MP pede prisão de opositores do ditador da Venezuela incluindo a principal rival para Presidência MP pede prisão de opositores do ditador da Venezuela incluindo a principal rival para Presidência MP pede prisão de opositores do ditador da Venezuela incluindo a principal rival para Presidência Pular para o conteúdo principal

MP pede prisão de opositores do ditador da Venezuela incluindo a principal rival para Presidência

Eles são acusados de 'traição à pátria' e outros crimes por supostamente tentarem interferir no referendo sobre a anexação do território do Essequibo

Além de três coordenadores do partido Vamos Venezuela (Vente Venezuela, em espanhol), de María Corina, o anúncio inclui também opositores no exílio, entre eles o ex-presidente autoproclamado da Venezuela, Juan Guaidó e Julio Borges, ex-presidente da Assembleia Nacional. A eles se somam, entre outros, mandados de prisão contra o presidente da ONG Súmate, Roberto Abdulos, e os ex-ministros chavistas Andrés Izarra e Rafael Ramírez, informou o portal de notícias independente, Efecto Cocuyo.


Saab afirmou que os acusados estão envolvidos em atividades desestabilizadoras e conspiratórias contra o referendo não vinculante sobre o território do Essequibo, em disputa com a vizinha Guiana. Ele alega que identificou "financiamentos provenientes da lavagem de ativos de organizações internacionais para conspirar contra o desenvolvimento" da consulta popular.

Dois cidadãos americanos, identificados como Damian Merlo e Savoi Jadon Wright (preso na Venezuela desde 24 de outubro), foram mencionados como parte dessa suposta trama. Segundo o Saab, Merlo é um ex-empresário de telecomunicações e ex-assessor de política externa ligado ao ex-presidente dos Estados Unidos Donald Trump e também do presidente de El Salvador, Nayib Bukele.


— O Ministério Público, como titular da ação penal, não permitirá que essas ações fiquem impunes. Preferiram se vender para uma empresa petrolífera transnacional e uma potência estrangeira como os Estados Unidos — disse Saab.

Segundo o procurador-geral, as informações são de uma testemunha protegida familiarizada com as conexões nacionais e internacionais mantidas pelas pessoas mencionadas.

— O que acontece é que este é um regime que sabe que foi derrotado. Se acreditam que com isso vão criar medo, desastre, desmobilização, é muito pelo contrário — disse María Corina em coletiva de imprensa após o anúncio.

Candidata da ala mais radical da oposição, María Corina venceu as primárias com 93% dos votos, apesar de estar inabilitada politicamente por 15 anos e de a Justiça ter invalidado o processo posteriormente, contestando os números supostamente "inflados" de sua vitória.

A opositora também descartou, nesta quarta-feira, recorrer da inabilitação, embora tenha esclarecido que está avaliando a opção "dia após dia". Negociadores do presidente e da oposição anunciaram em 30 de novembro uma via para que líderes inabilitados que buscam concorrer nas eleições do próximo ano possam solicitar ao Tribunal Supremo de Justiça (TSJ) a revisão dessas sanções, estabelecendo um prazo até a próxima sexta-feira, 15 de dezembro.

— Hoje estou mais do que habilitada pela opinião pública — disse. — Não podem impor nem vias nem prazos. (Com AFP.)
VOCÊ PODE NOS AJUDAR COM DOAÇÕES DE QUALQUER VALOR ATRAVÉS DO PIX:EMAIL:JORNALDADIREITAONLINE@OUTLOOK.COM

Postagens mais visitadas deste blog

Gigante atacadista fechará suas últimas 24 lojas e encerrará suas atividades no Brasil

A rede atacadista Makro encerrará suas atividades no Brasil, fechando as últimas 24 lojas ainda em atividade no país. Foram 50 anos de história em solo brasileiro, ultrapassando a marca de 50 lojas espalhadas por vários estados. Nos últimos anos, a empresa repassou 30 lojas para o Atacadão, captando R$ 1,95 bilhão com a venda. Agora, a empresa contratou o Santander para encontrar um comprador para as lojas remanescentes e espera obter R$ 2 bilhões, de acordo com o Estadão. A rede Makro é administrada pelo grupo holandês SHV que desistiu de competir com outras redes atacadistas disponíveis no Brasil. Além desta razão, segundo a reportagem, é que a matriz já deixou de atuar como varejista na Europa há mais de 20 anos e também está encerrando suas lojas na Ásia e na África. Pleno News

Homem interrompe Globo ao vivo em velório de crianças em Blumenau: “Sangue do meu sobrinho está nas mãos de vocês, vagabundos”; ASSISTA AO VÍDEO

O velório das quatro crianças que morreram no ataque à creche em Blumenau ocorre ao longo desta quinta-feira (6), na cidade catarinense.  Durante uma entrada ao vivo do repórter Felipe Sales na TV Globo em frente ao cemitério, um homem interrompeu a transmissão. “O sangue do meu sobrinho está nas mãos de vocês, seus vagabundos”, disse, batendo palmas ao lado do repórter. Homem interrompe Globo ao vivo em velório de crianças em Blumenau e dispara: ‘Sangue do meu sobrinho está nas mãos de vocês’ #GloboLixo pic.twitter.com/xfW7xnxPWl — SAM - The Detective of ZV 🕵🏻‍♂️ (@Samhds2) April 6, 2023

Jovem Pan baixa a cabeça e demite Thiago Pavinatto, (Veja o Vídeo)

O apresentador Tiago Pavinatto, do programa Linha de Frente e Os Pingos nos Is, foi demitido da Jovem Pan nesta terça-feira (22). A demissão ocorreu após o advogado e comentarista político se recusar a pedir desculpas a um desembargador que foi chamado por ele de “vagabundo tarado”. Nesta segunda (21), Pavinatto comentou a decisão do desembargador Airton Vieira, do Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ-SP), de ter inocentado um acusado de estupro contra uma menina de 13 anos. Exaltado com a notícia, Pavinatto ofendeu o magistrado e, mesmo a emissora pedindo para que ele se desculpasse, o profissional se negou. – A direção da casa está pedindo uma retratação ao desembargador Airton Vieira e eu não vou fazer. E eu deixo claro aqui: eu não vou fazer uma retratação para uma pessoa que ganha dinheiro público, livra um pedófilo, e ainda chama a vítima, de 13 anos de idade, de vagabunda – declarou. E continuou: – Eu me nego a fazer. Estou sendo cobrado insistentemente a me retratar. Eu n