“Eu queria o Salles” “Eu queria o Salles” “Eu queria o Salles” Pular para o conteúdo principal
;

“Eu queria o Salles”

O ex-presidente Jair Bolsonaro (PL) confirmou a indicação do ex-comandante da Rota – grupo de elite da Polícia Militar de São Paulo -, coronel Ricardo Mello Araújo, para ser candidato a vice-prefeito da capital paulista na chapa com o atual prefeito Ricardo Nunes (MDB).
A confirmação foi dada em entrevista nesta quinta-feira (1º) ao programa Oeste Sem Filtro, da Revista Oeste. Na ocasião, Bolsonaro também reforçou o apoio a Nunes, embora tenha indicado que, pessoalmente, preferia o deputado federal Ricardo Salles (PL) como candidato à prefeitura.

Segundo Bolsonaro, Valdemar Costa Neto, presidente do PL, aprovou a indicação do nome levado pelo próprio Bolsonaro e agora o trâmite depende da “aceitação” do prefeito Ricardo Nunes, que tem ainda três outros nomes sugeridos.

A sugestão de Mello Araújo para composição da chapa será analisada pelos partidos que já firmaram aliança pela reeleição de Nunes, de acordo com o prefeito. Bolsonaro, não escondeu, porém, que preferia apoiar outro cabeça de chapa, mas que foi convencido por Valdemar a entrar na campanha do prefeito, que teria mais chances de derrotar o deputado federal Guilherme Boulos (PSOL-SP). Minha preferência [para prefeitura] sempre foi o Ricardo Salles, não nego isso aí, gosto muito dele e tenho uma boa amizade com ele – afirmou Bolsonaro, reforçando depois:  Lamento, repito, do coração, eu queria o Ricardo Salles, mas é página virada isso aí. Salles desistiu oficialmente da candidatura na última quarta-feira (31), depois que Valdemar entregou uma lista com quatro nomes ao atual prefeito. Nunes ainda não cravou o nome de quem será seu vice de chapa. Escolhi o coronel Mello Araújo, que fez um excelente trabalho à frente da Ceagesp no meu governo, atuou quase como um mini prefeito – disse Bolsonaro, que afirmou ainda que haverá outras ocasiões mais “oportunas” para que o ex-ministro do Meio Ambiente sirva ao estado e à cidade de São Paulo.
Salles já havia desistido outra vez da candidatura a prefeito, em junho do ano passado, quando desagradou o PL ao “queimar a largada” e se anunciar como pré-candidato sem autorização do partido, que já negociava apoio a Nunes. Mello Araújo seria uma espécie de preposto de Jair Bolsonaro numa eventual nova gestão de Nunes. O coronel foi diretor da Companhia de Entrepostos e Armazéns Gerais de São Paulo (Ceagesp), empresa pública federal, na gestão do ex-presidente desde outubro de 2020. Em janeiro de 2023, já no governo de Luiz Inácio Lula da Silva, foi exonerado do cargo. Antes, comandou a Rota entre 2017 e 2019.

*Com informações AE

Postagens mais visitadas deste blog

Jovem Pan baixa a cabeça e demite Thiago Pavinatto, (Veja o Vídeo)

O apresentador Tiago Pavinatto, do programa Linha de Frente e Os Pingos nos Is, foi demitido da Jovem Pan nesta terça-feira (22). A demissão ocorreu após o advogado e comentarista político se recusar a pedir desculpas a um desembargador que foi chamado por ele de “vagabundo tarado”. Nesta segunda (21), Pavinatto comentou a decisão do desembargador Airton Vieira, do Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ-SP), de ter inocentado um acusado de estupro contra uma menina de 13 anos. Exaltado com a notícia, Pavinatto ofendeu o magistrado e, mesmo a emissora pedindo para que ele se desculpasse, o profissional se negou. – A direção da casa está pedindo uma retratação ao desembargador Airton Vieira e eu não vou fazer. E eu deixo claro aqui: eu não vou fazer uma retratação para uma pessoa que ganha dinheiro público, livra um pedófilo, e ainda chama a vítima, de 13 anos de idade, de vagabunda – declarou. E continuou: – Eu me nego a fazer. Estou sendo cobrado insistentemente a me retratar. Eu n

Thiago Pavinatto se pronuncia após saída da Jovem Pan

O apresentador Tiago Pavinatto, do programa Linha de Frente e Os Pingos nos Is, foi demitido da Jovem Pan nesta terça-feira (22) . A demissão ocorreu após o advogado e comentarista político se recusar a pedir desculpas a um desembargador que foi chamado por ele de “vagabundo tarado”. Em alguns posts nas redes o apresentador comentou o seguinte: "Essa é a versão oficial da minha saída da Jovem Pan. Eu jamais, JAMAIS, pediria desculpas por me revoltar contra um desembargador que inocentou um pedófilo septuagenário argumentando que a criança estuprada era prostituta e drogada. Não fui demitido: disse, com paz de espírito, que preferia perder o contrato a perder a decência. Essa é a versão oficial da minha saída da Jovem Pan. — Pavinatto (@Pavinatto) August 23, 2023

Herói sem capa: Policial enfrenta sozinho trio de criminosos que mantinham família refém e salva todos, (Veja o Vídeo)

Imagens de câmera de monitoramento mostram o momento em que um brigadiano sozinho salva um casal e uma criança feitos reféns durante assalto na noite de terça-feira (1º) em Estância Velha.  O confronto aconteceu uma agropecuária na Rua Walter Klein, no bairro Bela Vista. Nas cenas, o policial militar aparece armado em uma área externa da agropecuária. Em seguida, dois criminosos saem segurando as vítimas, que são seguidas por um cordeiro. "Foi uma situação inédita para mim", diz policial que salvou família refém de assalto em agropecuária de Estância Velha Criminoso que morreu após ser baleado durante assalto com reféns em Estância Velha usava tornozeleira eletrônica No momento em que os criminosos se aproximam de um carro estacionado em frente ao local, o policial se distancia em meio à rua. Os criminosos tentam embarcar com os reféns, mas o agente dispara um tiro em direção ao carro. O delegado de Estância Velha, Rafael Sauthier, explica que uma policial teria chegado