Quase 30 estados se unem em ‘rebelião’ contra o governo Biden Quase 30 estados se unem em ‘rebelião’ contra o governo Biden Quase 30 estados se unem em ‘rebelião’ contra o governo Biden Pular para o conteúdo principal

Quase 30 estados se unem em ‘rebelião’ contra o governo Biden

O governador do Texas, Gregory Wayne Abbott, está em confronto aberto com o presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, devido à intervenção do governo federal para impedir o Estado republicano de proteger suas fronteiras.

Ao mobilizar suas tropas e resistir à intervenção federal, Greg declarou publicamente que o governo dos Estados Unidos violou o acordo estabelecido entre o governo federal e os estados. Ele afirmou que o Poder Executivo dos EUA tem a responsabilidade constitucional de fazer cumprir as leis federais que visam proteger os estados, incluindo as leis de imigração em vigor.

De acordo com ele, “o presidente Biden se recusou a aplicar essas leis e até as transgrediu, resultando em recordes de imigração ilegal”.

Apesar de ter sido alertado através de uma série de cartas, uma das quais entregue pessoalmente, Joe Biden ignorou a demanda do Texas para que cumprisse suas obrigações constitucionais.

Greg argumentou que o presidente Biden quebrou o compromisso de aplicar devidamente as leis de imigração estabelecidas pelo Congresso. Em vez de processar imigrantes por entrada ilegal, Biden enviou seus advogados ao tribunal federal para processar o Texas por tomar medidas de proteção na fronteira.

No documento, destaca-se que, sob as políticas fronteiriças consideradas sem lei do presidente Biden, mais de 6 milhões de imigrantes ilegais atravessaram a fronteira sul. O governador ressalta que isso supera a população de 33 estados do país, e a recusa ilegal de proteger os estados causou danos sem precedentes em todo o território dos Estados Unidos.

Diante da revolta, o governo federal mobilizou a Guarda Nacional, que busca resistir em nome da administração democrata.

No meio do impasse, 25 estados dos EUA formalizaram seu “apoio incondicional” ao Texas. Apesar de a Suprema Corte apoiar o governo Biden, esses estados afirmam que farão valer o que a Constituição americana garante. Portanto, o Texas pode contar com seu respaldo em todas as áreas necessárias para evitar a violação de seus direitos.

Esses estados incluem Alabama, Alasca, Arkansas, Flórida, Geórgia, Idaho, Indiana, Iowa, Luisiana, Mississippi, Missouri, Montana, Nebraska, Nevada, Nova Hampshire, Dakota do Norte, Ohio, Oklahoma, Carolina do Sul, Dakota do Sul, Tennessee, Utah, Virgínia, West Virginia e Wyoming.

Com informações de Conexão Política
VOCÊ PODE NOS AJUDAR COM DOAÇÕES DE QUALQUER VALOR ATRAVÉS DO PIX:EMAIL:JORNALDADIREITAONLINE@OUTLOOK.COM

Postagens mais visitadas deste blog

Gigante atacadista fechará suas últimas 24 lojas e encerrará suas atividades no Brasil

A rede atacadista Makro encerrará suas atividades no Brasil, fechando as últimas 24 lojas ainda em atividade no país. Foram 50 anos de história em solo brasileiro, ultrapassando a marca de 50 lojas espalhadas por vários estados. Nos últimos anos, a empresa repassou 30 lojas para o Atacadão, captando R$ 1,95 bilhão com a venda. Agora, a empresa contratou o Santander para encontrar um comprador para as lojas remanescentes e espera obter R$ 2 bilhões, de acordo com o Estadão. A rede Makro é administrada pelo grupo holandês SHV que desistiu de competir com outras redes atacadistas disponíveis no Brasil. Além desta razão, segundo a reportagem, é que a matriz já deixou de atuar como varejista na Europa há mais de 20 anos e também está encerrando suas lojas na Ásia e na África. Pleno News

Homem interrompe Globo ao vivo em velório de crianças em Blumenau: “Sangue do meu sobrinho está nas mãos de vocês, vagabundos”; ASSISTA AO VÍDEO

O velório das quatro crianças que morreram no ataque à creche em Blumenau ocorre ao longo desta quinta-feira (6), na cidade catarinense.  Durante uma entrada ao vivo do repórter Felipe Sales na TV Globo em frente ao cemitério, um homem interrompeu a transmissão. “O sangue do meu sobrinho está nas mãos de vocês, seus vagabundos”, disse, batendo palmas ao lado do repórter. Homem interrompe Globo ao vivo em velório de crianças em Blumenau e dispara: ‘Sangue do meu sobrinho está nas mãos de vocês’ #GloboLixo pic.twitter.com/xfW7xnxPWl — SAM - The Detective of ZV 🕵🏻‍♂️ (@Samhds2) April 6, 2023

Jovem Pan baixa a cabeça e demite Thiago Pavinatto, (Veja o Vídeo)

O apresentador Tiago Pavinatto, do programa Linha de Frente e Os Pingos nos Is, foi demitido da Jovem Pan nesta terça-feira (22). A demissão ocorreu após o advogado e comentarista político se recusar a pedir desculpas a um desembargador que foi chamado por ele de “vagabundo tarado”. Nesta segunda (21), Pavinatto comentou a decisão do desembargador Airton Vieira, do Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ-SP), de ter inocentado um acusado de estupro contra uma menina de 13 anos. Exaltado com a notícia, Pavinatto ofendeu o magistrado e, mesmo a emissora pedindo para que ele se desculpasse, o profissional se negou. – A direção da casa está pedindo uma retratação ao desembargador Airton Vieira e eu não vou fazer. E eu deixo claro aqui: eu não vou fazer uma retratação para uma pessoa que ganha dinheiro público, livra um pedófilo, e ainda chama a vítima, de 13 anos de idade, de vagabunda – declarou. E continuou: – Eu me nego a fazer. Estou sendo cobrado insistentemente a me retratar. Eu n