Com uma bela resposta, Michelle Bolsonaro humilha Gleisi Hoffmann após ser atacada covardemente por ela. Com uma bela resposta, Michelle Bolsonaro humilha Gleisi Hoffmann após ser atacada covardemente por ela. Com uma bela resposta, Michelle Bolsonaro humilha Gleisi Hoffmann após ser atacada covardemente por ela. Pular para o conteúdo principal
;

Com uma bela resposta, Michelle Bolsonaro humilha Gleisi Hoffmann após ser atacada covardemente por ela.


Michelle Bolsonaro respondeu na 2ª feira (27.nov.2023) a críticas feitas pela presidente do PT (Partido dos Trabalhadores), a deputada federal Gleisi Hoffmann. Conforme a ex-primeira-dama, “assassinar reputações com mentiras é a especialidade da extrema-esquerda”.

A ex-primeira-dama questionou em seu perfil no X (antigo Twitter), “o que teria levado a pessoa conhecida como AMANTE (codinome na lista da Odebrecht) a, gratuitamente, fazer ataques tão vorazes” a ela e a sua fé. Michelle refere-se a história de que supostos beneficiados por esquema da Odebrecht tinham apelidos para ninguém desconfiar para quem iria o dinheiro de contratos superfaturados. Na relação, Gleisi aparece como “amante” e “coxa”.

No domingo (26.nov), Gleisi disse que Michelle “usa a fé para enganar as pessoas e se fazer politicamente, passeou no exterior com o maquiador a tira colo, tá envolvida no contrabando de joias do Estado, fora os rolos com Queiroz”. A petista se referiu ao maquiador Agustin Fernandez, amigo da ex-primeira-dama, e a Fabrício Queiroz, acusado de integrar um esquema de “rachadinhas” enquanto assessor no gabinete de Flávio Bolsonaro (PL-RJ) no Rio de Janeiro.

A publicação de Gleisi foi feita depois de Michelle e o ex-presidente Jair Bolsonaro (PL) terem participado de um evento do PL Mulher, realizado no Rio de Janeiro, no sábado (25.nov), onde foram tecidas críticas ao governo de Luiz Inácio Lula da Silva (PT). Na ocasião, Michelle disse que o governo de Lula só tem “trabalho pros ‘amigues’ e os ‘bandides’”. É uma referência à linguagem neutra propagada pela gestão petista, em especial pelo Ministério dos Direitos Humanos, liderado por Silvio Almeida.

Ao falar na 2ª feira (27.nov) sobre as críticas de Gleisi, Michelle lista algumas razões para os “ataques tão vorazes” feitos pela presidente do PT. “Seria inveja do sucesso do PL Mulher e o resultado das pesquisas no Paraná?”, questionou a ex-primeira-dama. “Seria para desviar a atenção do povo para o fato de que o atual presidente e a viaJANJAnte ‘turistarão’ mais uma vez nessa semana?”, continua.

“Seria para tentar abafar a história da ‘Dama do Tráfico’ que teve livre trânsito nos ministérios desse DESgoverno, confirmando os diálogos cabulosos?”, disse, referindo-se a divulgação de que Luciane Barbosa Farias, conhecida como a “dama do tráfico amazonense”, havia visitado o Ministério da Justiça e Segurança Pública para audiências com secretários do órgão.

“Ou seria para esconder das pessoas que Lula quer voltar a financiar obras no exterior com o dinheiro do povo, via BNDES [Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social]?”, completou Michelle.



Poder 360

Postagens mais visitadas deste blog

Jovem Pan baixa a cabeça e demite Thiago Pavinatto, (Veja o Vídeo)

O apresentador Tiago Pavinatto, do programa Linha de Frente e Os Pingos nos Is, foi demitido da Jovem Pan nesta terça-feira (22). A demissão ocorreu após o advogado e comentarista político se recusar a pedir desculpas a um desembargador que foi chamado por ele de “vagabundo tarado”. Nesta segunda (21), Pavinatto comentou a decisão do desembargador Airton Vieira, do Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ-SP), de ter inocentado um acusado de estupro contra uma menina de 13 anos. Exaltado com a notícia, Pavinatto ofendeu o magistrado e, mesmo a emissora pedindo para que ele se desculpasse, o profissional se negou. – A direção da casa está pedindo uma retratação ao desembargador Airton Vieira e eu não vou fazer. E eu deixo claro aqui: eu não vou fazer uma retratação para uma pessoa que ganha dinheiro público, livra um pedófilo, e ainda chama a vítima, de 13 anos de idade, de vagabunda – declarou. E continuou: – Eu me nego a fazer. Estou sendo cobrado insistentemente a me retratar. Eu n

Thiago Pavinatto se pronuncia após saída da Jovem Pan

O apresentador Tiago Pavinatto, do programa Linha de Frente e Os Pingos nos Is, foi demitido da Jovem Pan nesta terça-feira (22) . A demissão ocorreu após o advogado e comentarista político se recusar a pedir desculpas a um desembargador que foi chamado por ele de “vagabundo tarado”. Em alguns posts nas redes o apresentador comentou o seguinte: "Essa é a versão oficial da minha saída da Jovem Pan. Eu jamais, JAMAIS, pediria desculpas por me revoltar contra um desembargador que inocentou um pedófilo septuagenário argumentando que a criança estuprada era prostituta e drogada. Não fui demitido: disse, com paz de espírito, que preferia perder o contrato a perder a decência. Essa é a versão oficial da minha saída da Jovem Pan. — Pavinatto (@Pavinatto) August 23, 2023

Herói sem capa: Policial enfrenta sozinho trio de criminosos que mantinham família refém e salva todos, (Veja o Vídeo)

Imagens de câmera de monitoramento mostram o momento em que um brigadiano sozinho salva um casal e uma criança feitos reféns durante assalto na noite de terça-feira (1º) em Estância Velha.  O confronto aconteceu uma agropecuária na Rua Walter Klein, no bairro Bela Vista. Nas cenas, o policial militar aparece armado em uma área externa da agropecuária. Em seguida, dois criminosos saem segurando as vítimas, que são seguidas por um cordeiro. "Foi uma situação inédita para mim", diz policial que salvou família refém de assalto em agropecuária de Estância Velha Criminoso que morreu após ser baleado durante assalto com reféns em Estância Velha usava tornozeleira eletrônica No momento em que os criminosos se aproximam de um carro estacionado em frente ao local, o policial se distancia em meio à rua. Os criminosos tentam embarcar com os reféns, mas o agente dispara um tiro em direção ao carro. O delegado de Estância Velha, Rafael Sauthier, explica que uma policial teria chegado