Bomba, ex-ministro do STF diz que os atuais integrantes da corte “perderam a cidadania” (veja o vídeo) Bomba, ex-ministro do STF diz que os atuais integrantes da corte “perderam a cidadania” (veja o vídeo) Bomba, ex-ministro do STF diz que os atuais integrantes da corte “perderam a cidadania” (veja o vídeo) Pular para o conteúdo principal
;

Bomba, ex-ministro do STF diz que os atuais integrantes da corte “perderam a cidadania” (veja o vídeo)

Em uma entrevista explosiva, o ex-ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Marco Aurélio Mello, fez revelações estarrecedoras sobre o atual panorama do judiciário brasileiro, em especial, sobre a situação dentro da mais alta corte do país.
Durante a entrevista, Marco Aurélio Mello não poupou críticas e destacou sua visão sobre o que ele descreve como uma grave crise no STF, onde, segundo ele, o garantismo não impera mais. Suas declarações ecoaram como um alerta contundente sobre a situação do poder judiciário no Brasil. O ex-ministro abordou também sua visão sobre o ministro Alexandre de Moraes, um dos membros mais controversos do STF atualmente. Suas palavras lançaram luz sobre o clima de tensão e desconfiança que paira sobre a corte suprema do país. A afirmação mais impactante de Marco Aurélio Mello foi a de que os atuais integrantes do STF "perderam a cidadania". Essa declaração contundente ressalta a gravidade da situação percebida pelo ex-ministro, sugerindo uma ruptura significativa com os princípios democráticos e constitucionais que regem o país. A entrevista de Marco Aurélio Mello vem em um momento crucial para o judiciário brasileiro, que enfrenta desafios sem precedentes em meio a polarizações políticas e conflitos de competência entre os diferentes poderes. O fato de um ex-ministro do STF, recentemente aposentado, fazer tais afirmações públicas sugere que a situação dentro da corte suprema é ainda mais grave do que muitos imaginam. Suas palavras ecoam como um chamado à reflexão e à ação por parte das autoridades e da sociedade civil. A questão levantada por Marco Aurélio Mello lança luz sobre a necessidade urgente de uma avaliação profunda e imparcial do funcionamento do judiciário brasileiro, visando garantir a preservação dos princípios democráticos e constitucionais que fundamentam o Estado de Direito. A entrevista do ex-ministro do STF também ressalta a importância do debate público e da transparência nas instituições democráticas, destacando a necessidade de uma maior prestação de contas por parte dos membros do judiciário. Enquanto as palavras de Marco Aurélio Mello reverberam, o Brasil se vê diante de um desafio crucial: o de assegurar a independência e a imparcialidade do poder judiciário, ao mesmo tempo em que se protege o estado de direito e se fortalecem os valores democráticos. A entrevista completa do ex-ministro do STF Marco Aurélio Mello certamente dará origem a debates intensos e reflexões profundas sobre o estado atual do judiciário brasileiro e os rumos que a justiça deve tomar para garantir sua legitimidade e eficácia no contexto democrático do país.

Postagens mais visitadas deste blog

Jovem Pan baixa a cabeça e demite Thiago Pavinatto, (Veja o Vídeo)

O apresentador Tiago Pavinatto, do programa Linha de Frente e Os Pingos nos Is, foi demitido da Jovem Pan nesta terça-feira (22). A demissão ocorreu após o advogado e comentarista político se recusar a pedir desculpas a um desembargador que foi chamado por ele de “vagabundo tarado”. Nesta segunda (21), Pavinatto comentou a decisão do desembargador Airton Vieira, do Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ-SP), de ter inocentado um acusado de estupro contra uma menina de 13 anos. Exaltado com a notícia, Pavinatto ofendeu o magistrado e, mesmo a emissora pedindo para que ele se desculpasse, o profissional se negou. – A direção da casa está pedindo uma retratação ao desembargador Airton Vieira e eu não vou fazer. E eu deixo claro aqui: eu não vou fazer uma retratação para uma pessoa que ganha dinheiro público, livra um pedófilo, e ainda chama a vítima, de 13 anos de idade, de vagabunda – declarou. E continuou: – Eu me nego a fazer. Estou sendo cobrado insistentemente a me retratar. Eu n

Thiago Pavinatto se pronuncia após saída da Jovem Pan

O apresentador Tiago Pavinatto, do programa Linha de Frente e Os Pingos nos Is, foi demitido da Jovem Pan nesta terça-feira (22) . A demissão ocorreu após o advogado e comentarista político se recusar a pedir desculpas a um desembargador que foi chamado por ele de “vagabundo tarado”. Em alguns posts nas redes o apresentador comentou o seguinte: "Essa é a versão oficial da minha saída da Jovem Pan. Eu jamais, JAMAIS, pediria desculpas por me revoltar contra um desembargador que inocentou um pedófilo septuagenário argumentando que a criança estuprada era prostituta e drogada. Não fui demitido: disse, com paz de espírito, que preferia perder o contrato a perder a decência. Essa é a versão oficial da minha saída da Jovem Pan. — Pavinatto (@Pavinatto) August 23, 2023

Herói sem capa: Policial enfrenta sozinho trio de criminosos que mantinham família refém e salva todos, (Veja o Vídeo)

Imagens de câmera de monitoramento mostram o momento em que um brigadiano sozinho salva um casal e uma criança feitos reféns durante assalto na noite de terça-feira (1º) em Estância Velha.  O confronto aconteceu uma agropecuária na Rua Walter Klein, no bairro Bela Vista. Nas cenas, o policial militar aparece armado em uma área externa da agropecuária. Em seguida, dois criminosos saem segurando as vítimas, que são seguidas por um cordeiro. "Foi uma situação inédita para mim", diz policial que salvou família refém de assalto em agropecuária de Estância Velha Criminoso que morreu após ser baleado durante assalto com reféns em Estância Velha usava tornozeleira eletrônica No momento em que os criminosos se aproximam de um carro estacionado em frente ao local, o policial se distancia em meio à rua. Os criminosos tentam embarcar com os reféns, mas o agente dispara um tiro em direção ao carro. O delegado de Estância Velha, Rafael Sauthier, explica que uma policial teria chegado