Gravíssimo: Colunista do Uol defende crime e prega perseguição aos Bolsonaristas Gravíssimo: Colunista do Uol defende crime e prega perseguição aos Bolsonaristas Gravíssimo: Colunista do Uol defende crime e prega perseguição aos Bolsonaristas Pular para o conteúdo principal
;

Gravíssimo: Colunista do Uol defende crime e prega perseguição aos Bolsonaristas

A colunista do portal UOL, Milly Lacombe, publicou um artigo nesta terça-feira (27) incitando uma perseguição às pessoas de direita no Brasil. Com o título É legítimo barrar manifestante de extrema direita de entrar em vagão, Milly abordou o fato de torcedores do Santos e do Corinthians impedirem manifestantes vindos do ato político na Avenida Paulista, na noite do último domingo (25), de ingressarem no metrô. O texto diz que “a manifestação na Paulista era uma manifestação antidemocrática por princípio”, embora a informação não tenha qualquer conexão com a realidade. Eivada de ódio político e ideológico, a publicação defende uma prática criminosa e faz graves acusações contra o evento conservador e os participantes do ato organizado pelo pastor Silas Malafaia. A manifestação na Paulista era uma manifestação antidemocrática por princípio. O que estava sendo defendido naquele dia eram valores como ditadura, tortura, torturador, golpe de estado e tudo o que vem a reboque: racismo, misoginia, LGBTfobia, machismo. Sem qualquer compromisso com a integridade física dos conservadores e, principalmente, apoiadores do ex-presidente Jair Bolsonaro (PL), Milly Lacombe invoca o radicalismo e diz que a “extrema direita não se debate, se combate”. – (…) Não estamos mais no terreno de polos políticos aceitáveis. Saímos desse cenário faz anos. A extrema direita não é campo legítimo. Extrema direita não se debate, se combate. Em seguida, o texto valida a ação marginal dos que usaram de força para impedir que manifestantes de direita utilizassem o serviço de transporte público da cidade. – (…) Vale sim não deixar extremista de direita entrar. Milly revela o sentimento de “conforto” ao assistir as imagens da ação truculenta de “homens fortões e de cara brava barrando pessoas da terceira idade de expressões entristecidas e amedrontadas de entrarem no vagão”. E distorce severamente a realidade a fim de dar legitimidade a uma visão de mundo intolerante, radical e agressiva, usando a defesa da democracia para justificar uma visão ditatorial, antidemocrática. – Os velhinhos estavam indo apoiar um movimento de extrema direita e todos os valores associados a ele. Os fortões estavam dizendo: aqui não, aqui é democracia. A cronista reconhece a ilegalidade de sua defesa textual, mas diz ser algo “legítimo”. – Beira a ilegalidade? Talvez. Mas é legítimo. Não nos esqueçamos que a Escravidão foi legal, o Apartheid sul-africano foi legal, o Nazismo foi legal. Só que eles nunca, nem por um dia, nem por uma hora, nem por um segundo, foram legítimos. Um brinde aos que lutam contra qualquer ato de inclinações fascistas – concluiu.

Pleno News

Postagens mais visitadas deste blog

Jovem Pan baixa a cabeça e demite Thiago Pavinatto, (Veja o Vídeo)

O apresentador Tiago Pavinatto, do programa Linha de Frente e Os Pingos nos Is, foi demitido da Jovem Pan nesta terça-feira (22). A demissão ocorreu após o advogado e comentarista político se recusar a pedir desculpas a um desembargador que foi chamado por ele de “vagabundo tarado”. Nesta segunda (21), Pavinatto comentou a decisão do desembargador Airton Vieira, do Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ-SP), de ter inocentado um acusado de estupro contra uma menina de 13 anos. Exaltado com a notícia, Pavinatto ofendeu o magistrado e, mesmo a emissora pedindo para que ele se desculpasse, o profissional se negou. – A direção da casa está pedindo uma retratação ao desembargador Airton Vieira e eu não vou fazer. E eu deixo claro aqui: eu não vou fazer uma retratação para uma pessoa que ganha dinheiro público, livra um pedófilo, e ainda chama a vítima, de 13 anos de idade, de vagabunda – declarou. E continuou: – Eu me nego a fazer. Estou sendo cobrado insistentemente a me retratar. Eu n

Thiago Pavinatto se pronuncia após saída da Jovem Pan

O apresentador Tiago Pavinatto, do programa Linha de Frente e Os Pingos nos Is, foi demitido da Jovem Pan nesta terça-feira (22) . A demissão ocorreu após o advogado e comentarista político se recusar a pedir desculpas a um desembargador que foi chamado por ele de “vagabundo tarado”. Em alguns posts nas redes o apresentador comentou o seguinte: "Essa é a versão oficial da minha saída da Jovem Pan. Eu jamais, JAMAIS, pediria desculpas por me revoltar contra um desembargador que inocentou um pedófilo septuagenário argumentando que a criança estuprada era prostituta e drogada. Não fui demitido: disse, com paz de espírito, que preferia perder o contrato a perder a decência. Essa é a versão oficial da minha saída da Jovem Pan. — Pavinatto (@Pavinatto) August 23, 2023

Herói sem capa: Policial enfrenta sozinho trio de criminosos que mantinham família refém e salva todos, (Veja o Vídeo)

Imagens de câmera de monitoramento mostram o momento em que um brigadiano sozinho salva um casal e uma criança feitos reféns durante assalto na noite de terça-feira (1º) em Estância Velha.  O confronto aconteceu uma agropecuária na Rua Walter Klein, no bairro Bela Vista. Nas cenas, o policial militar aparece armado em uma área externa da agropecuária. Em seguida, dois criminosos saem segurando as vítimas, que são seguidas por um cordeiro. "Foi uma situação inédita para mim", diz policial que salvou família refém de assalto em agropecuária de Estância Velha Criminoso que morreu após ser baleado durante assalto com reféns em Estância Velha usava tornozeleira eletrônica No momento em que os criminosos se aproximam de um carro estacionado em frente ao local, o policial se distancia em meio à rua. Os criminosos tentam embarcar com os reféns, mas o agente dispara um tiro em direção ao carro. O delegado de Estância Velha, Rafael Sauthier, explica que uma policial teria chegado