Gleisi 'surta' com a grande mídia e da chilique nas redes Gleisi 'surta' com a grande mídia e da chilique nas redes Gleisi 'surta' com a grande mídia e da chilique nas redes Pular para o conteúdo principal

Gleisi 'surta' com a grande mídia e da chilique nas redes

A presidente do PT e deputada federal, Gleisi Hoffmann, criticou neste domingo (21.jan.2024) veículos jornalísticos por suas publicações sobre a retomada da refinaria Abreu e Lima. A publicação da deputada em seu perfil no X (ex-Twitter) endossa um post feito também neste domingo pelo ministro da Secretaria de Comunicação Social do Palácio do Planalto, Paulo Pimenta (PT-RS).

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) participou na última 5ª feira (18.jan.2024) de uma cerimônia promovida pela Petrobras para a retomada de investimentos na Rnest (Refinaria Abreu e Lima) em Ipojuca (PE), que já foi alvo de desvio de recursos revelado pela Lava Jato. Depois do evento, veículos de comunicação voltaram a publicar sobre a Lava Jato.

“Tudo o que aconteceu nesse país foi uma mancomunação entre alguns juízes desse país e alguns procuradores desse país subordinados ao Departamento de Justiça dos Estados Unidos, que nunca aceitaram o Brasil ter uma empresa como a Petrobras”, afirmou o chefe do Executivo no evento.

O acordo entre a Petrobras e juízes e procuradores com o Departamento de Justiça dos EUA, firmado em 2018, foi republicado. No documento, a estatal reconhece todos os malfeitos cometidos, assume culpa pelo que se passou. Para que as investigações fossem encerradas, a empresa brasileira aceitou pagar US$ 853,2 milhões (cerca de R$ 4,2 bilhões em valores de janeiro de 2024) .

Este Poder360 tem o mais completo acervo de vídeos com as delações de empresários e políticos sobre atos de corrupção investigados pela Lava Jato. Por causa da declaração de Lula, o material foi republicado para que os leitores pudessem comparar o que disse o presidente com o que havia sido declarado pelos delatores e réus da Lava Jato –muitos dos quais confessaram crimes e aceitaram assinar acordos para devolver dinheiro.

Em sua publicação no X, Gleisi menciona os jornais Folha de S.Paulo, O Globo e O Estado de São Paulo que, segundo ela, têm em comum uma “longa trajetória de entreguismo e subserviência a interesses estrangeiros”. Afirma que é esse o fato que “explica seus editoriais raivosos”.

Depois, lista momentos da história do Brasil desde 1953 em que esses veículos teriam atuado de maneira combinada.

De acordo com Gleisi, os 3 jornais “defenderam” e “aplaudiram” as privatizações da CSN (Companhia Siderúrgica Nacional), da Vale, da BR Distribuidora (agora Vibra Energia) e da Eletrobras. Também “festejaram a dolarização dos preços de combustíveis e a redução a Petrobras a mera exploradora de petróleo”.

A deputada afirmou ainda que os jornais foram “cúmplices” de Sergio Moro (União Brasil-PR), “que destruiu a indústria brasileira de engenharia, óleo e gás”.

Leia a publicação completa de Gleisi:

VOCÊ PODE NOS AJUDAR COM DOAÇÕES DE QUALQUER VALOR ATRAVÉS DO PIX:EMAIL:JORNALDADIREITAONLINE@OUTLOOK.COM

Postagens mais visitadas deste blog

Gigante atacadista fechará suas últimas 24 lojas e encerrará suas atividades no Brasil

A rede atacadista Makro encerrará suas atividades no Brasil, fechando as últimas 24 lojas ainda em atividade no país. Foram 50 anos de história em solo brasileiro, ultrapassando a marca de 50 lojas espalhadas por vários estados. Nos últimos anos, a empresa repassou 30 lojas para o Atacadão, captando R$ 1,95 bilhão com a venda. Agora, a empresa contratou o Santander para encontrar um comprador para as lojas remanescentes e espera obter R$ 2 bilhões, de acordo com o Estadão. A rede Makro é administrada pelo grupo holandês SHV que desistiu de competir com outras redes atacadistas disponíveis no Brasil. Além desta razão, segundo a reportagem, é que a matriz já deixou de atuar como varejista na Europa há mais de 20 anos e também está encerrando suas lojas na Ásia e na África. Pleno News

Homem interrompe Globo ao vivo em velório de crianças em Blumenau: “Sangue do meu sobrinho está nas mãos de vocês, vagabundos”; ASSISTA AO VÍDEO

O velório das quatro crianças que morreram no ataque à creche em Blumenau ocorre ao longo desta quinta-feira (6), na cidade catarinense.  Durante uma entrada ao vivo do repórter Felipe Sales na TV Globo em frente ao cemitério, um homem interrompeu a transmissão. “O sangue do meu sobrinho está nas mãos de vocês, seus vagabundos”, disse, batendo palmas ao lado do repórter. Homem interrompe Globo ao vivo em velório de crianças em Blumenau e dispara: ‘Sangue do meu sobrinho está nas mãos de vocês’ #GloboLixo pic.twitter.com/xfW7xnxPWl — SAM - The Detective of ZV 🕵🏻‍♂️ (@Samhds2) April 6, 2023

Jovem Pan baixa a cabeça e demite Thiago Pavinatto, (Veja o Vídeo)

O apresentador Tiago Pavinatto, do programa Linha de Frente e Os Pingos nos Is, foi demitido da Jovem Pan nesta terça-feira (22). A demissão ocorreu após o advogado e comentarista político se recusar a pedir desculpas a um desembargador que foi chamado por ele de “vagabundo tarado”. Nesta segunda (21), Pavinatto comentou a decisão do desembargador Airton Vieira, do Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ-SP), de ter inocentado um acusado de estupro contra uma menina de 13 anos. Exaltado com a notícia, Pavinatto ofendeu o magistrado e, mesmo a emissora pedindo para que ele se desculpasse, o profissional se negou. – A direção da casa está pedindo uma retratação ao desembargador Airton Vieira e eu não vou fazer. E eu deixo claro aqui: eu não vou fazer uma retratação para uma pessoa que ganha dinheiro público, livra um pedófilo, e ainda chama a vítima, de 13 anos de idade, de vagabunda – declarou. E continuou: – Eu me nego a fazer. Estou sendo cobrado insistentemente a me retratar. Eu n