Rui Costa e Haddad em pé de guerra Rui Costa e Haddad em pé de guerra Rui Costa e Haddad em pé de guerra Pular para o conteúdo principal
;

Rui Costa e Haddad em pé de guerra

O ministro da Fazenda, Fernando Haddad, e seus auxiliares têm buscado convencer o Palácio do Planalto de que é preciso "mais tempo" para perseguir a meta fiscal. Diante disso, o prazo pedido pela equipe econômica, nas últimas conversas com a cúpula do governo, é março de 2024, quando o Executivo divulga o 1º Relatório de Avaliação de Receitas e Despesas Primárias de 2024.


A proposta é rechaçada, no entanto, pela Casa Civil, que tem tentado influenciar o presidente Luiz Inácio Lula da Silva na direção contrária.

Ao tentar postergar o debate da meta para o ano que vem, o objetivo da equipe de Haddad é ter em mãos informações certeiras sobre um possível desequilíbrio orçamentário e, consequentemente, a necessidade ou não de contingenciamento. Na prática, isso significaria aprovar o projeto de Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) de 2024 sem alteração no déficit, tese que também enfrenta resistência dos parlamentares.

Isso também daria mais tempo para que a Fazenda e a articulação política do governo, que vem endossando a meta zero junto à Fazenda, tivessem mais algumas semanas para articular no Congresso Nacional medidas que incrementem as receitas da União.

Neste sentido, Haddad tem o apoio, por exemplo, do ministro da Secretaria de Relações Institucionais, Alexandre Padilha (PT-SP), outro integrante do governo a rechaçar a ideia de mandar uma mensagem modificativa agora para alterar a meta na LDO.


"Agora, estamos no escuro. Vamos mudar a meta? Ok, mas qual a melhor meta? Há muita incerteza", comentou ao Valor uma fonte da equipe econômica que participa das discussões. "Com ruídos, a escolha nem sempre é racional. No início do próximo ano, haverá mais clareza no cenário", complementou um interlocutor.

Será no primeiro relatório bimestral que o governo mostrará quanto precisará ser contingenciado em caso de frustração da arrecadação, o que Lula já disse publicamente que não quer fazer no próximo ano.

O pedido por mais prazo, no entanto, deve acirrar ainda mais a briga entre Haddad e Rui Costa, principal opositor da meta zero dentro do Palácio do Palácio do Planalto.

Nos últimos dias, Costa chegou a consultar, inclusive, o relator da LDO, Danilo Forte (União-CE), com o objetivo de entender qual o calendário ele está prevendo para a tramitação da peça orçamentária. Segundo interlocutores, a ideia da Casa Civil é saber exatamente até quando seria possível enviar uma mensagem modificativa alterando a meta fiscal.

A conversa entre Rui Costa e Danilo Forte aconteceu na quarta-feira, no Palácio do Planalto, e contou com as presenças da ministra do Planejamento, Simone Tebet, e do secretário-executivo do ministério da Fazenda, Dario Durigan, que representou Haddad na negociação. Segundo apurou o Valor, todos concordaram que o pior cenário seria não votar o Orçamento ainda neste ano, como chegou a ser ventilado nos corredores do Congresso nas últimas semanas.

Após esta reunião, o deputado cearense avançou numa proposta de calendário para a aprovação da LDO. Segundo interlocutores, ele prevê a apresentação do parecer final em 20 de novembro e apreciação do texto na mesma semana - entre 21 e 24 de novembro.

Fonte: Valor Econômico.

Postagens mais visitadas deste blog

Jovem Pan baixa a cabeça e demite Thiago Pavinatto, (Veja o Vídeo)

O apresentador Tiago Pavinatto, do programa Linha de Frente e Os Pingos nos Is, foi demitido da Jovem Pan nesta terça-feira (22). A demissão ocorreu após o advogado e comentarista político se recusar a pedir desculpas a um desembargador que foi chamado por ele de “vagabundo tarado”. Nesta segunda (21), Pavinatto comentou a decisão do desembargador Airton Vieira, do Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ-SP), de ter inocentado um acusado de estupro contra uma menina de 13 anos. Exaltado com a notícia, Pavinatto ofendeu o magistrado e, mesmo a emissora pedindo para que ele se desculpasse, o profissional se negou. – A direção da casa está pedindo uma retratação ao desembargador Airton Vieira e eu não vou fazer. E eu deixo claro aqui: eu não vou fazer uma retratação para uma pessoa que ganha dinheiro público, livra um pedófilo, e ainda chama a vítima, de 13 anos de idade, de vagabunda – declarou. E continuou: – Eu me nego a fazer. Estou sendo cobrado insistentemente a me retratar. Eu n

Thiago Pavinatto se pronuncia após saída da Jovem Pan

O apresentador Tiago Pavinatto, do programa Linha de Frente e Os Pingos nos Is, foi demitido da Jovem Pan nesta terça-feira (22) . A demissão ocorreu após o advogado e comentarista político se recusar a pedir desculpas a um desembargador que foi chamado por ele de “vagabundo tarado”. Em alguns posts nas redes o apresentador comentou o seguinte: "Essa é a versão oficial da minha saída da Jovem Pan. Eu jamais, JAMAIS, pediria desculpas por me revoltar contra um desembargador que inocentou um pedófilo septuagenário argumentando que a criança estuprada era prostituta e drogada. Não fui demitido: disse, com paz de espírito, que preferia perder o contrato a perder a decência. Essa é a versão oficial da minha saída da Jovem Pan. — Pavinatto (@Pavinatto) August 23, 2023

Herói sem capa: Policial enfrenta sozinho trio de criminosos que mantinham família refém e salva todos, (Veja o Vídeo)

Imagens de câmera de monitoramento mostram o momento em que um brigadiano sozinho salva um casal e uma criança feitos reféns durante assalto na noite de terça-feira (1º) em Estância Velha.  O confronto aconteceu uma agropecuária na Rua Walter Klein, no bairro Bela Vista. Nas cenas, o policial militar aparece armado em uma área externa da agropecuária. Em seguida, dois criminosos saem segurando as vítimas, que são seguidas por um cordeiro. "Foi uma situação inédita para mim", diz policial que salvou família refém de assalto em agropecuária de Estância Velha Criminoso que morreu após ser baleado durante assalto com reféns em Estância Velha usava tornozeleira eletrônica No momento em que os criminosos se aproximam de um carro estacionado em frente ao local, o policial se distancia em meio à rua. Os criminosos tentam embarcar com os reféns, mas o agente dispara um tiro em direção ao carro. O delegado de Estância Velha, Rafael Sauthier, explica que uma policial teria chegado