Veja o que se sabe sobre morte de advogada e cliente no RN Veja o que se sabe sobre morte de advogada e cliente no RN Veja o que se sabe sobre morte de advogada e cliente no RN Pular para o conteúdo principal
;

Veja o que se sabe sobre morte de advogada e cliente no RN

A Polícia Civil do Rio Grande do Norte está investigando o assassinato da advogada Brenda dos Santos Oliveira, de 26 anos, e do seu cliente, Janielson Nunes de Lima, de 25, ocorrido no município de Santo Antônio, no agreste do estado. O crime, que aconteceu na última terça-feira (30/1), ocorreu pouco depois de ambos deixarem a delegacia local. A advogada e seu cliente, também conhecido como Gordinho da Batata, foram surpreendidos por quatro criminosos em duas motocicletas, todos usando capacetes. 

O duplo homicídio ocorreu a aproximadamente 600 metros da delegacia. Após os disparos, o veículo em que as vítimas estavam colidiu com um ônibus, resultando na morte instantânea dos dois.

O que se sabe

Conforme informações da Polícia Civil, Janielson de Lima foi detido na terça-feira (30/1) em uma feira livre em que trabalhava na cidade de Arez e conduzido até a Delegacia de Santo Antônio, localizada a aproximadamente 30 quilômetros de distância. Ele era suspeito de envolvimento na morte de João Victor Bento da Costa, de 19 anos, durante uma vaquejada no domingo (28/1).


Na segunda-feira (29/1), Janielson compareceu à delegacia sozinho, negou qualquer participação no crime e afirmou estar em um bar no momento do incidente. Entretanto, ao retornar à unidade policial na terça-feira (30/1), prestou depoimento e foi liberado devido à falta de evidências que o vinculassem ao crime, bem como à ausência de um mandado de prisão.

A Polícia Militar informou ter efetuado a prisão sob a suspeita de que Janielson ainda pudesse estar em flagrante delito.

O delegado titular da Delegacia de Santo Antônio, Thyago Batista, explicou que Janielson e sua advogada dirigiram-se a um bar, onde ele alegava estar no momento do crime. O objetivo era verificar a existência de câmeras de segurança no estabelecimento e solicitar ao delegado as imagens correspondentes.


No instante do ocorrido, além de Janielson e sua advogada, estavam no veículo a mãe, uma irmã e uma amiga de Janielson, todas ocupando os assentos traseiros. Conforme relato da Polícia Civil, as três sobreviveram aos disparos sem sofrer ferimentos mais graves. A mãe de Janielson foi atingida de raspão na perna.

Advogada não era alvo

De acordo com o delegado Thyago Batista, os criminosos cercaram o veículo da advogada. No entanto, ele sugere que Brenda não era o alvo, pois o grupo pretendia assassinar Janielson.


Segundo o investigador, a família contratou a advogada depois que Janielson já tinha sido levado à Delegacia de Santo Antônio. Brenda obteve sua inscrição na Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) em 2022.

A advogada chegou a publicar uma imagem nas redes sociais de dentro da delegacia. A imagem escurecida, compartilhada por Brenda, mostra os pés de duas pessoas e a localização em “Delegacia de Polícia Civil”, acompanhada da legenda: “A sociedade e a sua mania de condenar um indivíduo apenas com base no ‘disse me disse’”.

Brenda dos Santos Oliveira trabalhava na área do direito trabalhista e estava começando a entrar na área criminal, segundo a sócia dela, Ilanna Arquilino. A sócia afirmou, inclusive, que Brenda estava “nervosa” com o caso assumido, relacionado a Janielson, que ela não conhecia.
<

O trabalho tinha sido indicação de uma prima de Brenda. As sócias também iriam abrir um novo escritório nos próximos dias.

A OAB-RN decretou luto de três dias. Em nota, a Ordem comunicou que requereu ao secretário de Segurança Pública do Estado, coronel Francisco Araújo, o acompanhamento rigoroso das investigações, e também designou que uma comissão acompanhe o inquérito policial.

A OAB informou que vai prestar assistência à família de Brenda. “O crime contra uma advogada em seu exercício profissional, além de uma violência bárbara, é um ataque direto ao Estado Democrático de Direito”, disse em nota.

