Moraes promove devassa contra nomes do PL para eleições no Rio Moraes promove devassa contra nomes do PL para eleições no Rio Moraes promove devassa contra nomes do PL para eleições no Rio Pular para o conteúdo principal
;

Moraes promove devassa contra nomes do PL para eleições no Rio

Recentes decisões de Alexandre de Moraes, ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) e presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), tiveram como alvo nomes do Partido Liberal (PL) que têm relação direta com o êxito da sigla nas próximas eleições no Rio de Janeiro.

Walter Braga Netto e Jair Bolsonaro Foto: EFE/Joédson Alves
Inicialmente, para concorrer à Prefeitura do Rio, o partido do ex-presidente Jair Bolsonaro escolheu o nome do general Walter Braga Netto para enfrentar o atual prefeito, Eduardo Paes (PSD), em sua corrida pela reeleição. Braga Netto acabou sendo condenado pelo TSE na condição de vice-presidente na chapa formada com Jair Bolsonaro.

Em outubro do ano passado, a Corte Eleitoral o sentenciou à inelegibilidade por oito anos por abuso de poder político e econômico nas comemorações do Bicentenário da Independência, realizadas em 7 de Setembro de 2022.

O partido de Valdemar Costa Neto tratou de escolher outro nome para concorrer à Prefeitura do Rio: o deputado federal Alexandre Ramagem.

Jair Bolsonaro e Alexandre Ramagem Foto: PR/Carolina Antunes
Após ser ventilada a pré-candidatura do delegado, que mesmo com projeção ainda tímida no eleitorado carioca, chegou à vice-liderança nas pesquisas, perdendo apenas para o atual prefeito da cidade. Ramagem aparece com 19,1% das intenções de voto, contra 36,2% do atual prefeito, Eduardo Paes (PSD). As informações são da pesquisa AtlasIntel, divulgada no dia 31 de dezembro.

Na última quinta-feira (25), Alexandre Ramagem foi alvo de uma operação da Polícia Federal a mando de Alexandre de Moraes. Segundo a investigação, há suspeita da participação de Ramagem em um esquema na Agência Brasileira de Inteligência (Abin) para monitorar, de maneira ilegal, autoridades públicas e cidadãos comuns, enquanto o parlamentar era diretor-geral da Abin, entre novembro de 2019 e março de 2022.

Jair Bolsonaro e deputado Carlos Jordy Foto: Divulgação/Carlos Jordy
Outro pré-candidato do PL a uma prefeitura no estado do Rio, na cidade de Niterói, é o líder da oposição na Câmara, deputado Carlos Jordy, que também sofreu uma devassa a mando de Alexandre de Moraes. Ele foi alvo da 24ª fase da Operação Lesa Pátria, no dia 18 de janeiro, com o objetivo de identificar pessoas que planejaram, financiaram e incitaram os atos antidemocráticos de 8 de janeiro. Houve busca e apreensão de arma, celular e tablet do deputado.

Carlos e Jair Bolsonaro Foto: EFE/André Coelho
Na última semana, o site Pleno.News noticiou a iminente filiação do vereador Carlos Bolsonaro (Republicanos-RJ) ao Partido Liberal (PL) com a missão de presidir o diretório municipal da legenda no Rio e coordenar a campanha de Alexandre Ramagem à prefeitura da cidade. A experiência de Carlos – que atuou no marketing digital de Jair Bolsonaro, culminando na eleição do líder conservador em 2018 – pode ser fator determinante para a alavancagem da campanha de Ramagem no Rio.

Uma semana após a veiculação da estratégia envolvendo Carlos Bolsonaro e o PL, a fim de potencializar a campanha do ex-diretor-geral da Abin na cidade maravilhosa, o vereador foi alvo de um mandado de busca e apreensão determinado por Alexandre de Moraes.

Na manhã desta segunda-feira (29), Carlos foi surpreendido com uma ação da Polícia Federal que apura ações da Abin durante o governo do ex-presidente Jair Bolsonaro (PL). Agentes apreenderam dois celulares e o computador do vereador.

Pleno News

Postagens mais visitadas deste blog

Jovem Pan baixa a cabeça e demite Thiago Pavinatto, (Veja o Vídeo)

O apresentador Tiago Pavinatto, do programa Linha de Frente e Os Pingos nos Is, foi demitido da Jovem Pan nesta terça-feira (22). A demissão ocorreu após o advogado e comentarista político se recusar a pedir desculpas a um desembargador que foi chamado por ele de “vagabundo tarado”. Nesta segunda (21), Pavinatto comentou a decisão do desembargador Airton Vieira, do Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ-SP), de ter inocentado um acusado de estupro contra uma menina de 13 anos. Exaltado com a notícia, Pavinatto ofendeu o magistrado e, mesmo a emissora pedindo para que ele se desculpasse, o profissional se negou. – A direção da casa está pedindo uma retratação ao desembargador Airton Vieira e eu não vou fazer. E eu deixo claro aqui: eu não vou fazer uma retratação para uma pessoa que ganha dinheiro público, livra um pedófilo, e ainda chama a vítima, de 13 anos de idade, de vagabunda – declarou. E continuou: – Eu me nego a fazer. Estou sendo cobrado insistentemente a me retratar. Eu n

Thiago Pavinatto se pronuncia após saída da Jovem Pan

O apresentador Tiago Pavinatto, do programa Linha de Frente e Os Pingos nos Is, foi demitido da Jovem Pan nesta terça-feira (22) . A demissão ocorreu após o advogado e comentarista político se recusar a pedir desculpas a um desembargador que foi chamado por ele de “vagabundo tarado”. Em alguns posts nas redes o apresentador comentou o seguinte: "Essa é a versão oficial da minha saída da Jovem Pan. Eu jamais, JAMAIS, pediria desculpas por me revoltar contra um desembargador que inocentou um pedófilo septuagenário argumentando que a criança estuprada era prostituta e drogada. Não fui demitido: disse, com paz de espírito, que preferia perder o contrato a perder a decência. Essa é a versão oficial da minha saída da Jovem Pan. — Pavinatto (@Pavinatto) August 23, 2023

Herói sem capa: Policial enfrenta sozinho trio de criminosos que mantinham família refém e salva todos, (Veja o Vídeo)

Imagens de câmera de monitoramento mostram o momento em que um brigadiano sozinho salva um casal e uma criança feitos reféns durante assalto na noite de terça-feira (1º) em Estância Velha.  O confronto aconteceu uma agropecuária na Rua Walter Klein, no bairro Bela Vista. Nas cenas, o policial militar aparece armado em uma área externa da agropecuária. Em seguida, dois criminosos saem segurando as vítimas, que são seguidas por um cordeiro. "Foi uma situação inédita para mim", diz policial que salvou família refém de assalto em agropecuária de Estância Velha Criminoso que morreu após ser baleado durante assalto com reféns em Estância Velha usava tornozeleira eletrônica No momento em que os criminosos se aproximam de um carro estacionado em frente ao local, o policial se distancia em meio à rua. Os criminosos tentam embarcar com os reféns, mas o agente dispara um tiro em direção ao carro. O delegado de Estância Velha, Rafael Sauthier, explica que uma policial teria chegado