Deputado estadual do PSOL-RJ denuncia racismo no aeroporto de Brasília Deputado estadual do PSOL-RJ denuncia racismo no aeroporto de Brasília Deputado estadual do PSOL-RJ denuncia racismo no aeroporto de Brasília Pular para o conteúdo principal
;

Deputado estadual do PSOL-RJ denuncia racismo no aeroporto de Brasília


 Em posts realizados no seu perfil oficial do Instagram neste domingo (1º/10), o deputado estadual pelo PSOL do Rio de Janeiro Professor Josemar afirmou ter sofrido racismo no Aeroporto Internacional de Brasília ao embarcar para retornar para seu estado, depois de participar de um congresso do partido na capital.

Segundo o parlamentar, ao passar pela revista, ele foi impedido de prosseguir. “A Polícia Federal do aeroporto, de forma seletiva e racista, depois de ter me revistado de forma truculenta, não está me deixando seguir viagens e quer me deter”, disse Josemar.

Em um vídeo postado na rede social do deputado, é possível escutar um agente falando que ele só poderia ser liberado caso aceitasse passar por revista em uma sala reservada. Segundo o parlamentar, que estava acompanhado de seus advogados e de uma vereadora, enquanto ele estava parado, observou que na revista apenas pessoas negras foram selecionadas.

“Enquanto eu, sendo deputado estadual, era parado na tal revista aleatória, verifiquei que todos que estavam na mesma situação, eram negros e negras. Não podemos mais aceitar esse tipo de atuação, não há nada que justifique isso a não ser o racismo”, declarou.

Em outro trecho do vídeo, o parlamentar sugere que foi feita uma abordagem ilegal. “Um policial toda hora metendo a mão na arma, falei pra ele que não somos bandidos, que sou um deputado estadual que luto contra o racismo no Brasil e no Rio de Janeiro e que aquilo era um absurdo”.

Josemar disse ainda que os agentes da Polícia Federal tentaram qualificar uma colega por estar gravando o ocorrido. “Tentaram qualificar a nossa colega pelo vídeo, que não é ilegal. Quem não deve não teme, se eles não querem serem filmados, eles que não façam abordagens ilegais. Agora estão dizendo que vão me qualificar por outras vias, ou seja, não têm legislação nenhuma, não existe nada disso em resolução da Anac [Agência Nacional de Aviação Civil]. Esse é mais um ato de racismo estrutural”, acrescentou.

Segundo o parlamentar, a ação mostra o incômodo da sociedade "em ver negros e negras
ascendendo e ocupando espaços"
, sendo deputados como ele ou vereadores como Luana.

FONTE: Débora Oliveira - Correio Braziliense

Postagens mais visitadas deste blog

Jovem Pan baixa a cabeça e demite Thiago Pavinatto, (Veja o Vídeo)

O apresentador Tiago Pavinatto, do programa Linha de Frente e Os Pingos nos Is, foi demitido da Jovem Pan nesta terça-feira (22). A demissão ocorreu após o advogado e comentarista político se recusar a pedir desculpas a um desembargador que foi chamado por ele de “vagabundo tarado”. Nesta segunda (21), Pavinatto comentou a decisão do desembargador Airton Vieira, do Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ-SP), de ter inocentado um acusado de estupro contra uma menina de 13 anos. Exaltado com a notícia, Pavinatto ofendeu o magistrado e, mesmo a emissora pedindo para que ele se desculpasse, o profissional se negou. – A direção da casa está pedindo uma retratação ao desembargador Airton Vieira e eu não vou fazer. E eu deixo claro aqui: eu não vou fazer uma retratação para uma pessoa que ganha dinheiro público, livra um pedófilo, e ainda chama a vítima, de 13 anos de idade, de vagabunda – declarou. E continuou: – Eu me nego a fazer. Estou sendo cobrado insistentemente a me retratar. Eu n

Thiago Pavinatto se pronuncia após saída da Jovem Pan

O apresentador Tiago Pavinatto, do programa Linha de Frente e Os Pingos nos Is, foi demitido da Jovem Pan nesta terça-feira (22) . A demissão ocorreu após o advogado e comentarista político se recusar a pedir desculpas a um desembargador que foi chamado por ele de “vagabundo tarado”. Em alguns posts nas redes o apresentador comentou o seguinte: "Essa é a versão oficial da minha saída da Jovem Pan. Eu jamais, JAMAIS, pediria desculpas por me revoltar contra um desembargador que inocentou um pedófilo septuagenário argumentando que a criança estuprada era prostituta e drogada. Não fui demitido: disse, com paz de espírito, que preferia perder o contrato a perder a decência. Essa é a versão oficial da minha saída da Jovem Pan. — Pavinatto (@Pavinatto) August 23, 2023

Herói sem capa: Policial enfrenta sozinho trio de criminosos que mantinham família refém e salva todos, (Veja o Vídeo)

Imagens de câmera de monitoramento mostram o momento em que um brigadiano sozinho salva um casal e uma criança feitos reféns durante assalto na noite de terça-feira (1º) em Estância Velha.  O confronto aconteceu uma agropecuária na Rua Walter Klein, no bairro Bela Vista. Nas cenas, o policial militar aparece armado em uma área externa da agropecuária. Em seguida, dois criminosos saem segurando as vítimas, que são seguidas por um cordeiro. "Foi uma situação inédita para mim", diz policial que salvou família refém de assalto em agropecuária de Estância Velha Criminoso que morreu após ser baleado durante assalto com reféns em Estância Velha usava tornozeleira eletrônica No momento em que os criminosos se aproximam de um carro estacionado em frente ao local, o policial se distancia em meio à rua. Os criminosos tentam embarcar com os reféns, mas o agente dispara um tiro em direção ao carro. O delegado de Estância Velha, Rafael Sauthier, explica que uma policial teria chegado