O que falta esclarecer

A Polícia Civil está empenhada em identificar os responsáveis pelos disparos que resultaram na morte da advogada e de seu cliente. O delegado da cidade de Santo Antônio está conduzindo a investigação para determinar se há indícios de um veículo adicional fornecendo apoio ao grupo e se existem câmeras de vigilância na área que possam ter capturado o incidente.

Janielson, conhecido como Gordinho da Batata, tinha histórico de medidas protetivas devido a ameaças contra uma ex-companheira, além de um Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO) relacionado a infrações de trânsito, conforme informado pela Polícia Civil.

A morte do vaqueiro João Victor Bento da Costa, de 19 anos, pela qual Janielson era suspeito, continua sendo objeto de investigação, e a Polícia Civil está explorando diversas linhas de apuração. O delegado Thyago Barbosa ressaltou que a motivação do crime ainda não foi determinada pela polícia.

Com informações de Metrópoles

Postagens mais visitadas deste blog

Jovem Pan baixa a cabeça e demite Thiago Pavinatto, (Veja o Vídeo)

O apresentador Tiago Pavinatto, do programa Linha de Frente e Os Pingos nos Is, foi demitido da Jovem Pan nesta terça-feira (22). A demissão ocorreu após o advogado e comentarista político se recusar a pedir desculpas a um desembargador que foi chamado por ele de “vagabundo tarado”. Nesta segunda (21), Pavinatto comentou a decisão do desembargador Airton Vieira, do Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ-SP), de ter inocentado um acusado de estupro contra uma menina de 13 anos. Exaltado com a notícia, Pavinatto ofendeu o magistrado e, mesmo a emissora pedindo para que ele se desculpasse, o profissional se negou. – A direção da casa está pedindo uma retratação ao desembargador Airton Vieira e eu não vou fazer. E eu deixo claro aqui: eu não vou fazer uma retratação para uma pessoa que ganha dinheiro público, livra um pedófilo, e ainda chama a vítima, de 13 anos de idade, de vagabunda – declarou. E continuou: – Eu me nego a fazer. Estou sendo cobrado insistentemente a me retratar. Eu n

Thiago Pavinatto se pronuncia após saída da Jovem Pan

O apresentador Tiago Pavinatto, do programa Linha de Frente e Os Pingos nos Is, foi demitido da Jovem Pan nesta terça-feira (22) . A demissão ocorreu após o advogado e comentarista político se recusar a pedir desculpas a um desembargador que foi chamado por ele de “vagabundo tarado”. Em alguns posts nas redes o apresentador comentou o seguinte: "Essa é a versão oficial da minha saída da Jovem Pan. Eu jamais, JAMAIS, pediria desculpas por me revoltar contra um desembargador que inocentou um pedófilo septuagenário argumentando que a criança estuprada era prostituta e drogada. Não fui demitido: disse, com paz de espírito, que preferia perder o contrato a perder a decência. Essa é a versão oficial da minha saída da Jovem Pan. — Pavinatto (@Pavinatto) August 23, 2023

Herói sem capa: Policial enfrenta sozinho trio de criminosos que mantinham família refém e salva todos, (Veja o Vídeo)

Imagens de câmera de monitoramento mostram o momento em que um brigadiano sozinho salva um casal e uma criança feitos reféns durante assalto na noite de terça-feira (1º) em Estância Velha.  O confronto aconteceu uma agropecuária na Rua Walter Klein, no bairro Bela Vista. Nas cenas, o policial militar aparece armado em uma área externa da agropecuária. Em seguida, dois criminosos saem segurando as vítimas, que são seguidas por um cordeiro. "Foi uma situação inédita para mim", diz policial que salvou família refém de assalto em agropecuária de Estância Velha Criminoso que morreu após ser baleado durante assalto com reféns em Estância Velha usava tornozeleira eletrônica No momento em que os criminosos se aproximam de um carro estacionado em frente ao local, o policial se distancia em meio à rua. Os criminosos tentam embarcar com os reféns, mas o agente dispara um tiro em direção ao carro. O delegado de Estância Velha, Rafael Sauthier, explica que uma policial teria chegado