Globo comete erro imperdoável, vira chacota e é alvo até de entidade de jornalistas Globo comete erro imperdoável, vira chacota e é alvo até de entidade de jornalistas Globo comete erro imperdoável, vira chacota e é alvo até de entidade de jornalistas Pular para o conteúdo principal
;

Globo comete erro imperdoável, vira chacota e é alvo até de entidade de jornalistas

A Federação Nacional dos Jornalistas (Fenaj) criticou a cobertura do Carnaval de 2024 pela TV Globo, criticando a escolha de influenciadores digitais para reportagens ao vivo. 

A federação considerou a abordagem uma “falha”, apontando falta de preparo e informação dos convidados, o que resultou na ausência de detalhes cruciais sobre o evento para os espectadores.

A Fenaj defende que jornalistas profissionais oferecem uma visão mais rica e contextualizada do Carnaval, ressaltando a importância de sua perspectiva histórica e social. A nota enfatiza que valorizar o jornalismo durante o Carnaval não só fortalece a liberdade de imprensa, mas também aprofunda o entendimento das complexidades culturais e sociais da festividade.

Boninho, diretor de entretenimento da Globo, minimizou as críticas, afirmando estar satisfeito com a cobertura e indiferente às reclamações. A Fenaj, por sua vez, reitera a relevância do jornalismo na cobertura de eventos significativos para a cultura nacional, como o Carnaval, e insta o público a reconhecer o valor do trabalho jornalístico na promoção de informações precisas e na preservação da memória coletiva.

A nota da FENAJ na íntegra:

“FENAJ repudia falhas na transmissão e destaca importância do Jornalismo na cobertura do Carnaval” Erros na transmissão, entrevistadores despreparados e desinformados e falta de detalhes foram algumas das reclamações feitas nas redes sociais pelo público que acompanhou os desfiles das escolas de samba pela televisão aberta em rede comercial neste Carnaval de 2024. 

Ao abrir mão de repórteres, a emissora detentora do direito comercial de transmissão deixou as/os espectadores sem informações cruciais sobre a festa.” A Federação Nacional dos Jornalistas (FENAJ) enfatiza a importância essencial do trabalho jornalístico na cobertura deste evento tão importante para a cultura nacional, pois os/as jornalistas trazem uma perspectiva histórica e social para o trabalho, enriquecendo a compreensão pública do Carnaval. 

Por meio de reportagens, análises contextuais e entrevistas, as/os jornalistas oferecem ao público uma visão abrangente das tradições, dos desafios e das transformações do Carnaval.
Além disso, destacam-se as questões sociais e políticas que permeiam essa celebração, proporcionando uma reflexão crítica sobre seu impacto na sociedade.” Neste sentido, a FENAJ exorta o público a reconhecer o valor inestimável do jornalismo na promoção da informação precisa e na preservação da memória coletiva. 

Ao valorizarmos o trabalho das/dos jornalistas durante o Carnaval, fortalecemos não apenas a liberdade de imprensa, mas também a nossa compreensão mais profunda das complexidades culturais e sociais que moldam essa festividade tão emblemática.”

Federação Nacional dos Jornalistas (FENAJ)”

Postagens mais visitadas deste blog

Jovem Pan baixa a cabeça e demite Thiago Pavinatto, (Veja o Vídeo)

O apresentador Tiago Pavinatto, do programa Linha de Frente e Os Pingos nos Is, foi demitido da Jovem Pan nesta terça-feira (22). A demissão ocorreu após o advogado e comentarista político se recusar a pedir desculpas a um desembargador que foi chamado por ele de “vagabundo tarado”. Nesta segunda (21), Pavinatto comentou a decisão do desembargador Airton Vieira, do Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ-SP), de ter inocentado um acusado de estupro contra uma menina de 13 anos. Exaltado com a notícia, Pavinatto ofendeu o magistrado e, mesmo a emissora pedindo para que ele se desculpasse, o profissional se negou. – A direção da casa está pedindo uma retratação ao desembargador Airton Vieira e eu não vou fazer. E eu deixo claro aqui: eu não vou fazer uma retratação para uma pessoa que ganha dinheiro público, livra um pedófilo, e ainda chama a vítima, de 13 anos de idade, de vagabunda – declarou. E continuou: – Eu me nego a fazer. Estou sendo cobrado insistentemente a me retratar. Eu n

Thiago Pavinatto se pronuncia após saída da Jovem Pan

O apresentador Tiago Pavinatto, do programa Linha de Frente e Os Pingos nos Is, foi demitido da Jovem Pan nesta terça-feira (22) . A demissão ocorreu após o advogado e comentarista político se recusar a pedir desculpas a um desembargador que foi chamado por ele de “vagabundo tarado”. Em alguns posts nas redes o apresentador comentou o seguinte: "Essa é a versão oficial da minha saída da Jovem Pan. Eu jamais, JAMAIS, pediria desculpas por me revoltar contra um desembargador que inocentou um pedófilo septuagenário argumentando que a criança estuprada era prostituta e drogada. Não fui demitido: disse, com paz de espírito, que preferia perder o contrato a perder a decência. Essa é a versão oficial da minha saída da Jovem Pan. — Pavinatto (@Pavinatto) August 23, 2023

Herói sem capa: Policial enfrenta sozinho trio de criminosos que mantinham família refém e salva todos, (Veja o Vídeo)

Imagens de câmera de monitoramento mostram o momento em que um brigadiano sozinho salva um casal e uma criança feitos reféns durante assalto na noite de terça-feira (1º) em Estância Velha.  O confronto aconteceu uma agropecuária na Rua Walter Klein, no bairro Bela Vista. Nas cenas, o policial militar aparece armado em uma área externa da agropecuária. Em seguida, dois criminosos saem segurando as vítimas, que são seguidas por um cordeiro. "Foi uma situação inédita para mim", diz policial que salvou família refém de assalto em agropecuária de Estância Velha Criminoso que morreu após ser baleado durante assalto com reféns em Estância Velha usava tornozeleira eletrônica No momento em que os criminosos se aproximam de um carro estacionado em frente ao local, o policial se distancia em meio à rua. Os criminosos tentam embarcar com os reféns, mas o agente dispara um tiro em direção ao carro. O delegado de Estância Velha, Rafael Sauthier, explica que uma policial teria chegado