Após ser citada por ex-comandante, Carla Zambelli vem a público e solta o verbo Após ser citada por ex-comandante, Carla Zambelli vem a público e solta o verbo Após ser citada por ex-comandante, Carla Zambelli vem a público e solta o verbo Pular para o conteúdo principal
;

Após ser citada por ex-comandante, Carla Zambelli vem a público e solta o verbo

Após o Supremo Tribunal Federal (STF) decidir retirar o sigilo sobre os depoimentos de militares e políticos à Polícia Federal (PF) relacionados àquilo que denominaram uma suposta "tentativa de golpe de Estado", a deputada federal Carla Zambelli (PL-SP) foi citada pelo ex-comandante da Aeronáutica, brigadeiro Carlos de Almeida Baptista Junior. Em seu depoimento à PF, o militar afirmou que foi procurado pela parlamentar durante discussões sobre uma suposta trama golpista para manter o ex-presidente Jair Bolsonaro no poder. Segundo o relato do brigadeiro, Zambelli teria feito um pedido direto a ele, dizendo: "Brigadeiro, o senhor não pode deixar o presidente Bolsonaro na mão." Em resposta, o militar teria deixado claro que não aceitaria qualquer proposta ilegal, respondendo: "Deputada, entendi o que a senhora está falando e não admito que a senhora proponha qualquer ilegalidade." Além do depoimento de Baptista Junior, o ex-comandante do Exército, Freire Gomes, também revelou pressões semelhantes para que os militares apoiassem uma tentativa de ruptura. Baptista Junior chegou a afirmar que Freire Gomes ameaçou prender Bolsonaro se a proposta fosse levada adiante. Diante das acusações, Zambelli recorreu às redes sociais para comentar o assunto. Em sua conta em uma rede social, ela escreveu: "Eu não sabia que generais de alta patente aceitavam pressão de uma deputada de baixo clero. Nossas Forças Armadas já tiveram comandantes melhores. Triste." Em resposta às acusações, a defesa de Carla Zambelli emitiu uma nota, afirmando que a deputada desconhece os fatos envolvendo essa minuta e que jamais concordaria com algo irregular, imoral ou ilícito. A nota também destaca que, caso tenha feito algum pedido, isso ocorreu por conta da derrota nas eleições e que tal apoio seria plausível naquele momento. As revelações feitas nos depoimentos dos militares e políticos trouxeram à tona um debate acalorado sobre a integridade do processo democrático no Brasil e a conduta dos envolvidos. Enquanto alguns defendem a transparência e a investigação rigorosa das alegações, outros argumentam que tais acusações podem ser parte de uma estratégia política para descreditar o governo e seus aliados. À medida que o caso continua a se desenrolar, o país aguarda ansiosamente por respostas e por esclarecimentos adicionais sobre o que realmente aconteceu nos bastidores do poder durante esse período tumultuado da política brasileira. Enquanto isso, as tensões permanecem altas e o futuro político de figuras como Carla Zambelli permanece incerto.

Postagens mais visitadas deste blog

Jovem Pan baixa a cabeça e demite Thiago Pavinatto, (Veja o Vídeo)

O apresentador Tiago Pavinatto, do programa Linha de Frente e Os Pingos nos Is, foi demitido da Jovem Pan nesta terça-feira (22). A demissão ocorreu após o advogado e comentarista político se recusar a pedir desculpas a um desembargador que foi chamado por ele de “vagabundo tarado”. Nesta segunda (21), Pavinatto comentou a decisão do desembargador Airton Vieira, do Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ-SP), de ter inocentado um acusado de estupro contra uma menina de 13 anos. Exaltado com a notícia, Pavinatto ofendeu o magistrado e, mesmo a emissora pedindo para que ele se desculpasse, o profissional se negou. – A direção da casa está pedindo uma retratação ao desembargador Airton Vieira e eu não vou fazer. E eu deixo claro aqui: eu não vou fazer uma retratação para uma pessoa que ganha dinheiro público, livra um pedófilo, e ainda chama a vítima, de 13 anos de idade, de vagabunda – declarou. E continuou: – Eu me nego a fazer. Estou sendo cobrado insistentemente a me retratar. Eu n

Thiago Pavinatto se pronuncia após saída da Jovem Pan

O apresentador Tiago Pavinatto, do programa Linha de Frente e Os Pingos nos Is, foi demitido da Jovem Pan nesta terça-feira (22) . A demissão ocorreu após o advogado e comentarista político se recusar a pedir desculpas a um desembargador que foi chamado por ele de “vagabundo tarado”. Em alguns posts nas redes o apresentador comentou o seguinte: "Essa é a versão oficial da minha saída da Jovem Pan. Eu jamais, JAMAIS, pediria desculpas por me revoltar contra um desembargador que inocentou um pedófilo septuagenário argumentando que a criança estuprada era prostituta e drogada. Não fui demitido: disse, com paz de espírito, que preferia perder o contrato a perder a decência. Essa é a versão oficial da minha saída da Jovem Pan. — Pavinatto (@Pavinatto) August 23, 2023

Herói sem capa: Policial enfrenta sozinho trio de criminosos que mantinham família refém e salva todos, (Veja o Vídeo)

Imagens de câmera de monitoramento mostram o momento em que um brigadiano sozinho salva um casal e uma criança feitos reféns durante assalto na noite de terça-feira (1º) em Estância Velha.  O confronto aconteceu uma agropecuária na Rua Walter Klein, no bairro Bela Vista. Nas cenas, o policial militar aparece armado em uma área externa da agropecuária. Em seguida, dois criminosos saem segurando as vítimas, que são seguidas por um cordeiro. "Foi uma situação inédita para mim", diz policial que salvou família refém de assalto em agropecuária de Estância Velha Criminoso que morreu após ser baleado durante assalto com reféns em Estância Velha usava tornozeleira eletrônica No momento em que os criminosos se aproximam de um carro estacionado em frente ao local, o policial se distancia em meio à rua. Os criminosos tentam embarcar com os reféns, mas o agente dispara um tiro em direção ao carro. O delegado de Estância Velha, Rafael Sauthier, explica que uma policial teria chegado