Empresário chora durante depoimento na CPMI e recebe abraço de Damares Empresário chora durante depoimento na CPMI e recebe abraço de Damares Empresário chora durante depoimento na CPMI e recebe abraço de Damares Pular para o conteúdo principal
;

Empresário chora durante depoimento na CPMI e recebe abraço de Damares


O empresário mato-grossense Argino Bedin, que foi convocado para prestar depoimento à CPMI do 8 de janeiro no Congresso Nacional, se emocionou durante a sessão desta terça (3). A oitiva, que começou por volta das 10h30, se estendeu durante todo o dia, em que ele se utilizou de um habeas corpus concedido pelo Supremo Tribunal Federal (STF) na segunda (2) para não gerar provas contra si.

Durante a sessão pela manhã, Bedin se emocionou durante uma fala do deputado Filipe Barros (PL-PR), que saiu em defesa do empresário por estar sendo apontado como um dos supostos financiadores da invasão às sedes dos Três Poderes, em Brasília.

"A esquerda NUNCA vai conseguir convencer que tem AMOR em si. Um sr de 72 anos sendo MASSACRADO em nome da ideologia. A esquerda é a ausência de amor e o empoderamento do oportunismo e hipocrisia."
“Não é possível que a gente continue colocando no banco dos réus desta CPMI um empresário de sucesso, bem-sucedido, orgulho para o nosso país, como o senhor Argino Bedin, e tratá-lo como se fosse terrorista. Toda a solidariedade ao senhor e à sua família”, disse Filipe Barros.

O parlamentar completou, dizendo que ele é um “orgulho para o Brasil”, o que levou o empresário às lágrimas, sendo ajudado pelo advogado que estava ao lado. Pouco depois, a deputada Tereza Cristina (PP-MS) foi até a tribuna para prestar solidariedade a Bedin.

Pouco depois, a senadora Damares Alves (Republicanos-DF), também subiu à tribuna cumprimentar o empresário, dizendo que está “esperando o excelentíssimo ministro dos direitos humanos vir acompanhar uma sessão desta CPMI e ver o que fizeram e continuam fazendo com crianças, mulheres e idosos”.

O deputado federal Carlos Jordy (PL-RJ) postou nas redes sociais um vídeo de Damares cumprimentando Bedin e classificou como uma “injustiça que está sendo promovida para destruição de adversários e construção de narrativas é algo desumano”.
“Os fins justificam os meios para essa gente. Um dia a verdade prevalecerá e os agentes da ditadura pagarão por seus crimes”, afirmou o deputado.

Ao fim da sessão da manhã, já no começo da tarde, o deputado Nikolas Ferreira (PL-MG), também subiu à tribuna da comissão para prestar solidariedade ao empresário. “Uma injustiça o que estão fazendo com o senhor. Homem íntegro, reto e que me orgulha. Ao Sr. Bedin e toda sua família: estamos com vocês! Permaneçam firmes e conte com nossa força e orações”, disse o parlamentar nas redes sociais.

O senador Magno Malta (PL-ES) também prestou solidariedade ao empresário pouco depois. “Argino Bedin, orgulho do agronegócio brasileiro”, disse nas redes sociais.

Na retomada da sessão à tarde, o deputado Marco Feliciano (PL-SP) adotou um discurso semelhante ao de Barros pela manhã em defesa do empresário. “É lamentável, eu chorei quando o senhor chorou aqui. Porque é assim que o meu coração fica em saber de quantas pessoas estão sendo injustiçadas”, disse.

Bedin, no entanto, não foi levado às lágrimas, mas cumprimentou e agradeceu o deputado pelas palavras.

FONTE: Gazeta do Povo

Postagens mais visitadas deste blog

Jovem Pan baixa a cabeça e demite Thiago Pavinatto, (Veja o Vídeo)

O apresentador Tiago Pavinatto, do programa Linha de Frente e Os Pingos nos Is, foi demitido da Jovem Pan nesta terça-feira (22). A demissão ocorreu após o advogado e comentarista político se recusar a pedir desculpas a um desembargador que foi chamado por ele de “vagabundo tarado”. Nesta segunda (21), Pavinatto comentou a decisão do desembargador Airton Vieira, do Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ-SP), de ter inocentado um acusado de estupro contra uma menina de 13 anos. Exaltado com a notícia, Pavinatto ofendeu o magistrado e, mesmo a emissora pedindo para que ele se desculpasse, o profissional se negou. – A direção da casa está pedindo uma retratação ao desembargador Airton Vieira e eu não vou fazer. E eu deixo claro aqui: eu não vou fazer uma retratação para uma pessoa que ganha dinheiro público, livra um pedófilo, e ainda chama a vítima, de 13 anos de idade, de vagabunda – declarou. E continuou: – Eu me nego a fazer. Estou sendo cobrado insistentemente a me retratar. Eu n

Thiago Pavinatto se pronuncia após saída da Jovem Pan

O apresentador Tiago Pavinatto, do programa Linha de Frente e Os Pingos nos Is, foi demitido da Jovem Pan nesta terça-feira (22) . A demissão ocorreu após o advogado e comentarista político se recusar a pedir desculpas a um desembargador que foi chamado por ele de “vagabundo tarado”. Em alguns posts nas redes o apresentador comentou o seguinte: "Essa é a versão oficial da minha saída da Jovem Pan. Eu jamais, JAMAIS, pediria desculpas por me revoltar contra um desembargador que inocentou um pedófilo septuagenário argumentando que a criança estuprada era prostituta e drogada. Não fui demitido: disse, com paz de espírito, que preferia perder o contrato a perder a decência. Essa é a versão oficial da minha saída da Jovem Pan. — Pavinatto (@Pavinatto) August 23, 2023

Herói sem capa: Policial enfrenta sozinho trio de criminosos que mantinham família refém e salva todos, (Veja o Vídeo)

Imagens de câmera de monitoramento mostram o momento em que um brigadiano sozinho salva um casal e uma criança feitos reféns durante assalto na noite de terça-feira (1º) em Estância Velha.  O confronto aconteceu uma agropecuária na Rua Walter Klein, no bairro Bela Vista. Nas cenas, o policial militar aparece armado em uma área externa da agropecuária. Em seguida, dois criminosos saem segurando as vítimas, que são seguidas por um cordeiro. "Foi uma situação inédita para mim", diz policial que salvou família refém de assalto em agropecuária de Estância Velha Criminoso que morreu após ser baleado durante assalto com reféns em Estância Velha usava tornozeleira eletrônica No momento em que os criminosos se aproximam de um carro estacionado em frente ao local, o policial se distancia em meio à rua. Os criminosos tentam embarcar com os reféns, mas o agente dispara um tiro em direção ao carro. O delegado de Estância Velha, Rafael Sauthier, explica que uma policial teria chegado