decisão do desembargador Airton Vieira, do Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ-SP), de ter inocentado um acusado de estupro contra uma menina de 13 anos. Exaltado com a notícia, Pavinatto ofendeu o magistrado e, mesmo a emissora pedindo para que ele se desculpasse, o profissional se negou. – A direção da casa está pedindo uma retratação ao desembargador Airton Vieira e eu não vou fazer. E eu deixo claro aqui: eu não vou fazer uma retratação para uma pessoa que ganha dinheiro público, livra um pedófilo, e ainda chama a vítima, de 13 anos de idade, de vagabunda – declarou. E continuou: – Eu me nego a fazer. Estou sendo cobrado insistentemente a me retratar. Eu n

Thiago Pavinatto se pronuncia após saída da Jovem Pan

O apresentador Tiago Pavinatto, do programa Linha de Frente e Os Pingos nos Is, foi demitido da Jovem Pan nesta terça-feira (22) . A demissão ocorreu após o advogado e comentarista político se recusar a pedir desculpas a um desembargador que foi chamado por ele de “vagabundo tarado”. Em alguns posts nas redes o apresentador comentou o seguinte: "Essa é a versão oficial da minha saída da Jovem Pan. Eu jamais, JAMAIS, pediria desculpas por me revoltar contra um desembargador que inocentou um pedófilo septuagenário argumentando que a criança estuprada era prostituta e drogada. Não fui demitido: disse, com paz de espírito, que preferia perder o contrato a perder a decência. Essa é a versão oficial da minha saída da Jovem Pan. — Pavinatto (@Pavinatto) August 23, 2023

Herói sem capa: Policial enfrenta sozinho trio de criminosos que mantinham família refém e salva todos, (Veja o Vídeo)

Imagens de câmera de monitoramento mostram o momento em que um brigadiano sozinho salva um casal e uma criança feitos reféns durante assalto na noite de terça-feira (1º) em Estância Velha.  O confronto aconteceu uma agropecuária na Rua Walter Klein, no bairro Bela Vista. Nas cenas, o policial militar aparece armado em uma área externa da agropecuária. Em seguida, dois criminosos saem segurando as vítimas, que são seguidas por um cordeiro. "Foi uma situação inédita para mim", diz policial que salvou família refém de assalto em agropecuária de Estância Velha Criminoso que morreu após ser baleado durante assalto com reféns em Estância Velha usava tornozeleira eletrônica No momento em que os criminosos se aproximam de um carro estacionado em frente ao local, o policial se distancia em meio à rua. Os criminosos tentam embarcar com os reféns, mas o agente dispara um tiro em direção ao carro. O delegado de Estância Velha, Rafael Sauthier, explica que uma policial teria chegado