Peritos veem com preocupação resultado preliminar da PF sobre agressão a Moraes Peritos veem com preocupação resultado preliminar da PF sobre agressão a Moraes Peritos veem com preocupação resultado preliminar da PF sobre agressão a Moraes Pular para o conteúdo principal
;

Peritos veem com preocupação resultado preliminar da PF sobre agressão a Moraes


 
A Associação Nacional dos Peritos Criminais Federais (APCF) divulgou uma nota nesta sexta (6) em que diz ver com preocupação o resultado preliminar de uma perícia feita pela Polícia Federal nas imagens do Aeroporto Internacional de Roma que indicariam as circunstâncias da suposta agressão ao ministro Alexandre de Moraes, em julho.


A PF publicou na quarta (4) um relatório da investigação que aponta que Andreia Munarão, esposa do empresário Roberto Mantovani, teria iniciado a confusão na entrada da sala VIP do aeroporto. No documento de 51 páginas, o agente da polícia responsável pela apuração adota expressões imprecisas como “parece” e “aparentemente” para narrar o fato.

As gravações, no entanto, não contêm áudio, o que impossibilitou a PF de confirmar quem iniciou os xingamentos que levaram à suposta agressão ao magistrado. O relatório foi tornado público, mas os vídeos das imagens seguem em sigilo – a polícia divulgou apenas alguns frames para embasar a explicação do perito.

A entidade que representa os peritos afirma que as imagens “não foram objeto de qualquer análise pericial ou técnicas de aprimoramento, ou tratamento de imagens, procedimentos que devem ser conduzidos por peritos criminais, com especialidade na área de áudio visual e eletrônicos, que são investidos legalmente das prerrogativas, método e rigor científico necessários para realizar os exames”.

“É preocupante que procedimentos não periciais possam ser recepcionados como se fossem ‘prova pericial’, uma vez que não atendem às premissas legais, como a imparcialidade, suspeição e não ter, obrigatoriamente, qualquer viés de confirmação, que são exigidas dos peritos oficiais de natureza criminal”, explica a entidade em nota.

A preocupação da APCF reside no fato de que procedimentos não periciais estejam sendo considerados como “prova pericial”, mesmo que não atendam às premissas legais de imparcialidade e neutralidade. O Código de Processo Penal e outras leis destacam a importância da produção isenta de provas no processo criminal, realizada por peritos criminais independentes, para assegurar a integridade e a equidade da evidência apresentada.

A defesa da família criticou a manutenção do sigilo das imagens enquanto o relatório foi tornado público. Para o advogado Ralph Tórtima, fica a impressão de que “o sigilo serve aos interesses de apenas uma das partes, como a utilização de imagens escolhidas a dedo, impedindo que a integralidade delas seja de conhecimento público”.

Após o depoimento de Roberto e Andréia Mantovani à Polícia Federal em julho, Tórtima disse que o casal "a despeito de tudo" está certo de que "a Justiça prevalecerá após o encerramento das investigações".

Ao divulgar o inquérito do caso, o ministro Dias Toffoli, do Supremo Tribunal Federal (STF), prorrogou as investigações por mais dois meses. O caso foi trazido ao Brasil pelo próprio Alexandre de Moraes. Em julho, quando a história veio à tona, o ministro da Justiça, Flávio Dino, chegou a cogitar crimes contra o Estado Democrático de Direito, mobilizando a PF
para apurar a fundo o episódio.

FONTE: Gazeta do Povo

Postagens mais visitadas deste blog

Jovem Pan baixa a cabeça e demite Thiago Pavinatto, (Veja o Vídeo)

O apresentador Tiago Pavinatto, do programa Linha de Frente e Os Pingos nos Is, foi demitido da Jovem Pan nesta terça-feira (22). A demissão ocorreu após o advogado e comentarista político se recusar a pedir desculpas a um desembargador que foi chamado por ele de “vagabundo tarado”. Nesta segunda (21), Pavinatto comentou a decisão do desembargador Airton Vieira, do Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ-SP), de ter inocentado um acusado de estupro contra uma menina de 13 anos. Exaltado com a notícia, Pavinatto ofendeu o magistrado e, mesmo a emissora pedindo para que ele se desculpasse, o profissional se negou. – A direção da casa está pedindo uma retratação ao desembargador Airton Vieira e eu não vou fazer. E eu deixo claro aqui: eu não vou fazer uma retratação para uma pessoa que ganha dinheiro público, livra um pedófilo, e ainda chama a vítima, de 13 anos de idade, de vagabunda – declarou. E continuou: – Eu me nego a fazer. Estou sendo cobrado insistentemente a me retratar. Eu n

Thiago Pavinatto se pronuncia após saída da Jovem Pan

O apresentador Tiago Pavinatto, do programa Linha de Frente e Os Pingos nos Is, foi demitido da Jovem Pan nesta terça-feira (22) . A demissão ocorreu após o advogado e comentarista político se recusar a pedir desculpas a um desembargador que foi chamado por ele de “vagabundo tarado”. Em alguns posts nas redes o apresentador comentou o seguinte: "Essa é a versão oficial da minha saída da Jovem Pan. Eu jamais, JAMAIS, pediria desculpas por me revoltar contra um desembargador que inocentou um pedófilo septuagenário argumentando que a criança estuprada era prostituta e drogada. Não fui demitido: disse, com paz de espírito, que preferia perder o contrato a perder a decência. Essa é a versão oficial da minha saída da Jovem Pan. — Pavinatto (@Pavinatto) August 23, 2023

Herói sem capa: Policial enfrenta sozinho trio de criminosos que mantinham família refém e salva todos, (Veja o Vídeo)

Imagens de câmera de monitoramento mostram o momento em que um brigadiano sozinho salva um casal e uma criança feitos reféns durante assalto na noite de terça-feira (1º) em Estância Velha.  O confronto aconteceu uma agropecuária na Rua Walter Klein, no bairro Bela Vista. Nas cenas, o policial militar aparece armado em uma área externa da agropecuária. Em seguida, dois criminosos saem segurando as vítimas, que são seguidas por um cordeiro. "Foi uma situação inédita para mim", diz policial que salvou família refém de assalto em agropecuária de Estância Velha Criminoso que morreu após ser baleado durante assalto com reféns em Estância Velha usava tornozeleira eletrônica No momento em que os criminosos se aproximam de um carro estacionado em frente ao local, o policial se distancia em meio à rua. Os criminosos tentam embarcar com os reféns, mas o agente dispara um tiro em direção ao carro. O delegado de Estância Velha, Rafael Sauthier, explica que uma policial teria chegado