Solução de Tebet é aumentar impostos: "melhor que cortar gastos" Solução de Tebet é aumentar impostos: "melhor que cortar gastos" Solução de Tebet é aumentar impostos: "melhor que cortar gastos" Pular para o conteúdo principal
;

Solução de Tebet é aumentar impostos: "melhor que cortar gastos"


 A ministra do Planejamento e Orçamento, Simone Tebet, disse nesta 4ª feira (4.out.2023) que há dificuldades em cortar gastos e que é “mais fácil aumentar a arrecadação”. Ela afirmou ainda que o Orçamento é “engessado”.


A declaração foi dada durante audiência pública para debater o PPA (Plano Plurianual) de 2024-2027, que traz metas para o Orçamento a médio prazo. Ao falar sobre o tema, Tebet mencionou a tramitação da Câmara do PL (Projeto de Lei) das offshores (PL 4.173, de 2023).

Prepara o lombo que vem mais imposto. Simone Tebet diz que há dificuldades em cortas gastos. Ela afirma que é mais fácil aumentar a arrecadação. Um governo sem compromisso com a responsabilidade fiscal, mas somente com a farra com o dinheiro público.

De acordo com estimativa no Orçamento de 2024, o governo espera obter R$ 7 bilhões só com a taxação. O relator do texto, deputado Pedro Paulo (PSD-RJ), no entanto, incluiu mudanças sobre fundos de investimentos que são da medida provisória 1.184, de 2023.

A peça orçamentária traz uma projeção de arrecadação de R$ 13,3 bilhões com os fundos exclusivos. Na 3ª feira (3.out), o congressista apresentou o relatório preliminar do PL das offshores.

Simone Tebet disse que houve “cortes equivocados” em autarquias, como o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística). A ministra declarou que o Brasilarrecada muito imposto e arrecada mal”.

“Eu falando, faço um mea-culpa porque fiquei 8 anos no Senado e a gente aprova medidas sem saber se será eficiente”, disse.

Na sua visão, o PPA tem a “expectativa de mudar a realidade” do orçamento nacional.“Tão grave quanto arrecadar muito é que o Brasil gasta muito. Os governos de modo geral, Estados, municípios, governo federal, gastam mal porque não tem diretriz, não tem um planejamento”, acrescentou.

REVISÃO EM PROGRAMAS SOCIAIS

Conforme a ministra, foram criados grupos de trabalho para revisar gastos. Disse que o Bolsa Família é um “gasto necessário”, mas que é necessário identificar possíveis fraudes.

“É preciso avaliar nesse CadÚnico se quem está recebendo, merece. Não é, por exemplo, um trabalhador que tem 3, 4 salários mínimos, não é parente de vereador, não é porque conhece o prefeito”, declarou.

Simone Tebet afirmou que há um GT no Ministério do Desenvolvimento Social avaliando cadastros de famílias unipessoais e que esse número se aproxima de 3 milhões.

Também citou “possíveis fraudes e erros no BPC [Benefício de Prestação Continuada] e de quem não tem direito à aposentadoria”.

Tebet disse que 8% dos recursos reservados para a Previdência (R$ 935,2 bilhões) poderiam ser provenientes de “erros ou fraudes”. Grande parte do Orçamento da Previdência Social é destinado ao pagamento de aposentadorias e benefícios.

Segundo ela, o pente-fino faz parte do objetivo do governo em reduzir o deficit primário: “Nós estamos tentando ao máximo fechar em 1,1%, 1,2% negativo. Reduzir pela metade esse ano para cumprir a meta do fiscal zero ano que vem com a banda de 0,25% negativo. Isso é uma forma de indiretamente garantir qualidade do gasto”.

O ministro da Secretaria Geral da Presidência, Márcio Macêdo, também participou da sessão. “A ideia e o que nós fizemos foi para que nós pudéssemos ter uma escuta a mais ampla possível no país”, disse sobre o PPA.

Macêdo enfatizou que a plataforma Brasil Participativo, que permitiu a interação da sociedade com o Plano Plurianual, teve mais de 4 milhões de acessos.

FONTE: Poder 360

Postagens mais visitadas deste blog

Jovem Pan baixa a cabeça e demite Thiago Pavinatto, (Veja o Vídeo)

O apresentador Tiago Pavinatto, do programa Linha de Frente e Os Pingos nos Is, foi demitido da Jovem Pan nesta terça-feira (22). A demissão ocorreu após o advogado e comentarista político se recusar a pedir desculpas a um desembargador que foi chamado por ele de “vagabundo tarado”. Nesta segunda (21), Pavinatto comentou a decisão do desembargador Airton Vieira, do Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ-SP), de ter inocentado um acusado de estupro contra uma menina de 13 anos. Exaltado com a notícia, Pavinatto ofendeu o magistrado e, mesmo a emissora pedindo para que ele se desculpasse, o profissional se negou. – A direção da casa está pedindo uma retratação ao desembargador Airton Vieira e eu não vou fazer. E eu deixo claro aqui: eu não vou fazer uma retratação para uma pessoa que ganha dinheiro público, livra um pedófilo, e ainda chama a vítima, de 13 anos de idade, de vagabunda – declarou. E continuou: – Eu me nego a fazer. Estou sendo cobrado insistentemente a me retratar. Eu n

Thiago Pavinatto se pronuncia após saída da Jovem Pan

O apresentador Tiago Pavinatto, do programa Linha de Frente e Os Pingos nos Is, foi demitido da Jovem Pan nesta terça-feira (22) . A demissão ocorreu após o advogado e comentarista político se recusar a pedir desculpas a um desembargador que foi chamado por ele de “vagabundo tarado”. Em alguns posts nas redes o apresentador comentou o seguinte: "Essa é a versão oficial da minha saída da Jovem Pan. Eu jamais, JAMAIS, pediria desculpas por me revoltar contra um desembargador que inocentou um pedófilo septuagenário argumentando que a criança estuprada era prostituta e drogada. Não fui demitido: disse, com paz de espírito, que preferia perder o contrato a perder a decência. Essa é a versão oficial da minha saída da Jovem Pan. — Pavinatto (@Pavinatto) August 23, 2023

Herói sem capa: Policial enfrenta sozinho trio de criminosos que mantinham família refém e salva todos, (Veja o Vídeo)

Imagens de câmera de monitoramento mostram o momento em que um brigadiano sozinho salva um casal e uma criança feitos reféns durante assalto na noite de terça-feira (1º) em Estância Velha.  O confronto aconteceu uma agropecuária na Rua Walter Klein, no bairro Bela Vista. Nas cenas, o policial militar aparece armado em uma área externa da agropecuária. Em seguida, dois criminosos saem segurando as vítimas, que são seguidas por um cordeiro. "Foi uma situação inédita para mim", diz policial que salvou família refém de assalto em agropecuária de Estância Velha Criminoso que morreu após ser baleado durante assalto com reféns em Estância Velha usava tornozeleira eletrônica No momento em que os criminosos se aproximam de um carro estacionado em frente ao local, o policial se distancia em meio à rua. Os criminosos tentam embarcar com os reféns, mas o agente dispara um tiro em direção ao carro. O delegado de Estância Velha, Rafael Sauthier, explica que uma policial teria chegado